segunda-feira, 2 de julho de 2018

Hadad, e não lula, deve ser o candidato a Presidente pelo PT

Segundo Correio Braziliense, oficialização da candidatura de Haddad, só será feita depois de o Tribunal
Superior Eleitoral (TSE) declarar Lula inelegível. (Diário de Pernambuco / Foto: Nelson Almeida/AFP).

A insistência do PT com a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso e impedido de concorrer pela Lei da Ficha Limpa, parece ter chegado ao fim, segundo publicou o Jornal Correio Braziliense. Movimentos internos no partido indicam que o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad poderá viabilizar-se como pré-candidato da legenda à Presidência da República em breve. Haddad foi convocado para detalhar o plano de governo do PT, que será apresentado durante a campanha e mantido caso Lula seja impedido pela Justiça de participar do pleito.

As diretrizes do plano de governo permanecem em sigilo pela cúpula do partido, mas assessores informaram ao Correio que as grandes preocupações do PT são segurança e economia. A oficialização da candidatura de Haddad, vista como certa, só será feita depois de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) declarar Lula inelegível. Contudo, o ex-prefeito já aparece em pesquisas de intenção de voto, como a divulgada semana passada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com o Ibope. No levantamento, Lula tem 33% e, em um cenário sem ele, Haddad registra 2%. 

Lula está cada vez mais próximo de Haddad e já detalhou a ele suas ideias. Para facilitar a conversa, o ex-presidente decidiu que Haddad passará a integrar a equipe de advogados que irá representá-lo junto ao TSE. O ex-prefeito é formado em Direito pela Universidade de São Paulo (USP), mas o objetivo está longe de ser aproveitar o seu conhecimento jurídico. A principal vantagem é que, graças ao fato de ser advogado de Lula, Haddad passa a ter o direito de visitar Lula todos os dias na sede da Polícia Federal em Curitiba, e pode receber orientação constante do mentor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário