quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Jaboatão: Adolescente corta pulso em desafio da “Boneca Momo”

Jogo, é semelhante ao desafio da Baleia Azul, que viralizou no ano de 2017,
levando crianças e adolescentes a se mutilarem e até cometerem suicídio. (JC Online).

A Polícia Civil está investigando mais um caso do desafio da Boneca Momo aqui em Pernambuco. A nova vítima é uma adolescente de 13 anos que feriu o pulso com uma lâmina de apontador de lápis, no bairro da Curcurana, na cidade de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana da capital, Recife.

Segundo as informações da Polícia Civil, a adolescente mora com os avós, que perceberam algumas mudanças no comportamento da neta nos últimos sete dias. Alertada pelos pais, a mãe da jovem descobriu os ferimentos no pulso da filha. “Ela se levantou e correu para o banheiro toda enrolada pra ninguém ver. Mas eu vi o sangue e disse ‘deixa eu ver seu braço’ e ela disse ‘não, mãe, eu me cortei com a unha’, mas eu puxei o braço dela e vi a lâmina”, contou a mãe da vítima, que preferiu não se identificar.

No celular da adolescente, a mãe encontrou uma conversa, em uma rede social, com um perfil da Boneca Momo. O dono do perfil teria ameaçado a menina caso não cumprisse o desafio de cortar o próprio pulso. A conversa foi deletada. A mãe e a jovem prestaram queixa e depoimento na Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA) de Jaboatão. O aparelho de celular foi apreendido e deve ser submetido a uma perícia. A adolescente será acompanhada por uma psicóloga. “Enviamos ao Instituto de Criminalística (IC) para tentar recuperar algumas informações, pois a conversa foi apagada pela família. Então nós enviamos para descobrir o perfil que estava conversando com ela”, afirmou a Delegada Vilaneida Aguiar, responsável pela investigação.

O jogo da Boneca Momo é semelhante ao desafio da Baleia Azul, que viralizou no ano de 2017, e levam crianças e adolescentes a se mutilarem e até cometerem suicídio. O tutor do desafio faz exigências a partir da construção do terror psicológico.

Desafio pode ter causado a morte de um menino de 9 anos   - Arthur Luis Barros dos Santos, de nove anos, foi encontrado desacordado pela mãe no dia 15 de agosto, no quintal de casa, amarrado a uma árvore por um fio de náilon enrolado no pescoço. "Fiz manobra e respiração boca a boca. Ele começou a vomitar o jantar e os vizinhos que estavam jogando dominó na calçada correram e socorreram ele com o pai", contou a mãe e professora Jane Nascimento, em entrevista ao Jornal do Commercio.

O menino morreu 16 horas após ser encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Torrões. Ele chegou a ser transferido para um hospital particular na Ilha do Leite, na área central do Recife, mas não resistiu.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário