terça-feira, 3 de abril de 2018

Marília: “PSB não faz sinalização contra criminalização de Lula”

Durante passagem por Garanhuns em março, pré candidata ao Governo do Estado declarou ainda, 
que acaso ocorra uma aliança nacional entre PT e PSB, ela pode não ocorrer aqui em PE.

Quando esteve em Garanhuns, no sábado 10 de março, e ao tomar café da manhã com profissionais de imprensa da região Agreste Meridional, no Garanhuns Palace Hotel, a vereadora do Recife Marília Arraes (PT), pré-candidata ao Governo de Pernambuco, disse aqueles que a cercavam na ocasião, que nada tem contra a possível aliança PT/PSB em esfera nacional, como se projeta com frequência, por ambas as legendas.

Contestou, porém, que ela se viabilize, já que sob sua ótica, o Partido Socialista Brasileiro não faz nenhum aceno público, a fim de combater aquilo que ela acredita estar sendo empreendido contra o ex-presidente Lula: uma criminalização descabida. Marília se referia naquele momento, as denúncias apresentadas em esferas judiciais, cuja pretensão, de acordo com ela, é a de banir o ex-presidente da vida pública e política do país, por intermédio de julgamentos que não apresentem as devidas provas condenatórias.

Para a vereadora da capital pernambucana, a perseguição a Lula, que em 2016 também foi dirigida a Dilma, que neste segundo caso, teve sua consumação no episódio do impeachment, ocorre devido ao fato do país ter colocado o “Estado Nacional Brasileiro”, o Governo Federal, a serviço de quem mais precisa, algo, que de acordo com ela, contrasta com aquilo que querem as elites políticas corrompidas e corruptoras do país.

Embora não se oponha a aliança nacional entre PT e PSB, a petista disse aqui em Garanhuns, que isso não necessariamente formará uma coalizão entre as legendas aqui no estado, o que na prática, estava dizendo Marília, fará com que ela possa se viabilizar como candidata de Lula ao Palácio do Campo das Princesas. Segundo a vereadora, na viagem que fez a São Paulo, ela trouxe em sua bagagem o aval do ex-presidente para sua postulação. “ Ganhe a estrada e abra caminho a candidatura”, teria dito Lula a Marília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário