terça-feira, 25 de dezembro de 2018

Deputados de Pernambuco devem manter salários em R$ 25,3 mil

Além dos salários, parlamentares têm direito ainda, a ajuda de custo 
mensal no valor de R$ 25.322,25. (Blog do Jamildo – Foto: Divulgação).

Está na pauta da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), na convocação dos parlamentares durante o recesso, o projeto de lei de número 2118/2018. A proposta é sobre a remuneração dos deputados estaduais. O texto da Mesa Diretora da Casa prevê a manutenção dos salários dos deputados no mesmo patamar do que os que foram aprovados em 2015, ou seja, R$ 25.322,25.

Naquele ano, o reajuste foi de 26,3437%. A lei com esse aumento foi publicada em 16 de janeiro de 2015, quando o governador Paulo Câmara (PSB) assumia o Palácio do Campo das Princesas pela primeira vez e o presidente da Assembleia era Guilherme Uchoa (PSC).

Considerando os salários dos deputados, eles têm um desconto de R$ 5.953,18 para o Imposto de Renda e de R$ 513,01 para a contribuição para a Previdência.

Além dos salários, os parlamentares pernambucanos, têm direito a ajuda de custo de mensal de R$ 25.322,25, bem como diárias para viagens para o interior do Estado no valor de R$ 519,92 e de R$ 909,89 para viagens interestaduais.

De acordo com a Constituição Federal Brasileira (CF), o salário de um deputado estadual pode ser de até 75% do valor de um federal, que hoje é de R$ 33.763. O projeto de lei deve ser votado esta semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário