terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Temer viaja a SP para decidir novo ministro de Segurança Pública

Em São Paulo, ficam os principais conselheiros de Temer na área jurídica, dentre eles, o advogado 
Antonio Claudio Mariz, daí então o motivo da viagem. (Folha Política – Foto: Alan Santos)

O presidente Michel Temer viaja nesta terça-feira, 20 de fevereiro a capital paulista, São Paulo para fazer novas consultas e possivelmente decidir quem será o novo Ministro de Segurança Pública. De acordo com auxiliares, o presidente deve voltar do Rio no início da tarde, participar de um evento no Palácio do Planalto com representantes das federações de indústria e, no início da noite, embarcar para a capital paulista.

Em São Paulo ficam os principais conselheiros de Temer na área jurídica, como o advogado Antonio Claudio Mariz. A criação da nova pasta é mais uma investida do presidente na agenda de segurança pública. Temer resolveu apostar na temática ao decidir fazer uma intervenção federal na segurança do Rio, na semana passada, e esvaziar o Ministério da Justiça, hoje sob comando do ministro Torquato Jardim.

O novo ministro, que vai chefiar a Polícia Federal, deve ser anunciado nesta semana, mas o presidente ainda tem dúvidas sobre o perfil ideal do novo titular da área. Para evitar uma nova crise com o Congresso Nacional, o presidente Michel Temer considera criar o novo ministério por meio de um projeto de lei em regime de urgência. O Palácio do Planalto já havia preparado o texto de uma medida provisória, que seria publicado nesta semana e cujos efeitos seriam imediatos. As iniciativas, no entanto, precisam ser posteriormente aprovadas pelo Congresso Nacional para que continuem em vigor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário