sábado, 27 de janeiro de 2018

"Garanhuns tem vocação para o turismo, o comércio e a educação”

Frase, é do empresário Givaldo Calado, que na última quarta, reuniu a imprensa local para uma coletiva, e
sobre a Magia do Natal ainda destacou: “Nunca se viu tanta gente em Garanhuns ao longo de 52 dias"

O empresário Givaldo Calado de Freitas, recebeu na manhã da última quarta-feira (24), a imprensa de Garanhuns, para coletiva no  auditório do Monte Sinai Eventos, do Garanhuns Palace Hotel. O objetivo do encontro foi conversar sobre assuntos pertinentes à cidade, sobretudo da esfera turística, com destaque para seus eventos, equipamentos turísticos e ainda, para falar sobre: a "Magia do Natal de Garanhuns”, que ano passado, teve início no dia 10 de novembro e seguiu até 31 de dezembro.

Em suas primeiras palavras na coletiva, Givaldo se referiu ao evento natalino de Garanhuns, "Magia do Natal", como “prova cabal da vocação turística da cidade”. “Nunca se viu tanta gente em Garanhuns ao longo de seus 52 dias. E a nossa economia recebendo um impacto que estava e está a desejar. E o mais importante: esse impacto alcança do chamado flanelinha, ao grande empresário, passando por cinquenta e dois segmentos da nossa economia", destacou Calado, na quarta.

Durante a coletiva, Givaldo também discorreu sobre a economia da cidade, afirmando que a vocação garanhuense está ancorada no turismo, comércio e no ensino. “Temos que investir e tornar Garanhuns de uma vez por todas uma cidade, de verdade, turística. Porque de sua vocação já conhecemos de tempos idos”, frisou o empresário.

Durante a manhã de quarta, Freitas ainda defendeu que novos eventos devem movimentar o município, sobretudo, no início do ano, no primeiro trimestre, já que o Garanhuns Jazz Festival foi extinto, bem como o atual Carnaval de Garanhuns é realizado de forma bairrista, sem alcançar turistas do estado e da região Nordeste Brasileira. O Empresário pretende motivar empresários e o executivo municipal, afim de que o turismo possa receber mais incentivos, afim de fomentá-lo.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário