domingo, 6 de maio de 2018

Sem Lula, Bolsonaro lidera pesquisa seguido por Marina e Barbosa

Pré-candidato lidera pesquisa em dois cenários que excluem o ex-presidente Lula. 
Quando o petista está no páreo, a liderança é dele. (Gazeta do Povo – Foto: Marcelo Andrade).

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) lidera pesquisa de intenção de votos para a presidência quando Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não está no páreo. Levantamento nacional feito pelo instituto Paraná Pesquisas mostra Bolsonaro na frente em dois cenários que excluem o ex-presidente. Bolsonaro aparece à frente de nomes como Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT), Joaquim Barbosa (PSB) e Geraldo Alckmin (PSDB). Quando o nome de Lula aparece como candidato, é o petista que lidera a pesquisa.

No primeiro cenário da pesquisa estimulada, o candidato do PT é o ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. Neste caso, Bolsonaro desponta com 20,5% das intenções de voto. Um indicador que chama atenção é o de eleitores que não escolheriam nenhum dos candidatos desse cenário que é de 17,5% dos entrevistados.

Na sequência, quatro candidatos aparecem com porcentuais muito próximos, que revelam um empate técnico, considerando a margem de erro de 2 pontos para mais ou para menos. Marina Silva tem 12% das intenções de voto, seguida por Joaquim Barbosa (11%), Ciro Gomes (9,7%) e Geraldo Alckmin (8,1%). Ainda foram citados na pesquisa o senador Alvaro Dias (Podemos) com 5,9%, Fernando Haddad (PT) com 2,7%, Manuela D’Ávila (PCdoB) com 2,1%, o atual presidente Michel Temer (PMDB) com 1,7% e o empresário Flavio Rocha (PRB) com 1% das intenções de votos.

O segundo cenário da pesquisa que não considera o ex-presidente Lula também exclui um candidato próprio do PT. Nesse caso, os porcentuais de intenção de votos são muito semelhantes. Bolsonaro segue liderando com 20,7%. Em seguida, a opção nenhum dos candidatos aparece com 17,3%. Marina Silva tem 13,3% das intenções de voto e na esteira aparecem Joaquim Barbosa (11,2%), Ciro Gomes (10,1%), Geraldo Alckmin (8,4%) e Alvaro Dias (6,1%). Manuela D’Ávila, Michel Temer e Flavio Rocha repetem o desempenho do cenário anterior. Nesses dois cenários, ainda foram citados os candidatos Guilherme Boulos (PSol), Henrique Meirelles (PMDB), João Amoêdo (Novo) e Rodrigo Maia (DEM), mas eles não atingiram 1% das intenções de votos.

Lula ainda lidera cenário - Quando o ex-presidente Lula é incluído como candidato, a situação muda. No cenário com Lula, o petista lidera a pesquisa com 27,6% das intenções de voto, mesmo estando preso. Jair Bolsonaro é o segundo colocado, com 19,5% – porcentual semelhante ao que ele tem quando Lula não está no páreo.

O percentual de entrevistados que diz não votar em nenhum dos candidatos cai para 9,6%. Na sequência, o ex-ministro do STF Joaquim Babosa aparece com 9,2%, seguido por Marina Silva (7,7%), Geraldo Alckmin (6,9%), Ciro Gomes (5,5%) e Alvaro Dias (5,4%). Ainda aparecem na pesquisa Manuela D’Ávila (1,2%) e Michel Temer (1%). Neste caso, Flavio Rocha, Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo e Rodrigo Maia foram citados, mas não atingiram 1% das intenções de voto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário