quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Garanhuns: Festival de Literatura Infantil se volta à cultura indígena

Este ano, evento acontecerá entre os dias 18 e 20 de outubro. Expectativa, 
é que cerca de três mil pessoas compareçam aos polos. (Secom/PMG).

Mais que uma ode à cultura indígena, um reconhecimento e reafirmação de sua existência. É com essa proposta que a Ferreira Costa e a Proa Cultural realizam a quarta edição do Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns, único do gênero no Brasil. O evento, que acontecerá entre 18 a 20 de outubro, elegeu o tema “Um povo em forma de histórias” para nortear a programação, que será oferecida de maneira gratuita à população, no intuito de atrair um público de três mil pessoas.

Durante os três dias, sempre a partir das 9h, as atividades do Festival serão realizadas em dois polos: Mundaú e Aruá, ambos no bairro de Santo Antônio, em Garanhuns. O primeiro, no Parque Ruber Van Der Linden (Pau Pombo), haverá a exposição ILUSTRImagem, como um convite à leitura por meio de traços, formas e cores das obras Fim da Fila, de Marcelo Pimentel, e Abaré, de Graça Lima; leitura aberta, com mediações das 9h às 17h, atrações artísticas, como o espetáculo “O Espelho da Lua”, feira de livros, conversas com autores e oficina Ferreira Costa de Percussão, com a Fada Magrinha.

O segundo polo, Aurá, está localizado no Sesc da cidade, ao lado do Parque. Na Unidade, vão acontecer as ações formativas, como o Ateliês de Criação e de Narrativas Visuais, com a presença dos convidados para o compartilhamento de seus processos de desenvolvimento. As turmas infantis, voltadas para crianças de 3 a 12 anos, não requerem inscrição prévia. Para as adultas, com foco nos agentes de leitura, professores, estudantes de áreas relacionadas e ilustradores, já é possível fazer a inscrição, clicando aqui.

A programação, você também confere apenas em um clique, nesse caso; aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário