quinta-feira, 5 de julho de 2018

Garanhuns: Instituto Histórico terá vasta programação no FIG

Todas as ações, que serão abertas ao público, terão entrada gratuita e ocorrerão no 
casarão-sede e na área externa do Polo do Instituto. (Foto: Leonardo Ferreira / LF Stúdios).

Este ano, o Instituto Histórico, Geográfico e Cultural de Garanhuns (IHGCG) renovará sua participação na 28ª edição do Festival de Inverno (FIG) com uma programação especialmente preparada para o evento. Entre as ações, segundo informa o Instituto, contam-se mostras de artes plásticas, gastronomia e teatro, recital de canto gregoriano, lançamentos de livros e palestras sobre temas literários e históricos. 

A programação terá início já na sexta, dia 20, com apresentações teatrais a cargo dos alunos das redes privada e pública do município, a convite da Secretaria de Educação. No sábado, dia 21, ocorrerá o lançamento do primeiro número da Revista “Ruber”, do Instituto, contendo artigos de colaboradores, transcrições póstumas e relatórios institucionais. Na ocasião, além da presidente Ivonete Batista Xavier, fará uso da palavra o colaborador Michel Zaidan Filho, professor do Departamento de História da UFPE. 

No domingo, dia 22, o “Casarão de Souto Filho” receberá os religiosos do Mosteiro de São Bento para um belo recital de canto gregoriano. Já na segunda, dia 23, será a vez de os escritores Jodeval Duarte, Nivaldo Tenório e Paulo Gervais conversarem sobre a vida e a obra da escritora Luzinette Laporte, que nos deixou recentemente. Na ocasião, o Instituto e a Academia de Letras de Garanhuns prestarão uma homenagem à escritora. 

Luzinette Laporte ainda será homenageada no dia seguinte (terça, 24), na primeira incursão do Instituto na Praça da Palavra, a convite do SESC. Na quarta, dia 25, o escritor Ígor Cardoso fará palestra sobre o pesquisador Alfredo Leite Cavalcanti, por ocasião dos 50 anos de lançamento da clássica obra “História de Garanhuns”. 

Na quinta, dia 26, o Instituto fará nova incursão na Praça da Palavra, desta vez, com os sócios Carlos Guedes, Cláudio Gonçalves e Ivonete Xavier, que dialogarão sobre as “Imagens da Cidade”. Ainda na quinta, à noite, será realizada a aguardada palestra “A Bala e a Mitra”, da escritora Ana Maria César, sobre o trágico assassinato de Dom Expedito Lopes, ocorrido 61 anos atrás, no mesmo mês do FIG, julho de 1957. 

Na sexta, dia 27, em um dos pontos altos da programação, a imortal da Academia Pernambucana de Letras (APL), Luzilá Gonçalves Ferreira, que já foi homenageada pelo FIG, lançará o também bastante aguardado romance “Simoa e seu Avô Desalmado”, sobre a fundadora de Garanhuns, obra que vinha sendo produzida há três anos. 

Além disso, entre os dias 21 e 27 de julho, o projeto de gastronomia intitulado “Panela de Barro: Cultura no Prato”, sob a curadoria de Ana Cláudia Frazão, trará para o "quintal" do Instituto oficina com mestres louceiras; palestra e oficina com Timóteo Domingos, sobre o uso da palma na alimentação, com mostra e comercialização de produtos à base desse insumo; e diversas outras ações, que contarão com a participação, entre outros, de Adriana Borges, Celerino Carriconde e Diana Hores. 

Durante todo o evento, o Instituto ainda sediará uma mostra de artes plásticas dos artistas Jader e Maurilo Cysneiros, além de uma Feirinha de Livros, na qual serão disponibilizados títulos do programa editorial do Centro de Estudos de História Municipal, entre eles, os últimos exemplares da “História de Garanhuns”, de Alfredo Leite Cavalcanti. 

Todas as ações serão abertas ao público, terão entrada gratuita e ocorrerão no casarão-sede e na área externa do Polo IHGCG, localizado na Praça Dom Moura, nº. 44, no Centro, ao lado do antigo Fórum (Casa Galeria Galpão).
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário