sexta-feira, 9 de março de 2018

Daniel Coelho e Bruno Araújo quebram gelo e voltam a conversar

Bruno Araújo: "Estamos conversando, as coisas estão se ajustando e estamos na 
expectativa de que Daniel possa continuar conosco". (Renata Melo – Foto: Divulgação).

Desde novembro, os deputados federais Daniel Coelho e Bruno Araújo, presidente do PSDB no Estado, não se falavam. Naquele mês, houve a convenção da executiva estadual do partido, quando Daniel abandonou o evento após ser impedido de ocupar a tesouraria da legenda, como pretendia. O clima azedou. Mas, ontem, os dois foram à mesa na Câmara Federal. Com o encontro, Daniel reforça as pontes com o PSDB-PE, no momento em que se ventila sua travessia para o PPS. Não necessariamente vai atravessar para as hostes comunistas, assim como nunca descartou manter-se no tucanato. Tanto pode sair, como pode ficar. No entanto, seja qual for o movimento, Daniel admite estar apenas no palanque de oposição no estado, intitulado de "Pernambuco quer Mudar".

Apesar das divergências públicas, Bruno e Daniel vão estar no mesmo palanque. "Se quer ganhar, a oposição não pode estar brigando entre si. Fui no evento do final de semana (em Caruaru) para sinalizar para toda oposição. E, hoje, tive encontro com Bruno para dizer que qualquer divergência política não vai atrapalhar a construção do palanque no Estado", argumenta Daniel. Quando cogita migrar para o PPS, o parlamentar o faz considerando que a sigla estará na oposição, seguindo tendência nacional de alinhamento ao PSDB.

Após a celeuma com Bruno, Daniel acabou sem espaço na executiva estadual. Na nacional, também não ocupa cadeiras, trabalhou para eleger Tasso Jereissati presidente, o que acabou não se consumando. Se isso não deve ser determinante na decisão sobre permanecer ou não no ninho tucano, reconstruir as pontes com o presidente estadual, no entanto, pode ser um ingrediente a facilitar o "fico". À coluna, Bruno também sinaliza para harmonia: "Estamos conversando, as coisas estão se ajustando e estamos na expectativa de que Daniel possa continuar conosco".

Nenhum comentário:

Postar um comentário