terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Consulta do valor do IPVA 2018 já pode ser feita pela internet

Veículos de placas terminadas em 1 e 2 têm até o dia 8 de fevereiro para
fazer o pagamento em cota única. (JC / Foto: Luiz Guarnieri/AE).

Os proprietários de veículos automotores residentes aqui no estado de Pernambuco já podem consultar o valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o IPVA, no site do Detran-PE. Para fazer a consulta, a pessoa deve acessar o site do Detran e digitar a placa do veículo no espaço "consultar placa". Em seguida, clicar em "detalhamento de débito" e consultar o valor. Caso o proprietário do veículo escolher fazer o pagamento em cota única, será dado a ele um desconto de 7%.

Os veículos de placas terminadas em 1 e 2 têm até o dia 8 de fevereiro para fazer o pagamento em cota única. Caso opte por dividir, os vencimentos são os dias 8 de fevereiro, 8 de março e 9 de abril. O pagamento para os automóveis de placas 3 e 4 começam 16 de fevereiro. Os de 5 e 6 têm início no dia 20; 7 e 8 no dia 23 e 9 e 0 no dia 28.

Redução - O IPVA deste ano de 2018 teve uma redução média de 3% em relação ao do ano passado, 2017. Isso porque, vale dizer, a correção do imposto é atrelada à tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Aplicáveis (Fipe), segundo a qual o valor venal dos veículos caiu 3% em 2017 se comparado ao ano anterior.

.

Nilva de Sá: Empossada nova secretária de Saúde de Garanhuns

Solenidade de posse, ocorrida na manhã desta terça, 2 de janeiro, contou com a presença de 
diversas autoridades políticas locais. Nilva: “Vamos desenvolver um excelente trabalho”.

O prefeito Izaías Régis deu posse à nova secretária de Saúde de Garanhuns na manhã desta terça-feira (02), no Palácio Celso Galvão. Nilva Maria Mendes de Sá é a nova titular da pasta, tendo a nomeação oficializada pela portaria de n° 002/2018, assinada no Gabinete do Prefeito e que será publicada na edição do Diário Oficial dos Municípios/AMUPE desta quarta-feira, próximo dia 3 de janeiro.

A solenidade contou com a presença de diversas autoridades políticas locais, dentre elas, a dos vereadores , Alcindo Correia, Luzia Cordeiro, Marinho da Estivas, Daniel Silva, Ary  Júnior, Prof. Márcio e Gil PM, bem como de  secretários municipais, servidores da Secretaria de Saúde e demais pastas. Durante a ocasião também foi anunciado que o diretor de Assistência em Saúde, Harley Davidson, assumirá a função de secretário-adjunto. Além da destituição do vice-prefeito Haroldo Vicente do cargo de secretário interino.

A titular ressaltou o compromisso com a população. “Tenho certeza de que todos vamos desenvolver um excelente trabalho, tenho aqui todas as condições, e isso basta. Pretendo ouvir as necessidades da população de perto e melhorar os indicadores de saúde, pois a minha satisfação é a mesma do beneficiário do SUS”, afirmou Nilva Mendes.
.

Fotos: Daniela Batista — (Secom/PMG)

Recife: Morre aos 92 anos, o Ex-ministro Armando Monteiro Filho

Segundo o empresário Eduardo Monteiro, um dos filhos de Armando, Ex-ministro vinha apresentando
problemas de saúde. Ele teve queda de pressão arterial e baixa oxigenação. (G1/PE – Foto: Arquivo família).

Morreu na manhã desta terça-feira (2), em sua residência na Zona Sul do Recife, o empresário e ex-ministro Armando Monteiro Filho, aos 92 anos. Pai do senador Armando Monteiro Neto (PTB), ele teve problemas pulmonares. A informação foi repassada pela assessoria do parlamentar. O velório de Armando Monteiro Filho começará às 16h desta terça-feira (2), na Capela Nossa Senhora das Graças, no Instituto Ricardo Brennand, no bairro da Várzea, na Zona Oeste do Recife. O corpo do ex-ministro será cremado às 11h de quarta-feira (3), no cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana.

De acordo com o empresário Eduardo Monteiro, um dos filhos de Armando, o ex-ministro vinha apresentando problemas de saúde. Ele teve queda de pressão arterial e baixa oxigenação. Chegou a melhorar no Natal, mas as dificuldades respiratórias persistiram. Armando deixou cinco filhos, oito netos e seis bisnetos.

História - Genro do ex-governador Agamenon Magalhães, que comandou Pernambuco nos anos 30 e 50 do século passado, Armando Monteiro Filho teve como cargo político mais importante a participação no Governo e João Goulart, como ministro da Agricultura, entre 1961 e 1962. Engenheiro, Armando Filho foi eleito deputado estadual, em 1950, pelo Partido Social Democrático, o PSD. Não conseguiu assumir o cargo devido ao parentesco com Agamenon Magalhães. Em 1954, ganhou uma vaga na Câmara dos Deputados, como o mais votado em Pernambuco.

O empresário foi candidato ao governo de Pernambuco, em 1962, sendo derrotado por Miguel Arraes. Filiado ao MDB durante a ditadura militar (1964-1985), se transferiu para o PDT. Em 1994, perdeu a eleição para o Senado Federal. Em 1998, passou para o PMDB.
.

Garanhuns: Prefeitura estabelece luto pela morte de Armando Filho

Em publicação no seu perfil no Facebook, o prefeito Izaías Régis (PTB), lamentou a morte do amigo. “Ele 
era um homem de inúmeras qualidades, um empresário e político extremamente ético”. (Secom/PMG).

A Prefeitura de Garanhuns, no Agreste Meridional do Estado, decretou luto oficial de três dias no município pela morte do empresário e político Armando Monteiro Filho*, pai do atual senador Armando Monteiro Neto, falecido hoje (02) pela manhã, em casa. Até a próxima quinta-feira (04), a bandeira de Garanhuns, em frente ao Palácio Celso Galvão, ficará hasteada a meio-mastro, assim como a de Pernambuco, já que o governador Paulo Câmara (PSB) também decretou luto em todo Estado.

O prefeito Izaías Régis, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em publicação no seu perfil no Facebook, lamentou a morte do amigo. “Ele era um homem de inúmeras qualidades, um empresário e político extremamente ético. Homem de posses, mas com uma humildade latente. Um excelente filho, excelente pai, excelente marido, me solidarizo com cada um da sua família nesse momento de extrema tristeza”, declarou o gestor, que seguiu para o Recife, onde vai acompanhar o velório.

*Armando Monteiro Filho foi ministro da Agricultura no governo de João Goulart, ainda na década de 60, cumpriu mandatos de deputado estadual e federal, sendo o mais votado em Pernambuco no ano de 1954.

Governador decreta luto pela morte de Armando Monteiro Filho

Paulo: "Dr. Armando foi um honrado pernambucano, um legítimo cavalheiro que 
sempre lutou, ao longo de toda a sua vida, pelas maiores causas do nosso Estado e do Brasil”.

O governador Paulo Câmara decretou hoje (02.01) pela manhã luto oficial de três dias pela morte do ex-ministro Armando Monteiro Filho. Paulo também divulgou nota de pesar se solidarizando com familiares e amigos de Armando Filho:

Paulo Câmara, Governador do Estado de Pernambuco: "Dr. Armando foi um honrado pernambucano, um legítimo cavalheiro que sempre lutou, ao longo de toda a sua vida, pelas maiores causas do nosso Estado e do Brasil, como empresário e politico. Dr. Armando teve uma postura firme, democrática e corajosa no enfrentamento com a ditadura militar e foi uma referência para gerações. Quero prestar a minha homenagem pessoal a esse grande pernambucano e me solidarizar com seus familiares e amigos."