terça-feira, 24 de abril de 2018

Foragido, ex-prefeito de Rio Largo, em Alagoas, é preso no Recife

Político foi condenado a 16 anos e dois meses, pelos crimes de apropriação de bens públicos, 
falsificação de documentos, fraude em licitações dentre outros. (Folha-PE – Foto: Jornal de Alagoas).

O ex-prefeito de Rio Largo, no Leste de Alagoas, Antônio Lins de Souza Filho (PSB), conhecido como Toninho Lins, foi preso no final da tarde dessa segunda-feira (23), quando saía de um apartamento no bairro da Torre, na Zona Oeste do Recife. O político foi condenado a 16 anos e dois meses de prisão em 26 de fevereiro pelos crimes de apropriação de bens públicos, falsificação de documentos, fraude em licitações e outros, segundo a Polícia Federal (PF). Ele estava foragido desde março quando teve sua prisão decretada pelo Tribunal de Justiça de Alagoas. 

Toninho deverá ser conduzido escoltado ao estado vizinho nesta terça-feira (24), onde será entregue ao sistema carcerário e ficará à disposição da Justiça. A prisão, fruto de parceria entre as superintendências da PF de Alagoas e Pernambuco, aconteceu dentro do âmbito da Operação Procurados, em ação desde 2010. O juiz Maurílio Ferraz deferiu pedido da Procuradoria para dar início à pena provisória.

A polícia tentou localizar o ex-gestor que aguardava em liberdade o julgamento de um agravo em recurso especial no Superior Tribunal de Justiça (STJ). A Procuradoria Geral da Justiça do Estado de Alagoas (PGJ-AL) protocolou o início da execução provisória da pena, mas Toninho argumentou que a decisão só teria efeito depois do trânsito em julgado. Após a prisão, o ex-prefeito foi conduzido à sede da Polícia Federal aqui em Pernambuco, situada no Bairro do Recife, na área central da Capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário