quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Álvaro Porto agradece votos de São João, mas esquece Garanhuns

Decepcionado com a votação que obteve na suíça pernambucana, Porto chegou a gravar um 
vídeo de agradecimento à Garanhuns, todavia, sem deixar claro seu comprometimento com a cidade.

Reeleito no último dia 7 de outubro para o segundo mandato parlamentar, o deputado estadual Álvaro Porto (PTB) vem divulgando um vídeo em suas redes sociais, onde agradece a votação obtida na cidade de São João, Agreste Meridional. Naquele município, o petebista obteve 3.726 votos, o que equivale a 34,41% do eleitorado. Em 2018, Porto sagrou-se majoritário em São João, vendo a segunda colocada, Joseneuda (PCdoB), registrar 1.432 votos, ou 13,23% e Marcantônio Dourado Filho (PP), terceiro colocado, marcar 1.037 votos, ao tempo que Sivaldo Albino (PSB), quarto colocado, somar 684 votos.

Em razão do bom resultado, Porto vem manifestando sua gratidão a população daquele município, com destaque especial para o atual Prefeito Genaldi Zumba (PSD), e o seu grupo político, de quem o deputado é aliado desde de 2014. “Continuaremos trabalhando pelo município”, diz Álvaro no trecho final do vídeo.

Esqueceu Garanhuns – Se por um lado, Álvaro tem o que comemorar diante dos números de São João, por outro, essa euforia não se estende a Garanhuns. É que aqui, mesmo contando com o apoio do atual Prefeito Izaías Régis (PTB), e ainda de sete vereadores, além de secretários e de toda a estrutura da máquina pública, Porto registrou apenas 3.612 votos, que em percentual, significa 6,11%.

      O resultado foi tão abaixo do esperado, que Porto perdeu para o Vereador Audálio Filho (DC), que desempenhou uma campanha bem mais modesta, muito embora tenha anotado 3.639 votos. Se não podia ser pior, acabou sendo, pois Álvaro quase empatou com Thiago Paes (PSL), candidato pela primeira vez, e que este ano cravou 3.244 votos. Se comparado seu desempenho a Sivaldo Albino (PSB), o resultado é ainda pior, pois o ex-gerente da casa civil deu um verdadeiro baile no petebista, registrando 5 votos contra 1, em cada urna aberta na cidade. Sivaldo, somou ao total, 14.682 votos.

Decepcionado, o deputado chegou a gravar um vídeo onde agradece os votos que conquistou em Garanhuns, muito embora não tenha registrado que estará a disposição do município.

Eleição - Este ano, o deputado de Canhotinho construiu sua candidatura na suíça pernambucana, sob o prisma de que poderia atingir facilmente a casa dos dez mil votos, podendo esse número ser ainda maior, a depender de algumas circunstâncias.

Discreto, e por muitas vezes rotulado de rude, Álvaro sepultou sua cobiça a partir da aliança que fez com Izaías. Isso porque, em 2012, Régis foi o principal depositário da ideia, onde políticos “forasteiros” deveriam ser preteridos, aqueles com residência no município, e com serviços efetivamente consolidados. Em 2018, no entanto, o atual Prefeito de Garanhuns, fez o caminho inverso, apoiando Álvaro, e com um discurso chinfrim, alegando que o deputado havia estudado no município no decorrer da sua infância, como se apenas isso, bastasse para via eleitoral. Não colou.

O resultado final da campanha de Porto foi tão indigesto, que se havia plano de uma possível candidatura a Prefeito aqui em Garanhuns, ele se desfez agora, a partir da postura adota pelo eleitorado garanhuense, de não reconhecê-lo como legítimo representante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário