quinta-feira, 1 de março de 2018

Prefeitura segue apoiando instalação da Polícia Científica na cidade

Através de cooperação Técnica, Executivo irá ceder um imóvel para instalação da Unidade 
Regional da PC,e ainda dará apoio na manutenção administrativa. (Secom/PMG – Foto: Divulgação).

O cronograma para o início das atividades da Unidade Regional de Polícia Científica que será instalada aqui em Garanhuns foi definido essa semana pela Prefeitura Municipal. Os representantes da PC aqui do Estado de Pernambuco, Rodrigo Gomes, Rafael Leite e João César se reuniram com a secretária de Comunicação Social, Jacqueline Menezes e o com secretário de Infraestrutura, José Gundes (foto acima).

O local que vai abrigar o departamento é o que atualmente abriga o SAMU, que será deslocado para o Centro Administrativo II. A inauguração deve acontecer até o dia 30 de março, com funcionamento já em abril. No Convênio de Cooperação Técnica que o município vai assinar com o Governo do Estado, a Prefeitura será responsável em liberar o imóvel para a instalação e dar apoio à manutenção administrativa.

O apoio já tinha sido confirmado pelo prefeito Izaías Régis em novembro passado junto à delegada Sandra Santos,  gerente geral de Polícia Científica de Pernambuco. Funcionará em Garanhuns o Instituto de Medicina Legal 24 horas, uma unidade de remoção de cadáveres, o Instituto de Criminalística e o Instituto Tavares Buril.  Dessa forma, o município como polo regional poderá atender em horário integral também a toda a região.

A unidade Regional faz parte do processo de interiorização da Polícia Civil.  Poderão ser realizadas investigações com perícia no local do crime, de drogas (química forense)  balística,  identificação de veículos no caso de transferência  e peritos em informática.

Viva Dominguinhos e Magia do Natal melhores avaliados que o FIG

Izaías: “Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos por nossos eventos nessa pesquisa do 
Instituto do economista Audálio Filho, cujo trabalho sempre foi marcado pela coerência e pela credibilidade”.

A Pesquisa de Avaliação/Opinião realizada pelo Instituto Analysis Pesquisa e Mercado, entre os dias 17 e 20 deste mês, aqui em Garanhuns, segue repercutindo na Cidade e foi motivo de nova publicação no Blog do Jornalista Carlos Eugênio. Um dos pontos observados no estudo, segundo informa Carlos, foi a ampla aprovação dos eventos a Magia do Natal e Viva Dominguinhos, ambos promovidos pela Prefeitura do Município.

A Magia do Natal, que em pesquisa divulgada em julho do ano passado obteve um índice de 76,1% de aprovação, entre ‘Ótimo’ e ‘Bom’, agora nessa nova Pesquisa realizada pelo mesmo Instituto, foi avaliado positivamente por 84,8% dos ouvidos.

Outro evento realizado pela Prefeitura Municipal de Garanhuns, e que segundo a pesquisa do Instituto Analysis Pesquisa e Mercado é muito bem avaliado pela população é o Viva Dominguinhos. A festividade criada para homenagear o garanhuense Dominguinhos, chega neste ano a sua 5ª edição e já possui a aprovação de 75,1% da população garanhuense. Este ano, o evento acontecerá entre os dias 19 e 21 de abril.

Na sondagem assinada pelo economista Audálio Filho, que tem 19 anos de experiência e acumula uma série de acertos em diversas pesquisas divulgadas, sempre usando os critérios científicos reais, a avaliação do Festival de Inverno de Garanhuns, que apresentará sua 28ª edição neste ano de 2018, obteve a aprovação de 62,4%, número esse, que colocou o evento bem abaixo do Natal e do Viva Dominguinhos, que têm apenas 5 e 4 anos de realização, aqui na suíça pernambucana, respectivamente.

“O Natal e o Viva Dominguinhos tem um formato que agrada a população, sobretudo porque buscamos inovar a cada ano, seja na organização, na decoração e nas atrações. Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos por nossos eventos nessa pesquisa do Instituto do economista Audálio Filho, cujo trabalho sempre foi marcado pela coerência e pela credibilidade”, pontua o Prefeito Izaías.
.

Priscila celebra projeto que cria nova Universidade em Garanhuns

“Este é um passo importante para a concretização do plano de implementação da UFAPE. Isso é fruto 
do espírito público de pessoas que buscam parcerias responsáveis” destaca a deputada. (Alepe).

Projeto de Lei que cria a Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (Ufape) ganhou aprovação do Senado nesta semana. A decisão – que ainda precisa passar pela Câmara Federal e ser sancionada pelo presidente da República – foi comemorada pela deputada Priscila Krause (DEM) que, durante a Reunião Plenária na Alpes nesta quarta (28), destacou a articulação de políticos e gestores da Unidade Acadêmica da Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE, para a viabilização da proposta.

Segundo Priscila, a fundação da Ufape dará mais autonomia e garantirá a expansão das atividades da UFRPE, que atualmente reúne cerca de dois mil alunos em sete cursos de graduação e em quatro de pós-graduação. Se aprovada, a nova universidade ofertará 12 mil vagas, a serem distribuídas em 30 cursos de graduação, sendo 20 deles estabelecidos no município de Garanhuns, e os demais oferecidos em outras cidades do Agreste.

“Este é um passo importante para a concretização do plano de implementação da Universidade do Agreste. Isso é fruto do espírito público de pessoas que buscam parcerias responsáveis”, disse, destacando a atuação do ministro da Educação, Mendonça Filho; do senador Armando Monteiro (PTB-PE); da reitora da UFRPE, Maria José de Sena; e do diretor da Unidade Acadêmica de Garanhuns, Airon Melo.
.

Novas luminárias de LED são instaladas na cidade de Garanhuns

José Gundes: “Seguimos trabalhando para proporcionar mais infraestrutura e segurança à população 
de Garanhuns, fazendo gradualmente a troca das luminárias antigas”. (Secom/PMG – Fotos: Camila Queiroz).

As vias públicas de Garanhuns seguem sendo beneficiadas pela modernização por meio da instalação de novas luminárias de LED. Entre as primeiras localidades que receberam o serviço, executado pela Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Infraestrutura, estão os bairros Boa Vista, Aloísio Pinto, Cohab III, além do Vale do Mundaú.

As ruas Capitão João Leite e Gervásio Pires, localizadas nos bairros Aloísio Pinto e Boa Vista, foram contempladas com as luminárias na última semana. A iluminação também foi implementada na rua José Evandro Soares Capitó, localizada no bairro Cohab III — a instalação foi finalizada nessa terça-feira (27). Ao todo, a Gerência de Iluminação do município já realizou, desde a última semana, a instalação de 200 novas luminárias na cidade; além do trabalho de manutenção, que é realizado paralelamente, reutilizando as luminárias antigas em outras localidades que demandam a troca das lâmpadas.

A ação de modernização da iluminação pública, iniciada pela Prefeitura, visa beneficiar outros bairros da cidade no decorrer dos próximos dias, como a rua Leão XIII, no Indiano; e as ruas Mauro Gonçalves Zacarias e Santo Afonso, nas comunidades Parque Fênix e Massaranduba. “Seguimos trabalhando para proporcionar mais infraestrutura e segurança à população de Garanhuns, fazendo gradualmente a troca das luminárias antigas por uma nova tecnologia que proporciona uma maior economia com energia elétrica e satisfação do povo”, afirma o secretário de Infraestrutura, José Gundes.
.

.

2018: Receita exige mais informações do contribuinte na declaração

Prazo para entrega do IRPF começa nesta quinta-feira dia 1º de março segue até o dia 30 de abril.
Programa gerador da declaração já está disponível para download. (Agência Brasil).

A Receita Federal vai exigir mais informações sobre os bens dos contribuintes a partir deste ano. A partir de agora, será preciso informar o CPF de dependentes de qualquer idade. Em novembro de 2017, a Receita publicou uma instrução normativa, que trata do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Por essa norma, os contribuintes que desejarem incluir seus dependentes na declaração do Imposto de Renda de 2018 deverão fazer a inscrição do CPF caso tenham a partir de 8 anos. Até então, a obrigatoriedade valia somente para dependentes com 12 anos ou mais. A partir de 2019, a obrigação é para qualquer idade.

No caso dos bens, neste ano serão incluídos campos para as informações complementares, mas o preenchimento não será obrigatório. No próximo ano, porém, informa a Receita Federal Brasileira, será obrigatório prestar essas informações.

Para cada tipo de bem, será incluído um campo. Por exemplo, no caso de imóveis, será pedido a data de aquisição, área do imóvel, registro de inscrição em Órgão Público e no Cartório. Para Veículos, será pedido o Registro Nacional de Veículo (Renavam). A Receita também vai pedir o CNPJ da instituição financeira onde o contribuinte tem conta-corrente e aplicações financeiras. Outra novidade deste ano é a informação sobre a alíquota efetiva utilizada no cálculo da apuração do imposto. Segundo informa a Receita, outra mudança é a possibilidade de impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para pagamento de todas as quotas do imposto, inclusive em atraso.

O prazo para a entrega da declaração de IRPF começa nesta quinta-feira dia 1º de março e segue até o dia 30 de abril. O programa de preenchimento da declaração já está disponível para download, podendo ser baixado, clicando aqui.

Brasília: Governador de Pernambuco trata de Segurança com Temer

Reunião que Paulo terá junto ao Presidente, atende a um pleito de governadores, que cobravam do 
governo federal um debate sobre segurança pública. (JC Online – Foto: Alexandre Gondim).

O governador Paulo Câmara (PSB) participa, nesta quinta-feira (1°), na capital federal, Brasília, de uma reunião com governadores do País convocada pelo presidente Michel Temer (MDB). O tema será segurança pública e terá a presença do recém-empossado ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann (PPS). A reunião atende a um pleito de governadores, que cobravam do governo federal um debate sobre segurança pública, principalmente após a intervenção promovida no Rio de Janeiro. Ontem, após a posse de Jungmann, Temer afirmou que irá as questões dos Estados caso a caso.

Parte dessas cobranças ao governo federal era feita por Paulo Câmara. Na última sexta-feira (23), o governador criticou a atuação de Temer com relação à segurança e afirmou que o governo federal tratava o tema de maneira improvisada. “É só ler o que vocês (imprensa) publicam, a forma como as atuações estão ocorrendo para ver que o planejamento ficou bem aquém do necessário para um assunto tão sério e um assunto que não é só exclusivo e pontual em alguns locais”, disse o governador, semana passada.

“Não dá para a gente tratar um tema como esse de maneira improvisada. Um tema como esse precisa de planejamento, precisa ouvir os governadores. Os governadores do Nordeste falam desse tema há muito tempo, falam da questão das fronteiras, do aumento do tráfico de drogas”, destaca o Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, do PSB.

Câmara aprova projeto que regulamenta Aplicativo Uber e afins

Votação que aprovou o Projeto, foi considerado uma vitória para as empresas que administram os 
aplicativos e uma derrota para os taxistas. (JC Online / Agência Brasil – Foto: Divulgação).

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta terça-feira (28), o Projeto de Lei nº 5587/16, do deputado Carlos Zarattini (PT-SP), que dá competência exclusiva aos municípios brasileiros para regulamentar e fiscalizar os serviços de transporte de passageiros por aplicativos, como Uber e Cabify. Além disso, foi rejeitado que o motorista vinculado ao aplicativo seja o proprietário do veículo (ele poderá continuar alugando em locadoras ou a terceiros, por exemplo), assim como só poder rodar com placa vermelha. Agora, o texto segue para a sanção presidencial. A votação foi uma vitória para as empresas que administram os aplicativos e uma derrota para os taxistas.

Texto original mudou - O texto original do projeto, aprovado em abril do ano passado na Câmara Federal, era visto como favorável aos taxistas. Há quatro meses, no entanto, o Senado Brasileiro aprovou uma versão com mudanças que favorecem as empresas que exploram os aplicativos. A obrigatoriedade do uso de placas vermelhas, a imposição de que apenas o dono do veículo poderia dirigi-lo e ainda a restrição de circulação apenas na cidade onde o carro é registrado haviam sido derrubadas pelos senadores e foram aprovadas em votação simbólica na Câmara na noite deesta quarta.

Os deputados também concordaram que o motorista dos aplicativos não precisará solicitar autorização específica das prefeituras para trabalhar. Emenda nesse sentido aprovada pelo Senado foi aceita na Câmara por 227 votos a favor, 166 contra. Os deputados, no entanto, retomaram o texto que dá às prefeituras o poder de regulamentação e fiscalização do serviço de transporte individual de passageiros - os senadores haviam estabelecido que cabia às administrações municipais apenas a competência de fiscalização. Foram 283 votos pela rejeição da emenda, 29 a favor e quatro abstenções. "Ninguém é contra que o município crie sua regra. O que não podemos é ter regra federal única", disse o relator do projeto no plenário, deputado Daniel Coelho (PSDB-PE).