quinta-feira, 29 de março de 2018

Professores de Garanhuns recebem reajuste maior que os de PE

Segundo Prefeito Izaías, aumento concedido à categoria por sua gestão, “é quase duas vezes
maior que o oferecido pelo Governo de Pernambuco para os professores do Estado!"

Atualizada em 29/03/2018 as 20:35 

       A polêmica que envolve a definição do reajuste salarial dos professores da rede municipal de ensino aqui de Garanhuns volta a atrair atenção da cidade, desta vez, em razão de uma manifestação que partiu do próprio Prefeito Izaías Régis (PTB), postada em uma de suas redes sociais (Facebook), onde o atual chefe do Executivo, alega que o aumento dado aos professores aqui do município, é quase duas vezes maior do que aquele concedido pelo Governo de Pernambuco para os professores do Estado.

De acordo com o Prefeito, Garanhuns, diferente de boa parte dos municípios Brasileiros, reajustou e já colocou em vigor, os salários dos professores de acordo com o Piso Nacional, 6,81%, além do reajuste de 2,94% e 4,00% para professores efetivos que recebem acima do Piso, em ambos os casos, com retroativo a 1º de janeiro de 2018, enquanto que para esses mesmos professores no Estado, o Governo de Pernambuco dará o mesmo percentual de reajuste 6,81% apenas em outubro, e sem pagamento retroativo. 

Além disso, revelou o Prefeito em sua publicação, feita nesta quarta-feira (28), que esse dado, significa que em um ano os professores aqui de Garanhuns terão um acumulo percentual de 38,22%, levando em consideração apenas o menor percentual, já os professores do Estado ficarão apenas com um acumulo de 20,43%, ou seja, a metade do que os professores do município garanhuense estão recebendo.

“Em meio à crise econômica em todo o país, com algumas redes de Educação inclusive atrasando o pagamento de salários, Garanhuns mostra que está valorizando a rede de ensino do município, dentro das suas possibilidades financeiras, pagando, inclusive, para alguns professores, mais de R$ 12.000,00!”, chamou atenção o Prefeito, ao final.
.

O outro lado – Depois que o Prefeito Izaías veio a público defender que os professores da rede municipal de ensino aqui de Garanhuns, obtiveram através de sua gestão, um reajuste quase duas vezes superior aquele que foi dado pelo Governo de Pernambuco aos mesmos profissionais efetivos de educação lotados no Estado, e que ainda sua gestão pagará o retroativo a contar de janeiro deste ano, algo que não fará o executivo estadual, coube ao professor José Maria Costa, que integra a rede de ensino local, reagir a comparação feita por Régis.

De acordo com ele, a proposta apresentada pelo Governo Estadual, foi aprovada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco (SINTEPE), em razão dela não oferecer perdas salariais, redução de carga horaria e ainda corte nos vencimentos, o que defende ele, vem ocorrendo aqui no município, após a aprovação no plenário da Câmara de Vereadores, do Projeto de Lei do Executivo 002/2018, que atualiza o reajuste da grade de vencimentos de Servidores do Grupo Ocupacional Magistério do Poder Executivo Municipal de Garanhuns.

Para o professor, com o PL vigorando, o Executivo não cumpre o Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações da categoria, o chamado PCCR, pois com ele, os valores que deveriam ser pagos aos professores estão sendo invertidos. “Nós merecemos respeito e dignidade por parte da secretaria e governo, porque queremos uma educação de qualidade pra nossos alunos”, disparou ele em resposta a publicação do Prefeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário