segunda-feira, 30 de julho de 2018

Entrevista: Armando defende fortalecimento do Festival de Inverno

"O FIG é mais que um evento de Garanhuns. É de todo o Estado. É algo que fortalece a economia, 
que engrandece Pernambuco", destacou Monteiro em sua fala na Rádio Marano FM, na última sexta (27).

Em visita à maior cidade do Agreste Meridional, na última sexta-feira (27), o pré-candidato ao governo do Estado pela frente "Pernambuco Vai Mudar", Armando Monteiro (PTB), defendeu o fortalecimento do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). Na visão do senador, é necessário mais investimentos no evento, que chegou em 2018 à 28ª edição, por parte dos órgãos estatais ligados à cultura e ao turismo. 

"Pernambuco tem uma pluralidade na sua expressão cultural. O governante têm que entender que a cultura é um diferencial competitivo", afirmou Armando, em entrevista à Rádio Marano FM, ao lado dos deputados federais e pré-candidatos ao Senado Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB). "O FIG é mais que um evento de Garanhuns. É de todo o Estado. É algo que fortalece a economia, que engrandece Pernambuco", complementou o pré-candidato a governador, que lidera a coalizão de oposição "Pernambuco Vai Mudar".

A fala de Armando foi reforçada pelos seus companheiros de chapa. "É preciso mais diálogo com a Prefeitura de Garanhuns. Não se pode chegar com um pacote fechado, discutido no Recife", disse Araújo. Mendonça salientou também a diferença de tratamento entre os artistas locais e os de fora. "Nada contra os que são de fora, muita gente vem vê-los. Mas os artistas pernambucanos demoram meses para receber. Isso acontece também no Carnaval e no São João", enfatizou o democrata.

Na opinião do prefeito Izaias Régis (PTB), o FIG decaiu nos últimos quatro anos. "Fui excluído de várias reuniões para tratar do festival. O evento não oferece condições para que as pessoas que trabalham aqui possam ganhar dinheiro durante o FIG. Ocorreu o mesmo com o São João de Caruaru", disse o prefeito. "Também não recebemos apoio para o Viva Dominguinhos e para a Magia do Natal. Mas isso vai mudar com Armando governador."
.

MAIS PROJETOS - Armando também falou sobre a importância de pleitos antigos de Garanhuns e Agreste. "A duplicação da BR-423 (entre as cidades de São Caetano e Garanhuns) é mais que necessária. Temos um grande desafio, já que este governo não consegue nem mesmo fazer a manutenção das rodovias. Precisamos requalificar a nossa malha viária e ampliá-la", garantiu o pré-candidato, lembrando que, ao longo de seus mandatos como deputado federal e senador, destinou cerca de R$ 17 milhões em emendas parlamentares que se concretizaram em obras para a cidade.

LIDERANÇAS - Armando, Mendonça e Araújo ainda participaram, no auditório do Sesc, do lançamento das pré-candidaturas do ex-deputado federal Carlos Batata (DEM) à Câmara Federal e de Claudiomira Andrade (DEM) à Assembleia Legislativa. "É essencial que a região tenha seus representantes no Legislativo. Batata e Claudiomira têm compromisso com Garanhuns e suas necessidades", afirmou Armando. 

Estiveram presentes lideranças de todo o Agreste Meridional, como vereadores e ex-prefeitos de cidades como Águas Belas, Palmeirina, Paranatama, Canhotinho, Iati, Capoeiras, Caetés e São Lourenço da Mata.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário