segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Álvaro: “Paulo usa dados de Eduardo pra esconder o que não fez”

Na eleição passada, de acordo com deputado, atual governador prometeu construir quatro hospitais 
no interior do Estado. Porto: “Não entregou nenhum e agora culpa a crise nacional pelo fracasso”.

O deputado estadual Álvaro Porto (PTB) questionou as afirmações feitas por Paulo Câmara nesta segunda-feira (20) em sabatina promovida pela Rádio Folha, do Recife. Segundo Álvaro, Paulo utiliza dados do passado, das ações realizadas nos governos Eduardo Campos, para tentar esconder as obras paradas e as promessas não cumpridas.

“Ele se agarra aos números de Eduardo porque não consegue defender a própria gestão, que é fraca e ineficiente. Fala em ações que já têm 10 anos, fala no que Eduardo fez pra esconder o que não vem fazendo”, avalia Porto, que este ano, disputa reeleição na Alepe. Além disso, afirma o deputado, Paulo lança no ar dados que não são verdadeiros para tentar empurrar para outros a culpa pelos graves erros que cometeu nos últimos anos.

Um dos exemplos, segundo aponta o deputado petebista, é a quantidade de UPAs em Pernambuco. Paulo afirmou que o estado tem a maior rede de UPAs do Nordeste. Na realidade, ele conta com 15 UPAs, enquanto o Ceará com 34, sendo 22 administradas pelo governo estadual e mais 12 municipais. “Para tentar enganar e confundir as pessoas, Paulo foi além, afirmou categoricamente que Pernambuco tem a menor taxa de mortalidade infantil da sua história. No entanto, os dados do Ministério da Saúde mostram que houve um aumento de 8,27% nos indicadores entre 2015 e 2016. A média nacional nesse período foi de 4,8%”, destaca Porto, que na Alepe, o cupa a 4ª secretária da mesa diretora da casa.
.

Álvaro lembra ainda, que o atual governador disputou a eleição passada prometendo construir quatro hospitais no interior do Estado, um inclusive, aqui em Garanhuns, o Mestre Dominguinhos. “Não entregou nenhum e agora culpa a crise nacional pelo fracasso. Mas vejam só: mesmo em tempos de crise, Pernambuco teve a maior arrecadação de impostos de toda a sua história e ainda assim os investimentos caíram pela metade, quando comparamos com os dados de 2013”, analisa o parlamentar.

O deputado constatou que os dados da segurança são ainda mais desastrosos para Pernambuco. “Paulo culpa o tráfico de drogas pelo aumento dos homicídios. Mas a verdade é que ele abandonou o Pacto pela Vida e Pernambuco, infelizmente, fechou 2017 com um recorde de homicídios: 5.426 homicídios, recorde histórico desde 2004 e 55% maior que o total do Estado de São Paulo, onde ocorreram 3.503 mortes, apesar de ter uma população cinco vezes maior que pernambucana”, acrescenta Porto.

Quanto à infraestrutura, outro tema abordado na entrevista, Álvaro Porto lembrou que a Confederação Nacional dos Transportes fez uma avaliação de estradas em vários estados brasileiros e constatou que 81% das rodovias do Estado são ruins ou péssimas. “Paulo, que raramente sai do Palácio para ver a vida real, parece desconhecer como vivem as pessoas de verdade. Nossa gente não mora em nenhuma planilha produzida na véspera da eleição. As pernambucanas e os pernambucanos vivem num Estado que detém a segunda maior taxa de desemprego do país, que mata mais que qualquer guerra e onde não há saúde. Um lugar onde o Governo oferece apenas justificativas, ao invés de soluções”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário