quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

UPE firma convênio de cooperação com Universidade dos EUA

Professora, Anu Gokhale, foi a responsável por fechar
acordo entre as Universidades, UPE aqui do estado, e a de Illinóis.

A Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, e o Magnífico Reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), o professor Pedro Falcão (foto acima), receberam na manhã da última terça-feira, 26 de dezembro, a Professora da Universidade de Illinois, Anu Gokhale, para firmar acordo de cooperação técnica entre a UPE e a Universidade norte-americana, para atividades de pesquisa relacionadas com estudos da área de saúde, beneficiando os alunos dos hospitais universitários da UPE.

A professora Anu é coordenadora do programa de tecnologia de sistemas computacionais na Universidade Estadual de Illinois (USA), e está temporariamente locada na Universidade de Pernambuco (UPE) pelo Programa Cátedra Fulbright promovido pela FACEPE. Ela já desenvolve atividades de pesquisa, planejamento em novas metodologias de ensino de Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática and Computação (STEM+C) à distância (juntamente com a UPE e a SECTI).

Intercâmbio – Semana passada, entre os dias 11 e19, em viagem a Pequin, na China, o reitor da UPE junto do diretor do Instituto Confúcio na UPE, Prof. Heldio Villar, participaram da 12ª Conferência Global do Instituto Confúcio. A Conferência Global, que contou com a presença de centenas de diretores dos institutos, recebeu ainda diversos reitores das universidades dos países onde estão instaladas. A viagem reafirmou a política de ampliação das relações internacionais da UPE, que visa estabelecer cooperação acadêmica, científica e cultural entre as instituições acordadas.

Paulo Câmara libera 100% de Emendas para a Adutora do Agreste

Ao total, e diante da articulação de Câmara, R$ 126 milhões de reais foram liberados. “É uma vitória do
Governador, que não mediu esforços para que essa obra seja concluída”, destaca o Presidente da Compesa.

A determinação do atual Governador do estado de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), e as reuniões que teve com o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho (foto a direita), permitiram atingir a meta de liberação de recursos em 2017 para dar continuidade às obras da Adutora do Agreste. Nesta quarta (27), penúltimo dia de expediente bancário neste ano, o Ministério liberou o restante dos recursos da Emenda da Bancada de Pernambuco destinada às obras da Adutora do Agreste, no valor de R$ 58 milhões.

“Conversei na terça (26), por telefone, com o ministro Hélder e mostrei a extrema a importância de entrar em 2018 com obras aceleradas, para que o Agreste pernambucano receba as águas da Transposição do Rio São Francisco até o final de março”, disse Paulo. “No  final  de 2016, tomamos a acertada decisão de solicitar a nossa Bancada que a Emenda Obrigatória fosse integralmente utilizada para dar andamento à Adutora, que como já disse antes, não pode parar. Essa liberação é fundamental para que a Compesa acelere a obra, que é uma das mais importantes para o Agreste Pernambucano", acrescentou  o governador, ao falar sobre a liberação dos recursos, na capital, Recife.

Com esse repasse, 100% da Emenda de Bancada (no valor total de R$ 126 milhões) foi liberado dentro desse exercício. “É uma vitória do governador, que não mediu e não mede esforços para que essa obra – a principal em andamento no Estado – seja concluída”, afirmou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

R$ 83 milhões: Câmara rejeita pedido de empréstimo de Raquel

Em evento no Senac, Prefeita fez um balanço de seu primeiro ano de Governo. Lyra sobre os planos 
para o ano que vem: “Já foram traçados e já sabemos o que tem que ser feito”. (Inaldo Sampaio).

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, que atualmente integra os quadros do PSDB, do ex-ministro Bruno Araújo, aparentemente não se abalou pelo fato de a Câmara Municipal ter rejeitado, na semana passada, seis projetos enviados por ela àquela Casa, entre eles o que pedia autorização para contrair um empréstimo de R$ 83 milhões à Caixa Econômica para investir em obras de infraestrutura. “Eu fui eleita para fazer a diferença e nada vai me desviar do caminho que o povo escolheu”, desabafou a prefeita caruaruense ao fazer um balanço de sua gestão na sexta-feira passada (22) no auditório do Senac Caruaru.

O evento foi prestigiado por secretários municipais e executivos, o vice-prefeito Rodrigo Pinheiro (PSDB), ocupantes de cargos comissionados, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Caruaru, Lula Torres, além de jornalistas. “Os planos já foram traçados e já sabemos o que tem que ser feito. Precisamos agora executá-los. E vamos fazê-lo, apesar de todas as dificuldades”, disse Raquel Lyra.

Presente ao evento, o ex-governador João Lyra Neto proferiu breves palavras sobre o momento político nacional. Segundo ele, “nunca se viu uma crise generalizada como a que o Brasil atravessa hoje. estamos vivendo. Crise financeira, crise política e crise ética”. Por essa razão, acrescentou, é necessário ter coragem para se criar um modelo de gestão diferente, que apresente resultados e atenda ao bem-estar da população.

Gonzaga acredita que Marília e Armando se unirão a Paulo Câmara

Pelo desejo de Patriota, essas lideranças deveriam se juntar para combater a candidatura do senador
Fernando Bezerra Coelho, seu adversário histórico na política de Petrolina. (Inaldo Sampaio).

O deputado Gonzaga Patriota (PSB) previu em Petrolina, neste final de semana, a formação de uma grande frente de centro-esquerda em Pernambuco, nas eleições do próximo ano, para enfrentar o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB) na disputa que será travada pelo governo estadual. Não se sabe se o parlamentar estava falando sério ou fazendo graça quando admitiu o apoio do senador Armando Monteiro (PTB) e da vereadora Marília Arraes (PT) à reeleição de Paulo Câmara.

      Primeiro, porque o estado de Pernambuco inteiro sabe que Armando será candidato a governador e, em segundo lugar, porque Marília já disse publicamente que, mesmo que o Partido dos Trabalhadores (PT), retorne à Frente Popular, ela estará fora desse palanque. Confira agora o que Patriota disse num encontro com jornalistas em Petrolina:

“Eu acho que as coisas vão mudar muito na hora que entrar 2018 e que Paulo Câmara disser que é candidato. Eu acho que a própria Marília Arraes já pode fazer parte do governo, sem ser candidata a governadora. E que o próprio Armando também pode fazer parte da nossa base. Acho que iremos formar uma grande base para ajudar Pernambuco, sem muitos candidatos e sem muita zoada”.

Pelo desejo de Patriota, todas essas lideranças deveriam se juntar para combater a candidatura do senador pernambucano, agora no PMDB, Fernando Bezerra Coelho, seu adversário histórico na política de Petrolina.