segunda-feira, 30 de julho de 2018

Partidos abandonam Paulo Câmara para apoiar Armando Monteiro

Com a adesão de três novas legendas, Monteiro soma agora 12 partidos em sua coalizão, enquanto 
que Paulo Câmara, dez siglas em sua base de apoio. (Estadão Conteúdo – Foto: Reprodução).

RECIFE – Em convenção conjunta, PSL, PHS e PRTB formalizaram, neste sábado, 28, o apoio à coalizão "Pernambuco Vai Mudar", liderada pelo senador e pré-candidato ao governo do Estado pelo PTB, Armando Monteiro. O evento contou também com a presença de dirigentes do PSDC, que também aderiu à decisão do bloco. Com a decisão, as quatro siglas abandonaram aliança do atual governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), pré-candidato à reeleição, a quem manifestavam apoio anteriormente.

Com a decisão anunciada ontem, o petebista soma agora 12 partidos em sua coalizão enquanto o pessebista tem dez siglas em sua base de apoio. “Não se trata apenas de um grupo numérico, mas qualificado. A gente vai ampliando a frente com trabalho e dialogando com os partidos. Acho que essa frente vai se encorpando com o sentimento de que Pernambuco quer mudar. Pode ficar certo de que até a data da convenção (4 de agosto) nós vamos registrar novos apoios”, declarou Monteiro.

Pela manhã, o petebista participou, na sede do PSDB aqui no Estado de Pernambuco, do anúncio oficial do deputado federal Bruno Araújo, ex-ministro das Cidades do governo Michel Temer (MDB), como candidato a senador, que comporá chapa ao Senado com o Ex-Ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM). A última vaga na majoritária na chapa de Monteiro, a de vice-governador, é disputada entre o deputado estadual do PSC André Ferreira, e o deputado federal pelo PPS Daniel Coelho.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário