sábado, 27 de janeiro de 2018

Caged: “6,6 mil postos de trabalho foram extintos em PE em 2017”

Recife lidera a lista de cidades pernambucanas com maior número de postos de trabalho extintos 
em 2017, a mais do que em 2016: 5.464. (G1 Pernambuco – Foto: Valdecir Galor/SMCS).

Pernambuco fechou 6.612 postos de trabalho entre janeiro e dezembro de 2017, resultado da diferença entre as admissões e demissões no estado ao longo do ano. Entre os setores que lideram as demissões, estão a construção civil, com a extinção de 3.626 postos formais de trabalho, e o setor de serviços, que contabilizou 3.642 demissões. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), são oficiais e foram divulgados nesta sexta-feira, 26 de janeiro, pelo Ministério do Trabalho Brasileiro.

Recife lidera a lista de cidades pernambucanas com maior número de postos de trabalho extintos, somando 5.464 demissões a mais do que as admissões no ano passado. Em 2016, no entanto, a capital pernambucana fechou mais de 26 mil postos de trabalho, o maior número entre as capitais do Nordeste. Voltando a 2017, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, vem em segundo lugar, com 1.391 postos de trabalho fechados no ano.

Variação negativa em dezembro - O saldo de empregos no mês de dezembro em Pernambuco foi o melhor dos últimos quatro anos, mas, ainda assim, manteve o patamar negativo. O resultado reflete o excedente de demissões em comparação ao número de contratações. A variação mensal, inclusive, supera a anual, com 8.314 postos de trabalho a menos, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Nenhum comentário:

Postar um comentário