quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Família e políticos lamentam perda de Armando Monteiro Filho

Durante velório, diversos pernambucanos, dentre esses, alguns empresários, ressaltaram caráter 
e personalidade do ex-ministro da Agricultura. (Folha PE / Fotos: Paullo Allmeida).

Familiares, amigos, políticos, empresários lamentaram, durante o velório, a morte do ex-ministro de Agricultura e empresário Armando Monteiro Filho, nesta terça-feira (2). Inicialmente o velório foi realizado das 16h às 19h na Capela de Nossa Senhora das Graças, no Instituto Ricardo Brennand, na Várzea, Zona Oeste do Recife. No começo da noite, o corpo foi levado em carro funerário para o Cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife, onde o velório seguirá até a manhã desta quarta-feira (3), quando será celebrada missa às 10h. O corpo será cremado em cerimônia para família, às 11h

O pernambucano Armando Monteiro Filho morreu aos 92 anos em casa, por volta das 6h30 desta terça. Genro do ex-governador Agamenon Magalhães e casado com Do Carmo Monteiro, Armando Monteiro Filho dividiu as atividades de empresário com a política. Foi deputado estadual, deputado federal, ministro da Agricultura no governo João Goulart.

No velório, o filho do empresário Armando Monteiro Filho e presidente do Grupo EQM, Eduardo Monteiro, destacou o caráter e a personalidade do pai. "Nós, irmãos, sua família, seus netos e bisnetos estamos ainda sob esse impacto dessa forte emoção. Uma grande figura, homem vasto e generoso, solidário e de muita lhaneza no trato, carinhoso. Muito firme no conteúdo durante toda a sua vida pública, durante toda sua vida empresarial. Eu só guardo coisas muito fortes dele. Ele vai, mas fica o exemplo dele, que, para nós, é imorredor", declarou Eduardo Monteiro.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário