sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Avaliação "Ruim/Péssimo" de Paulo ganha de sua intenção de voto

Segundo levantamento do Ipespe, Câmara soma 30% de intenção de voto, 
contra 60% de avaliação Ruim/Péssimo, somado a metade do quesito "regular".

Atualizada as 15:05: E segue repercutindo a pesquisa de intenção de voto realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), em parceria com o jornal Folha de Pernambuco, divulgada na última quarta-feira (15). Desta vez, destaque para um retrato do levantamento que indica a avaliação da atual gestão Paulo Câmara (PSB), candidato a reeleição ao Governo do Estado de Pernambuco, este ano.

Segundo dados divulgados pela versão impressa do jornal Folha de Pernambuco, edição da última quarta-feira (15), a que o Blog do Gidi Santos obteve acesso, somadas, as avaliações “Ruim/Péssimo”, mais a metade do quesito "regular", considerado por avaliações científicas como péssimo, a rejeição ao Governo Paulo Câmara chega a 60%, sendo portanto, superior a sua intenção de voto, que é de 30%.

Esse indicativo, revela um descontentamento considerável, que está diretamente ligado a intenção de voto, muito embora na mesma reportagem, o jornal revele outros números, onde, segundo levantamento do Ipespe, os quesitos “Ótimo/Bom”, juntos a outra metade de "regular", representam 36% de avaliação positiva de Câmara.

Reflexo nas urnas - Com rejeição acima da intenção de voto, abre-se um precedente para derrocada do eleitorado de Câmara, que insatisfeito, pode buscar outra candidatura, que seja considerada viável. Essa parcela que não aprova a forma como vem sendo gerido o Estado, pode migrar para as mais distintas candidaturas, todavia, com maior força, em tese, para a do senador Armando Monteiro, que polariza a eleição deste ano com Paulo.

          Veja, abaixo, os números do levantamento; considerando como forma de avaliação científica, a divisão do quesito "regular" que obteve 40% de sinalização, indo metade delas para rejeição "Ruim/Péssimo", e metade para aprovação "Ótimo/Bom".
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário