terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Garanhuns: Secretaria de Saúde segue combatendo a dengue

Para acabar com o Aedes aegypti, secretaria vem realizando ações com bomba 
costal para pulverização do mosquito em diversos locais. (Fotos: Secretaria de Saúde).

A Secretaria de Saúde de Garanhuns, por meio do Programa de Combate ao Aedes aegypti, iniciou os ciclos do ano de 2018 do bloqueio viral do Aedes aegypti - mosquito responsável pela transmissão da dengue, febre chikungunya e do Zika vírus. A medida de prevenção utiliza o sistema Ultra Baixo Volume (UBV) leve com a bomba costal e tem a finalidade de interromper o ciclo de transmissão das doenças citadas. Um dos Distritos de Garanhuns, o de São Pedro foi o primeiro local  a receber a equipe.

A ação com bomba costal para pulverização desses mosquitos, é realizada nas imediações de locais onde foi detectado algum caso das doenças transmitidas pelo inseto, quebrando assim, o ciclo de desenvolvimento do Aedes aegypti. Além disso, o trabalho dos agentes de endemias da secretaria na cidade, é contínuo, visitando cada residência e depositando o larvicida nos reservatórios de água existentes.

Apesar dos bons resultados obtidos em pesquisas anteriores, a exemplo, no último Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) aqui em Garanhuns, algumas localidades apresentaram um índice de infestação expressivo com o crescimento de focos do mosquito; entre eles estão a Vila do Quartel, com 20,6%, e a Cohab III, com 17,7%. Esses dados, ensejam atuação intensificada da Secretaria de Saúde.
.

Manifestantes realizam protesto para apoiar Lula em Garanhuns

Durante ato, manifestantes bradaram inúmeras palavras de ordem. Estimativa aponta 
para cerca de três mil pessoas participando do protesto. (Fotos: Diogo Franco/TV Asa Branca).

Manifestantes realizaram um protesto durante toda manhã desta terça-feira, 23 de janeiro aqui em Garanhuns, para apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT. O ex-presidente, natural da cidade de Caetés, município distante 27 quilômetros da suíça pernambucana, terá recurso impetrado por seus advogados, julgado nesta quarta-feira (24), na cidade de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul.

A corte julgadora, conforme amplamente divulgada pela imprensa, será o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o TRF4, que na oportunidade, decidirá pela manutenção da decisão do juiz Sérgio Moro, que condenou o petista a 9 anos e 6 meses de prisão, no caso que envolve um triplex no Guarujá, que afirma o magistrado: “pertence ao ex-presidente e foi obtido de forma ilícita”, ou ainda pela anulação da sentença de 1º grau de Moro.

Na manhã desta terça, no ato de apoio político à Lula, os manifestantes bradaram inúmeras palavras de ordem. No centro, eles caminharam pelas principais vias. Não há informações de quantas pessoas estiveram participando do ato aqui em Garanhuns, todavia, estima-se que o número se aproximou de três mil. Mais cedo, grupos bloquearam trechos da BR-232 no Agreste e Sertão do estado também em apoio a Lula.
.

Paulo almoça com Ciro e apresenta realizações do Governo de PE

Governador sobre Ciro: “Ele conversa sobre todos os temas com muita propriedade, 
com muito espírito público, com um olhar para o Brasil como um todo". (Fotos: Hélia Scheppa/SEI).

O governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara almoçou, nesta terça-feira, 23 de janeiro, com o ex-ministro Ciro Gomes no Palácio do Campo das Princesas (sede do governo estadual). Na ocasião, o chefe do Executivo estadual apresentou um conjunto de investimentos do Governo de Pernambuco nos últimos três anos. Paulo destacou ações implementadas em áreas estratégicas como educação, segurança, saúde, recursos hídricos, saneamento e desenvolvimento agrário, pontuando que as iniciativas dialogam, sobretudo, com a melhoria da qualidade de vida dos que mais precisam. 

"A gente teve a oportunidade de, mais uma vez, conversar com o Ciro Gomes, que é um quadro nacional de respeito, que já disputou eleições presidenciais, que tem uma folha de serviços prestados tanto ao Estado do Ceará quanto ao Brasil", afirmou Paulo Câmara, pontuando: "Ciro conversa sobre todos os temas com muita propriedade, com muito espírito público, com um olhar para o Brasil como um todo".

Após o encontro, Ciro Gomes elogiou a capacidade demonstrada pelo Governo de Pernambuco de enfrentar a crise econômica nacional. "O governador Paulo Câmara, na sequência de um conjunto de boas práticas de governanças em Pernambuco, fez uma proeza que permite que Pernambuco, em plena crise, esteja investindo", avaliou.

Armando segue acreditando que terá o apoio do PT nas eleições

Sobre a disputa pelo governo de PE, time de Armando diz que ele instiga um terceiro palanque para garantir
o segundo turno. Sua chapa seria uma, a de FBC outra. (Coluna Pinga-Fogo – Foto: Sérgio Bernardo).

Na aproximação nacional entre PT e PSB, e o seu rebate em Pernambuco, o grupo do senador Armando Monteiro (PTB) se preocupa com essa possibilidade, mas ainda diz cogitar ter o apoio petista na eleição. "Seria uma retribuição aos tempos de Armando ministro da gestão Dilma Rousseff (PT), quando ele defendia o ajuste fiscal e foi contra o impeachment e à longa parceria política com o PT de Pernambuco – diferente do PSB, que votou contra a petista", dizem os aliados de Monteiro.

Armando, logo após 2016, se aproximou do DEM e PSDB, expulsos da Frente Popular. Em setembro, o senador Fernando Bezerra Coelho trocou o PSB pelo PMDB e entrou na oposição. Nesse meio tempo, com aval do ex-presidente Lula, o PT se reaproximou do PSB do governador Paulo Câmara, que ensaia um “palanque Anti-Temer” e o senador Humberto Costa, do Partido dos Trabalhadores (PT) já até criticou Armando pelo apoio às reformas. Hoje, a sinalização PSB-PT é evidente e o grupo do petebista prega que ele ainda pode se aliar aos petistas – e que Dilma defenderia isso. 

O atual time do Senador Armando Monteiro diz que ele instiga um terceiro palanque, como o ocorrido no ano de 2016, para garantir o segundo turno. Sua chapa seria uma, e a de FBC outra. Depende do PT estar ou não com o PSB.

RS: Porto Alegre terá atiradores de elite para julgamento de Lula

Entorno do Tribunal Regional Federal da 4ª Região foi isolado desde 
o meio-dia de terça-feira (23). (Folhe PE – Foto: Ricardo Stuckert).

As autoridades do Rio Grande do Sul prometem a presença de atiradores de elite e 150 câmeras de segurança para garantir a ordem durante o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , do Partido dos Trabalhadores (PT), na próxima quarta-feira, 24 de janeiro, em Porto Alegre (RS). Os atiradores de elite, entretanto, não estarão armados - segundo a Secretaria da Segurança, farão o papel de observadores, ocupando pontos estratégicos. Também haverá patrulhamento naval nas águas do lago Guaíba.

O entorno do Tribunal Regional Federal da 4ª Região será isolado a partir do meio-dia de terça-feira (23), horário a partir do qual os sete prédios públicos ao redor da corte terão o expediente suspenso. Às 17 horas, segundo informa o TRF4, só entrará no perímetro quem estiver credenciado. As câmeras de segurança irão cobrir toda a região. A área isolada inclui o Parque Harmonia, onde, inicialmente, os movimentos de esquerda planejavam montar acampamento. Haverá bloqueio no espaço aéreo da região. Apenas aeronaves das forças de Segurança Pública e Defesa poderão sobrevoar o local.

Em entrevista à imprensa da cidade de Porto Alegre, na manhã desta segunda-feira (22), o secretário Cezar Schirmer orientou a população a evitar o entorno do tribunal para não sobrecarregar o trânsito, que já está afetado no centro da cidade. As autoridades não quiseram informar o número do efetivo policial empregado na segurança, o tempo de isolamento do perímetro e o custo da operação. "A democracia tem custo, não se pode fazer economia com a preservação da democracia", disse Schirmer.

Mau tempo e desorientação espacial provocaram acidente de Teori

No momento do acidente, condições para operações de pouso e decolagem no aeroporto de 
Paraty estavam abaixo dos mínimos meteorológicos estabelecidos. (Agência Brasil – Fotos: Divulgação).

Mau tempo, pressão para operar em condições adversas, baixa visibilidade e desorientação espacial do piloto foram os fatores determinantes do acidente que causou a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, em 19 de janeiro do ano passado. As informações constam do resultado das investigações divulgadas nesta segunda (22) pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

De acordo com as investigações, não foi registrado nenhum tipo de pane ou mau funcionamento do avião. O Cenipa apontou que no momento do acidente, as condições para operações de pouso e decolagem no aeroporto de Paraty estavam abaixo dos mínimos meteorológicos estabelecidos. Segundo o responsável pela investigação, coronel Marcelo Moreno, apesar de experiente, o piloto do avião, Osmar Rodrigues, "muito provavelmente teve uma desorientação espacial que acarretou a perda de controle da aeronave".

Marcelo citou o processo decisório do piloto como contribuinte para os eventos que culminaram no acidente. O aeroporto de Paraty não opera por instrumentos. Para as operações de pouso e decolagem é preciso haver visibilidade horizontal de 5 mil metros e de teto de voo de 450 metros. “Entre as decisões tomadas e que não estão em conformidade com o que determina as regras, estavam a tentativa de pousar. O adequado seria o piloto, ao tomar conhecimento de que os mínimos meteorológicos estarem abaixo dos estabelecidos, ter arremetido e pousado em outro aeroporto em segurança”, disse Moreno.
.