quinta-feira, 22 de março de 2018

Paulo: "Tempo de TV, não é fundamental para ganhar uma eleição"

Fala do atual Governador, diz respeito ao fato do MDB ter ido para oposição em Pernambuco, 
após a Executiva Nacional dar o comando da legenda ao Senador Fernando Bezerra Coelho. ( JC Online).

Após ver o MDB ser levado para a oposição pelo senador Fernando Bezerra Coelho, o governador Paulo Câmara (PSB) disse ontem, última quarta-feira (21) que o tempo no guia eleitoral de TV e rádio não é “fundamental” para se vencer uma eleição. A mudança no posicionamento do MDB pode fazer com que a frente de oposição aqui no estado, intitulada de "Pernambuco Quer Mudar" tenha mais tempo de propaganda nas mídias do que a Frente Popular, coligação do chefe do executivo Estadual. Paulo disse ter certeza que o deputado federal Jarbas Vasconcelos e o vice-governador Raul Henry vão reverter na Justiça a perda do comando da sigla e garantiu que estará com os dois na campanha.

“O tempo de televisão é importante? É. Mas não é definitivo, nem fundamental para ganhar uma eleição. Se não tiver proposta, se não tiver ideias e se não tiver trabalho, não se ganha eleição”, afirmou o governador. “A Frente Popular aqui de Pernambuco, temos que lembrar, já ganhou eleições com muito tempo de televisão, com pouco tempo de televisão. O que vale é o trabalho, a transparência e as ideias”, ressaltou.

Questionado se o PT é uma alternativa para compor o tempo de TV e rádio, Paulo disse que não está preocupado ainda com as questões eleitorais. “Quem a gente puder juntar em favor do nosso projeto, nós vamos juntar, vamos atrás”, adiantou apenas. O governador também alfinetou Fernando Bezerra Coelho. “Não tem o que avaliar. As próprias ações do senador Fernando falam por si só. É só ver todo o histórico dele de vida e de 2015 para cá, as contradições dele. Mais à frente isso vai ser avaliado pela população”, disparou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário