sábado, 11 de agosto de 2018

São Lourenço: Câmara repudia Johnny Hooker e Daniela Mercury

“Como cristãos nos sentimos ofendidos com as falas dos artistas, como por exemplo, chamar Jesus 
de travesti”, destaca o vereador Leonardo Barbosa (SD), autor da propositura. (Blog do Jamildo).

A Câmara Municipal de São Lourenço da Mata (RMR) aprovou, na última semana, um voto de repúdio aos cantores Johnny Hooker e Daniela Mercury. O motivo, as supostas ofensas cometidas por eles à fé cristã de mais de 180 milhões de Brasileiros, durante suas apresentações na 28ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), nos últimos dias 21 e 27 de julho, respectivamente. Subscreveram a moção os 15 parlamentares.

Autor da propositura, o vereador Leonardo Barbosa, que integra os quadros do SD (foto, acima), considerou “imoral” a atitude dos artistas e, segundo ele, foi ofensivo e desnecessário. “Como cristãos nos sentimos ofendidos com as falas dos artistas, como por exemplo, chamar Jesus de ‘travesti’, um absurdo, além de ser crime vilipendiar publicamente um ato ou objeto de culto religioso, previsto no Art. 208 do Código Penal”, disse.

Assim como Leonardo, o atual presidente da Câmara de Vereadores de São Lourenço da Mata, o vereador Denis Alves (PP), comentou a apresentação dos cantores, em tom critico. “Não há dúvida que as falas dos artistas tiveram o intuito de ridicularizar a fé cristã, ferindo amplamente o respeito ao culto religioso ao equiparar Jesus com um travesti. E nós, não poderíamos nos calar frente a isso”, argumentou.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário