terça-feira, 15 de maio de 2018

Teresa Leitão critica PM por recusar evento do PT: “Intolerância”

Presidente da entidade, justificou a recusa por considerar que o espaço seria usado para ato em defesa 
do ex-presidente Lula, segundo ele: “um criminoso condenado em todas as instâncias”. (Alepe).

A iniciativa do Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar de Pernambuco de cancelar o aluguel do espaço no próximo domingo (20) para um evento de militantes do Partido dos Trabalhadores recebeu críticas da deputada Teresa Leitão (PT), no Pequeno Expediente da Assembleia Legistiva de Pernambuco nesta segunda (14). O presidente da entidade, coronel Josué Limeira, justificou a recusa por considerar que o espaço seria usado para ato em defesa do ex-presidente Lula, e isso “prejudicaria a imagem do clube”, em virtude de o ex-presidente “ser um criminoso condenado em todas as instâncias”.

“Como disse a direção do partido, tudo é pretexto para a intolerância”, avaliou a parlamentar. Segundo Teresa Leitão, o Clube dos Oficiais já foi utilizado por vários sindicatos e, no dia 20, seria ocupado por uma plenária do PT em favor da pré-candidatura da vereadora Marília Arraes ao Governo do Estado.

A deputada informou que a motivação da reunião fora avisada ao clube na assinatura do contrato. “O coronel Limeira acha que onde estiverem dois ou três petistas reunidos não haverá a defesa ao presidente Lula? Essa é uma luta que a nossa militância vai encampar até derrotarmos o golpe”, enfatizou ela durante sua fala em plenário

“Já recebemos a oferta de outros clubes populares para realizar a plenária, nessa mesma data e horário”, frisou Teresa Leitão. A parlamentar também ressaltou que a reunião não infringiria a legislação eleitoral, pois seria um evento fechado, e o PT ainda nem sequer confirmou qual seria seu candidato ao Governo Estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário