quinta-feira, 10 de maio de 2018

Barbosa após desistir de candidatura: “Eleição não mudará Brasil”

Em entrevista, ex-ministro do STF ainda revelou que planeja estar fora do Brasil no dia 
da eleição, em outubro. Assim, não votará para presidente. (Agência Brasil – Foto: Reprodução).

Para o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que anunciou na última terça-feira (8) sua desistência de concorrer à Presidência da República, este pleito não irá mudar o Brasil, pois de acordo com ele, o país tem problemas estruturais gravíssimos, como sociológicos, históricos, culturais, econômicos.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, Barbosa disse ainda temer que a escolha do novo mandatário brasileiro aprofunde as desigualdades sociais, já que segundo ele, “grupos que são indiferentes vão se unir para dominar o processo eleitoral deste ano”. “Se uniriam contra mim, não tenho dúvidas." Ao jornal o ex-presidente do Supremo afirmou que não vê "glamour na vida de quem tem poder" e que não morre de amores pelo poder.

Ao falar sobre sua entrada no Partido Socialista Brasileiro (PSB), disse que se filiou dentro do prazo para quem deseja concorrer a um cargo, porque até então ainda tinhas dúvidas sobre seguir ou não a carreira política. Lamentou que o sistema eleitoral do país não permite candidaturas avulsas. Também contou que planeja estar fora do Brasil no dia da eleição, em outubro. Assim, não votará para presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário