sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Izaías desiste dos 5, e agora busca R$ 2 milhões emprestados

No caso de efetuado financiamento junto ao Banco do Brasil, recursos serão utilizados para ações 
no setor de iluminação, a exemplo instalações e substituições de braços de luz em postes.

Depois de retirado de discussão da Câmara de Vereadores de Garanhuns, o Projeto de Lei 034/2017, revisado, e agora sob o número 035/2017, volta a tramitar no Legislativo de Garanhuns, desta vez, aspirando um valor diferente daquele solicitado no mês passado: R$ 5 milhões. Agora, o novo PL proposto pelo Prefeito Izaías, busca a autorização do parlamento local, para que a Prefeitura Municipal contrate um financiamento junto ao Banco do Brasil S.A. no valor de R$ 2 milhões de reais.

Defendo o Projeto proposto por Izaías, que os recursos obtidos junto ao BB, sejam utilizados em ações, que na prática, irão melhorar as vias públicas do município. Essa melhoria, de acordo com o PL, virá através da aplicação desse subsídio na iluminação pública, a exemplo, nos serviços de instalação e substituição de braços de luz nos postes instalados na cidade. Lâmpadas a vapor, serão substituídas por Led’s.

Segundo a proposta, para o pagamento do principal, juros, tarifas bancárias e demais encargos financeiros e despesas da operação do crédito, o Banco do Brasil ficará autorizado a debitar na conta corrente de titularidade do município, mantida em sua agência aqui em Garanhuns. De acordo com o inciso 1º, do artigo 5º do PL, o prazo para quitação das parcelas do financiamento será de até 60 meses, incluindo a carência de seis  (6) meses.

Na última terça-feira, 31 de outubro, durante a reunião da Comissão de Legislação Justiça e Redação de Leis da Câmara Municipal, que é presidida pelo Vereador Alcindo Correia, do PC do B, o atual Secretário de Planejamento, Carlos Carvalho explanou as justificativas que orientam o financiamento, assim como esclareceu a capacidade de endividamento anual do município (cerca de R$ 5 milhões). No caso em discussão, adiantou o Secretário, os amortecimentos mensais não passarão dos R$ 50 mil.

Apesar do Secretário ter apresentado justificativas que convenceram a maioria, elas não pareceram suficientes para um dos assessores do vereador Tonho de Belo do Cal, o professor de Educação Física, Rafael Peixoto. Em certo momento, durante a reunião da comissão na terça, Peixoto criticou: “Agente libera até R$ 1 bilhão de reais para Izaías, agora ele precisa dizer onde vai usar esse dinheiro”.

Acaso o Projeto seja aprovado no Legislativo em duas votações no Plenário, o Poder Executivo de Garanhuns ficará autorizado a contrair a Operação de Crédito. Liberado os recursos, eles serão destinados ao Programa “Eficiência Municipal”, que segundo o PL, tornará possível a compra de bens, além da contratação de serviços – neste caso específico, no setor de iluminação pública.
.

Luzia cobra instalação de um Cras para área do Vale do Mundaú

Cordeiro: “Conheço muito bem aquela localidade, e sei da necessidade de um Cras para 
aquela população. Seguirei engajada, para que o Centro possa sair do papel”.

O CRAS - Centro de Referência de Assistência Social, é a porta de entrada da Assistência Social. Local público, localizado prioritariamente em áreas de maior vulnerabilidade social, o Centro oferece serviços de Assistência Social, com o objetivo de fortalecer a convivência com a família e com a comunidade.

A partir do adequado conhecimento do território, o Cras promove a organização e articulação das unidades da rede socioassistencial e de outras políticas. Assim, possibilita o acesso da população aos serviços, benefícios e projetos de assistência social, se tornando uma referência para a população local e para os serviços setoriais.

Conhecendo o território, a equipe do Cras pode apoiar ações comunitárias, por meio de palestras, campanhas e eventos, atuando junto à comunidade na construção de soluções para o enfrentamento de problemas comuns, como falta de acessibilidade, violência no bairro, trabalho infantil, falta de transporte, baixa qualidade na oferta de serviços, ausência de espaços de lazer, cultural, entre outros.

O Cras oferta o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). No Cras, os cidadãos também são orientados sobre os benefícios assistenciais e podem ser inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Famílias e indivíduos em situação grave desproteção, pessoas com deficiência, idosos, crianças retiradas do trabalho infantil, pessoas inseridas no Cadastro Único, beneficiários do Programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros, são o público alvo dos Cras.

Sabendo da importância desse tipo de Centro para localidades, que parte, estão em estado de vulnerabilidade, a Vereadora Luzia Cordeiro, do PTB, requisitou na Câmara na última quarta-feira (1), que o Prefeito Izaías possa, através da Secretaria competente, edificar um CRAS na região conhecida aqui na cidade, como Vale do Mundaú. O Requerimento da Petebista, 564/2017, foi aprovado na Reunião Plenária por unanimidade, e agora segue ao Prefeito Izaías.

Luzia: “Conheço muito bem aquela localidade, e sei da necessidade de um Cras para aquela população. Diante disso apresentei requerimento na Casa e espero que o Prefeito comungue conosco da urgência em alicerçar um Cras ali. Seguirei engajada, para que Centro possa sair do papel”.

PSB poderá apresentar Mário Faustino como candidato a deputado

Faustino sobre a possível candidatura: “2018, agente discuti em 
2018. Por hora, sigo contribuindo com minha cidade”.

       “Tenho acompanhado seu trabalho e ele tem merecido destaque”. A frase é de um integrante do Governo Paulo Câmara, e se dirige ao ex-vereador, empresário, um dos membros da Comissão Executiva do PSB de Garanhuns, Mário Faustino, em razão de sua atuação frente as diversos motes de interesse geral da população de Garanhuns. "Apesar de não deter mandato eletivo Político, Mário tem se mostrado uma figura bastante atuante, quando falamos de representatividade", defende o mesmo governista, ouvido em reserva.
         
       Mais recentemente, Faustino tomou pra si, e vem reunindo diversos organismos, no sentido de brevemente colocar em prática, projeto que pretende levar o ensino de Organização Social, Política Brasileira (OSPB), nas escolas estaduais. A ideia de Mário é que a disciplina possa também ser aplicada nas escolas municipais. Dentro da proposta, defende Faustino, haverá espaço ainda, para instrução voltada a ética e religiosidade. OSPB, já foi disciplina lecionada em sala de aula anos atrás, mas agora, através de uma proposta do ex-vereador, ela poderá retornar de forma mais contemporânea, atual.

É nos alarmantes índices de violência aferidos mensalmente no estado pernambucano, que Mário buscou amparo para conceber sua proposta. Para ele, toda a criminalidade da forma como está sendo vista atualmente, poderia não ocorrer, ou no mínimo, seria consideravelmente diminuída, no caso de a escola entrar na seara da orientação ética, moral, religiosa, política e social.

Candidatura a Deputado Estadual – Diante do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo ex-vereador, e a medida que se aproximam as eleições nacionais, cresce a expectativa em torno do nome de Mário, no que sugere a ele ser apresentado pelo PSB aqui de Garanhuns, como candidato a deputado Estadual. Uma fonte ligada ao Palácio do Campo das Princesas revelou ao Blog em reserva, que o próprio Nilton Mota, atual Secretário da Casa Civil do Governo de Pernambuco, vê com bons olhos essa possibilidade.

Como a figura de Mário está ligada a trabalhos que estruturam a cidade, nos mais diversos aspectos, ele parte na frente diante da atuação de outros aliados de Câmara aqui no município. “Enquanto Faustino edifica, os outros, se dedicam a fazer denúncias vazias”, revelou um filiado do PSB de Garanhuns ao Blog.

Em todas as classes, com mais força na média, a figura de Mário é vista com simpatia. Isso, além de lhe garantir apoio nas urnas, poderá também, lhe assegurar uma futura estrutura de campanha. Alguns amigos empresários do próprio Mário tem motivado ele a pensar sobre o assunto, mas Faustino tem evitado falar nisso. Indagado pelo Blog do Gidi Santos sobre uma possível candidatura, ele foi taxativo: “2018, agente discuti em 2018. Por hora, sigo contribuindo com minha cidade”.