sexta-feira, 13 de abril de 2018

Marília Arraes condena “oportunismo” do PSB e de Paulo Câmara

Pré-candidata ao Governo de Pernambuco se refere ao fato do atual Governador Paulo Câmara
 ter ido visitar o ex-presidente Lula em Curitiba, na Polícia Federal. (Blog do Folha – Foto: Divulgação).

Disposta a viabilizar sua candidatura a governadora de Pernambuco, a vereadora da capital pernambucana, Recife, Marília Arraes, do Partido dos Trabalhadores (PT), voltou a criticar o governador Paulo Câmara e seu partido, o PSB. Ao comentar sobre a visita do socialista ao ex-presidente Lula, na edição do Folha Política desta quinta (12), a petista afirmou que o gesto, na verdade, não passa de “oportunismo” e que o gestor tenta a todo custo “surfar” na popularidade do ex-presidente. “É válido qualquer apoio que tenhamos de aliados ou não. O gesto de Paulo Câmara foi bom. mas foi oportunista. Ficou muito claro para a população que foi um oportunismo muito grande, tanto de ir visitar Lula quanto de a bancada procurar José Dirceu para conversar”, afirmou Marília.

O ex-ministro de Lula, José Dirceu, se encontrou nesta quarta (11) com lideranças do PSB, como os deputados federais Danilo Cabral e Tadeu Alencar, para falar sobre a possibilidade de aliança com o PT na eleição deste ano. Mas esta possibilidade, que pode enterrar os planos de Marília, sofre resistência de algumas alas do ninho petista, que defendem uma candidatura própria, e mais em especial a de Arraes.

“Não sei se nossa pauta com Zé Dirceu foi essa especificamente. Não tenho nenhuma confirmação que tenha havido essa pauta. Mas isso só mostra o desespero deles, de tentar amenizar um desgoverno em Pernambuco, com um governo que está desgastado e sem rumo, que não sabe para onde vai. Parece que Paulo não quer ser candidato de novo. A gente vê no semblante dele. É uma tentativa de procurar popularidade de Lula para amenizar o desgaste, com o intuito de retirar nossa candidatura, que está se mostrando competitiva e comprometida com nosso campo político. Diferentemente deles que apoiaram o impeachment (da ex-presidente Dilma Rousseff) e outros grandes retrocessos que estão acontecendo no Brasil”, colocou a pré-candidata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário