quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Izaías: "Geraldo Júlio e Paulo Câmara foram contra Lula e Dilma"

Segundo Prefeito, defesa dos Petistas que vem sendo feita pelos dois socialistas, não passa de 
oportunismo. Em 2014, eles apoiaram Aécio Neves e em 2016, o impeachment de Dilma.

Coordenador da campanha presidencial do tucano Aécio Neves em 2014 contra a presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), aqui no Estado de Pernambuco, Geraldo Júlio (PSB), atual Prefeito da capital, Recife, foi apontado nesta quarta-feira (15) pelo prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), como um dos principais articuladores da manobra que viabilizou a chega de Michel Temer à Presidência da República. 

"Essa turma do PSB entende muito de Temer, até porque Paulo Câmara e Geraldo Júlio são vice-presidentes nacionais do PSB e o partido votou a favor do impeachment. O povo tem memória e lembra que Geraldo Júlio disse que Dilma não fazia bem, que era a favor do impeachment e que Lula tinha raiva do povo. Agora ele aparece na TV defendendo Lula, não passa de oportunismo”, destacou Régis em contato com o Blog do Gidi Santos.

Izaías recorda a decisão do PSB de liberar dos cargos os secretários que estavam licenciados da Câmara dos Deputados só para reassumir seus mandatos e votar a favor do impeachment e do atual Presidente Michel Temer, contra Dilma. "Paulo e Geraldo agora querem fazer esse jogo por desespero, para justificar o novo golpe que deram, desta vez contra outra mulher, contra a candidatura de Marília Arraes", afirma Izaías.

O prefeito também questionou os dados citados por Geraldo no Roda Viva. “Ele disse que a segurança vai bem, mas no ano passado foram assassinadas 5.426 pessoas. O interior está amedrontado com os assaltos a banco e Pernambuco bateu todos os recordes do desemprego. Paulo é o pior governador que nosso estado já teve”.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário