terça-feira, 24 de julho de 2018

Projeto Panela de Barro valoriza gastronomia local durante o FIG

No último sábado (21) e domingo (22), projeto promoveu uma roda de diálogo
com o Chef Timóteo Domingos. (Secom/PMG – Foto: Camila Queiroz).

O Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) promove, anualmente, projetos em diversos âmbitos da cultura, entre eles, a gastronomia. Em sua 28ª edição, o projeto “Panela de Barro: Cultura no Prato” está valorizando a cultura gastronômica local, com produção de receitas, lançamentos de livros e exposições de panelas de barro. Na tarde de ontem (23), foi realizada uma oficina de produção de doce de caju, ministrada pelo Chef Costa. O polo de Gastronomia está localizado no Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns (IHGCG).

A pernambucana Clarice da Rocha mora em Garanhuns há 15 anos e explica a importância de prestigiar o Festival de Inverno de Garanhuns. “Participar dessa oficina é ótimo porque é uma troca de experiências. Principalmente por ser culinária da nossa terra, acaba aumentando a nossa bagagem de conhecimento”, enfatizou. 

Além da oficina, o projeto Panela de Barro: Cultura no prato também promoveu no sábado (21) e no domingo (22), uma roda de diálogo com o Chef Timóteo Domingos, Celerino Carriconde, Diana Mores, Ana Araújo e Adriano Borges. “O intuito desse projeto é gerar uma harmonia entre o barro e a culinária. Nesta oficina, ensinamos como é possível fazer várias receitas usando panelas de barro”, explicou.

O show “Garanhuns e a Cultura Gastronômico do Agreste Meridional”, com os chefs Timóteo Domingos, Adriana Borges, Costa e Rodrigo Veloso, também foi apresentado a partir de hoje (23) e segue até a quarta-feira (25), das 14h às 17h. A programação do polo gastronômico pode ser acessada, clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário