sábado, 2 de junho de 2018

Após 48 anos de interpretação, Carlos Villagrán vai aposentar Quico

Villagrán: "Sinto que devo me retirar em respeito ao público e a mim
mesmo". (Diário de Pernambuco – Foto: Vanessa Carvalho/ AFP Arquivo).

O ator mexicano Carlos Villagrán anunciou, nesta sexta-feira, que irá aposentar o personagem Quico, do seriado Chaves. "Sinto que devo me retirar em respeito ao público e a mim mesmo", disse em entrevista à emissora de televisão Televisa. "Deus perdoa, mas o tempo não", completou. Villagrán tem 74 anos.

Esta não é a primeira vez que Villagrán fala em aposentar Quico. Em abril de 2013, ele disse, no programa Agora é Tarde, de Danilo Gentili (à época na Band), que não podia concorrer com ele mesmo "40 anos mais jovem" e que, por isso, faria uma turnê de despedida do personagem. Nesta mesma entrevista, o ator falou sobre sua relação com o Brasil e declarou que, quando morrer, gostaria que suas cinzas fossem trazidas para o país onde até hoje ele é visto como uma celebridade.

Em julho de 2014, Villagrán mudou de ideia e anunciou que voltaria a interpretar Kiko em shows. Justificou que recebeu pedidos de fãs pela internet. "Não tenho nenhum problema de saúde que me limite", argumentou, na época.

Chaves - O seriado mexicano foi ao ar pela primeira vez no dia 20 de junho de 1971. Villagrán deixou o elenco em 1978. Como Roberto Gómes Bolaños, o Chaves (falecido em novembro de 2014), havia registrado o personagem Quico em seu nome, Villagrán passou a se apresentar como Kiko e se mudou para a Venezuela, onde viveu por quase dez anos até retornar para México (de 1997 a 2008 ele morou na Argentina).

Brasil - Chaves foi ao ar no Brasil pela primeira vez em agosto de 1984, no SBT. Se transformou em um fenômeno de audiência. Passados quase 34 anos, passou a ser exibido no Multishow e, no primeiro dia, elevou em 71% a audiência do canal de TV por assinatura

Nenhum comentário:

Postar um comentário