sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Mendonça desafia Paulo Câmara a expor críticas frente a frente

Para ex-ministro, Paulo busca ganhar a eleição “pendurado no pescoço de Lula”. Segundo Mendonça, o
Governo de PE não sofreu nenhuma discriminação por parte do Presidente Temer. (Blog do Jamildo).

O deputado federal e candidato ao Senado Mendonça Filho (DEM) subiu o tom e desafiou o governador Paulo Câmara (PSB) a encontrá-lo frente a frente no Palácio das Princesas ou fora dele para o socialista a demonstrar que o governo estadual foi descriminado pela gestão dele no comando do Ministério da Educação. Visivelmente irritado, Mendonça falou que o discurso de Paulo é “fake news” e que o adversário quer ganhar a eleição “pendurado ao pescoço” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Nós investimos como ministro da Educação 3 bilhões de reais. Eu desafio, inclusive, o governador, se ele quiser amanhã marcar comigo, para fazer um comparativo qualquer época na historia do Brasil que alguém tenha investido mais em educação do que a minha pessoa. Ele basta marcar o horário, no Palácio, fora do Palácio, eu desafio ele a demonstrar que Pernambuco foi descriminado em qualquer item, em qualquer área. Isso é uma fake news, isso é uma mentira deslavada”, disparou o deputado, pouco antes de entrar nesta quinta-feira (16), na missa realizada na Igreja de Nossa Senhora da Conceição.

A celebração fechou a agenda do primeiro dia de campanha de rua do chapa encabeçada pelo senador e candidato ao governo Armando Monteiro Neto (PTB), o candidato a vice, vereador Fred Ferreira (PSC), e o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), outro postulante à Casa Alta. Todo os três estiveram junto com Mendonça no ato.

Mendonça chamou de “farsa” o apoio de Paulo Câmara ao ex-presidente Lula e disse que o socialista tem uma postura “covarde”. “Não vou engolir mentira. Se ele quer ganhar eleição, venha com práticas limpas e falando a verdade. Não sou moleque para ouvir este tipo de postura, sórdida e covarde de uma pessoa que quer ganhar uma campanha pendurada no pescoço de Luiz Inácio Lula da Silva. Isso é uma farsa. Essa farsa eu vou combater porque eu não tenho covardia para combater qualquer luta”, disparou.

Mendonça ainda criticou o prefeito da capital pernambucana, Recife, Geraldo Julio (PSB) por obras que, segundo ele, tiveram os recursos garantidos pelo Ministério da Educação (MEC), mas não foram executadas por problemas não solucionados pela prefeitura. “Aqui no Recife seis creches de responsabilidade da prefeitura não foram iniciadas por conta da indisponibilidade do registro dos terrenos. Isso é lamentável, afirmou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário