terça-feira, 18 de setembro de 2018

Protesto de Lossio para participar de debate termina em tumulto

Por causa do partido, que não tem um mínimo de cinco representantes no Congresso Nacional, 
Júliio não foi convidado para debate em Caruaru. (JC Online – Foto: Raquel Elblaus).

O ex-prefeito da cidade de Petrolina, no sertão do estado, Julio Lossio (Rede) protestou nesta terça-feira (18) por não participar do debate promovido pela Rádio Liberdade, em Caruaru, com os candidatos ao governo de Pernambuco. Por causa do partido, que não tem um mínimo de cinco representantes no Congresso, ele não foi convidado. Lossio, então, ficou em frente ao local onde o evento acontecia e a manifestação acabou em tumulto, com o postulante sendo expulso.

De acordo com a Prefeitura de Caruaru, em nota, o incidente "em frente ao Sest/Senat, deu-se em virtude de desobediência de um condutor de uma comitiva política à Autarquia de Trânsito e Transportes de Caruaru". "Foi articulado, para a mobilidade urbana, o isolamento de uma faixa da via, para que o trânsito fluísse de forma ordenada, por conta do número de veículos no evento, porém o condutor, além de estacionar na área proibida, ainda se recusou a retirar o veículo quando foi solicitado", explicou a gestão municipal.

CRITICAS A PAULO E ARMANDO - Lossio acusou os adversários. "Armando (Monteiro, do PTB) e Paulo (Câmara, do PSB) estão com medo de me enfrentar, querem bipolarizar o debate. Estávamos conversando com a população e fomos expulsos do local com muita truculência", afirmou o candidato, pela assessoria de imprensa.

As empresas são obrigadas a convidar os concorrentes com representação de pelo menos cinco parlamentares no Congresso para debates na televisão, rádio e internet. Os candidatos que não atingem este patamar podem ou não ser convidados pelos veículos.

Após o tumulto, Lossio gravou um vídeo, veja:

Nenhum comentário:

Postar um comentário