sexta-feira, 21 de setembro de 2018

PE: Paulo Câmara não cumpriu mais de 70% de suas promessas

Informação é do portal G1, das organizações Globo; que realizou um levantamento 
com intuito de checar o índice de cumprimento de compromissos da atual gestão. (Magno Martins).

Um dos principais temas das eleições deste ano para o Governo do Estado de Pernambuco são as promessas realizadas em 2014, quando Paulo Câmara (PSB) chegou ao governo, após disputa com Armando Monteiro (PTB). Armando tem trazido o tema para a propaganda eleitoral no rádio e na TV e apontado o que Paulo deixou de entregar, como os quatro novos hospitais, seis UPAs e bilhete único. O atual governador atribui o não cumprimento à crise que o país enfrentou, a partir de 2015.

O Levantamento foi feito pelo portal G1, das organizações Globo, com intuito de checar o índice de cumprimento dos compromissos firmados pela atual gestão. De acordo com os dados disponibilizados pelo portal, Paulo não cumpriu mais de 70% das promessas realizadas em 2014. O atual governador fez 39 promessas nas eleições de 2014 e cumpriu apenas 11, ou seja 28,2% do total. Já o paraibano Ricardo Coutinho, também filiado ao PSB e reeleito há quatro anos, prometeu 66 itens, cumprindo 31 deles, chegando a 46,9%.

Entre os gestores que tentam a reeleição, o que mais honrou os compromissos foi Rui Costa, do Partido dos Trabalhadores (PT), do estado da Bahia. Na campanha passada ele fez 115 promessas e cumpriu 54, atingindo o patamar de 46%. Também filiado ao PT, Camilo Santana, do Ceará, foi o que menos prometeu, com 20 compromissos. Cumpriu 8 deles, 40%. Outro que tenta a reeleição é Renan Filho (MDB) de Alagoas. Ele fez 21 promessas, cumprindo 9 delas, ou seja 42%. O sistema de promessas do G1 acompanha todos os governadores do país e é atualizado a cada seis meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário