terça-feira, 17 de abril de 2018

Tonho de Belo questiona aumento de gastos na Magia do Natal 2018

Belo do Cal: "Quando eu vi o projeto tava detalhado um valor absurdo, um aumento de 539 mil 
para 845 mil reais. Aqui o prefeito manda na Câmara e os vereadores às vezes nem leem e já aprovam”.

Um projeto de lei do Governo Municipal de Garanhuns que trata da destinação de recursos para a Magia do Natal 2018 tem provocado questionamentos na Câmara Municipal onde está sendo apreciado. É que alguns vereadores estranharam o aumento no valor do repasse de verba destinado à  Associação Casa do Artesão, entidade responsável pela decoração natalina que tem encantado adultos e crianças ao longo dos últimos anos. 

A questão central é que, para o ano passado, a prefeitura repassou para a Casa do Artesão cerca de 539 mil reais de recursos próprios  para o custeio da decoração, o que inclui pagamento dos artesãos, gastos com alimentação e compra de material. Já para 2018, com a mesma planilha de obrigações, o valor subiu para 845 mil reais, um aumento de 306 mil reais para executar basicamente o mesmo trabalho feito em 2017. 

Um dos parlamentares que questiona esse aumento é Tonho de Belo do Cal, do PSDB. Segundo o blog VEC apurou, assim que o Projeto de Lei 005/2018 chegou à Câmara ele pediu vistas, que no jargão legislativo significa uma análise mais minuciosa que pode ser pedida por qualquer vereador com o objetivo de dirimir algum tipo de dúvida, irregularidade ou até mesmo corrigir alguma inconstitucionalidade que possa existir no Projeto de Lei. Para Tonho, que exerce seu primeiro mandato, não é suficiente colocar no projeto somente o valor a ser gasto, mas sim detalhar em que materiais será investido o vultuoso recurso.

"Quando eu vi o projeto tava detalhado um valor absurdo, um aumento de 539 mil para 845 mil reais. Aqui o prefeito manda na Câmara e os vereadores às vezes nem leem e já aprovam. Não sei porque os vereadores têm tanto medo do prefeito," disse tonho de Belo ao V&C. Ele revelou que o projeto de lei tramitou nas comissões e desceu para o plenário, mas, como foi pedido vistas, a votação não ocorreu.  Ainda segundo Belo, a Secretária de Turismo de Garanhuns, Neile Barros, deve comparecer esta semana na Casa Raimundo  de Moraes para explicar o aumento da verba repassada para a Casa do Artesão. 

A MAGIA DO NATAL 2018 - De acordo com o PL enviado à Câmara, a Magia do Natal 2018 ocorre de 02 de novembro deste ano a 06 de janeiro  de 2019, com produção feita pelos artesãos da Casa do Artesão perfazendo um total de 66 dias de evento.  O blog encaminhou e-mail ao Governo Municipal de Garanhuns solicitando um esclarecimento sobre o aumento do referido recurso. Até o momento, não houve resposta.

Ex-Secretário de Saúde será candidato a Prefeito de Garanhuns

Como ainda faltam dois anos para a eleição de prefeito, Alfredo Góis ainda 
deve definir por qual partido vai participar da disputa. (Roberto Almeida).

O jornalista Roberto Almeida traz com exclusividade em publicação feita em seu Blog, que Alfredo Góis, que foi secretário de administração e saúde, na gestão de Izaías Régis, se prepara para voos mais altos na vida pública: ele está disposto a disputar a Prefeitura de Garanhuns na próxima eleição municipal. Experiente no campo político, já tendo demonstrado capacidade como gestor, Alfredo é um bom quadro da cidade, que hoje assessora os prefeitos de Angelim e Calçado, Douglas Duarte e Expedito Nogueira.

Como ainda faltam dois anos para a eleição de prefeito, Alfredo ainda deve definir por qual partido vai participar da disputa. Além dele, são cotados como pré-candidatos o vice-prefeito Haroldo Vicente, que provavelmente terá o apoio de Izaías Régis, o ex-vereador Sivaldo Albino, o vereador Zaqueu Lins e o ex-prefeito Silvino Duarte. Partidos como o PCB, PSOL e Rede também podem ter candidatura próprias nas próximas municipais.

O ideal seria, se um único nome da oposição conseguisse unir todos os partidos que não aprovam a atual administração. Divididos, terão muitas dificuldades para vencer o nome indicado pelo atual prefeito Izaías, que ainda triunfa politicamente na cidade. "Acredito que Garanhuns está precisando de renovação política, de um nome que dialogue com a juventude, o funcionalismo, os trabalhadores do comércio, os empresários e todos que podem unir força por um município mais forte e desenvolvido", defende Alfredo.

Garanhuns: Obras da quadra do bairro da Cohab 1 são iniciadas

Expectativa, é que a comunidade, que será a principal participante da ação, ganhe Arena 
Social Garanhuns no próximo mês de junho. (Com informações e imagens do Blog do Carlos Eugênio).

As obras de construção de uma Quadra Poliesportiva nas imediações da Creche Lar da Criança Santa Maria tiveram inicio na sexta-feira, dia 13, conforme publicação feita pelo Blog do jornalista Carlos Eugênio. A ação é fruto de parcerias e contará com a participação de membros da comunidade da Cohab 1. Trata-se da Arena Social Cohab 1.

A Prefeitura Municipal de Garanhuns firmou uma parceria junto a Organização não Governamental Mundial Love Fútbol, que com recursos da Lei de Incentivo aos Esportes Estadual, captados junto a empresa Ferreira Costa Center, vai viabilizar, juntamente com a comunidade, a construção de uma quadra medindo 15x30 metros naquela localidade. “A Prefeitura destinou o terreno; contribuiu na formatação e na liberação das licenças referentes ao Projeto e arcará com as despesas de iluminação elétrica quando do funcionamento daquele espaço. Estamos muito felizes em participar dessa ação”, registrou o Prefeito Izaías Régis (PTB), ao falar ao Blog na última semana.

O Projeto conta com a participação de membros da comunidade desde a edificação da Quadra, num processo de construção coletivo, em forma de mutirão, juntamente com uma Construtora parceira. As obras já foram iniciadas com o nivelamento do terreno. A expectativa é que a comunidade, que será a principal participante da ação, ganhe a Arena Social Garanhuns no próximo mês de junho. “O pessoal da Love Fútbol estima a inauguração para o dia 30 de junho”, acrescenta Izaías.

LOVE FÚTBOL -  A Arena Social Garanhuns é um dos projetos da Love Futebol em Pernambuco e integra a lista de várias ações espalhadas pelo Mundo. A Organização não Governamental, que nasceu há onze anos nos Estados Unidos, cria espaços esportivos comunitários que funcionam como catalisadores de mudanças sociais sustentáveis. O trabalho é realizado em conjunto com moradores e voluntários das comunidades parceiras, que juntos constroem estruturas de baixo custo e alto impacto social.  “A love fútbol promove a orientação técnica, matéria-prima e mobilizamos os recursos locais, ao mesmo tempo em que se coloca o planejamento e a propriedade do processo nas mãos da comunidade,  a fim de garantir a sustentabilidade do projeto”, registra o site da ONG na Internet.
.

Pernambuco: Número de Homicídios cai 33% em Março de 2018

Informações, são da Secretaria de Defesa Social do Estado, que aponta ainda, que em 61 
cidades do Sertão Pernambucano não houve registro de homicídios. (JC Online – Foto: Reprodução).

O mês de março apresentou redução nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em Pernambuco. Foram 366 casos registrados durante o período. Em comparação ao mesmo período de 2017, quando foram contabilizados 551 homicídios, a redução foi de 33,58%, uma média de 185 assassinatos a menos. A Secretaria de Defesa Social (SDS) disponibilizou os dados da segurança pública no portal www.sds.pe.gov.br na tarde desse domingo, dia 15. Na última sexta-feira, dia 13, a Secretaria, divulgou informações sobre os Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), que também caíram (22,5%), levando-se em consideração os dados colhidos no ano passado, 2017.

No mês de março deste ano 89 municípios não registraram CVLIs e houve redução em 76. No dia 30 de março as 15 cidades que integram a Região Metropolitana do Recife (RMR) não tiveram assassinatos registrados. Também não houve casos de homicídios em 61 cidades do Sertão Pernambucano nos dias (04, 20, 25, 26 e 31). O feriado da Semana Santa foi o menos violento desde a criação do Programa Pacto pela Vida, em 2007. Foram 21 assassinatos, uma queda de 63% se comparado à mesma época do ano passado.

CASOS ENVOLVENDO MULHERES - O número de feminicídios diminuiu 43% em março de 2018, em relação ao mesmo período do ano passado. Quatro mulheres foram vítimas desse crime, contra sete no ano anterior. De acordo com a SDS, também houve redução de 18,72% nos registros de crimes de estupro.

PRISÕES E APREENSÕES – Já com relação a preensão de armas, informa a Secretaria, durante o mês de março de 2018, as polícias de Pernambuco apreenderam 18,5% mais armas do que em fevereiro do mesmo ano. Foram 569 armas retiradas de circulação, 89 a mais do que no mês anterior. As prisões em flagrantes cresceram, em janeiro foram 2.180 autuações, em fevereiro esse número foi para 2.350 e em março 2.756.

Financiar imóvel de R$ 500 mil 16% mais barato com corte da Caixa

Redução é de quase R$ 78 mil, saindo de R$ 1,113 milhão, a taxa de 10,25%, para R$ 1,035 milhão, 
agora com juros a partir de 9%. (Estadão Conteúdo – Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas).

O corte nos juros do crédito imobiliário anunciado pela Caixa Econômica Federal nessa segunda-feira (16), pode gerar uma economia de 15,6% no financiamento de um imóvel de R$ 500 mil, com prazo de 30 anos para quitação. Em gastos totais, a redução é de quase R$ 78 mil, saindo de R$ 1,113 milhão, quando valia a taxa antiga de 10,25%, para R$ 1,035 milhão, agora com juros a partir de 9%. Segundo cálculos do economista e professor da B3 Alexandre Cabral, blogueiro do Estadão, a redução do preço pode alcançar R$ 171,4 mil para uma casa de R$ 1 mil e R$ 257 mil para imóveis com valor venal de R$ 1,5 milhão. As simulações levam em conta um financiamento de 100%.

A Caixa anunciou a redução de até 1,25 ponto porcentual das taxas de juros do crédito imobiliário utilizando recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Além disso, o banco também anunciou o aumento de 50% para 70% da cota de financiamento de imóvel usado. As mudanças começaram a valer já desde ontem, segunda-feira. A medida para baratear o custo do crédito imobiliário já havia sido antecipada ao Estadão/Broadcast pelo novo presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson Antônio de Souza, no início do mês, quando assumiu o comando do banco.

Para ele, a redução facilita o acesso à casa própria e contribui para estimular o mercado imobiliário. "O objetivo da redução é oferecer as melhores condições para os nossos clientes, além de contribuir para o aquecimento do mercado imobiliário e suas cadeias produtivas", disse em nota. De acordo com a instituição, com a medida, as taxas mínimas passaram de 10,25% para 9% ao ano no caso de imóveis dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e de 11,25% para 10% ao ano para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário, o chamado SFI.

Estão enquadrados no SFH os imóveis residenciais de até R$ 800 mil, para todo o País, exceto para o Rio, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o limite é de R$ 950 mil. Já os imóveis residenciais acima dos limites do SFH são enquadrados no SFI.