quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Sete vence Náutico por 1X0 em amistoso no Gigante do Agreste

Gol da vitória saiu dos pés do atacante Josy, aos 39 minutos do segundo tempo.Jogo festivo, em
comemoração ao aniversário do clube, marcou o retorno do time alviverde aos gramados.

Dois anos depois de participar de sua última competição oficial, o Sete de Setembro, aqui de Garanhuns, marcou um amistoso festivo contra o time Sub-20 do Náutico para esta quinta-feira, dia do aniversário de 67 anos do clube. Durante todo o dia, a neblina cobria o Estádio Gigante do Agreste, mas foi só o time alviverde entrar em campo que tudo mudou. O frio diminuiu, a chuva passou, o sol apareceu e a torcida compareceu. Apoiou do início ao fim, contribuiu para uma bela atuação do time comandado pelo técnico chileno, Javier Diaz.

Consistente na defesa e no ataque, o Sete venceu a equipe alvirrubra por 1 a 0. O gol da vitória saiu dos pés do atacante Josy, aos 39 minutos do segundo tempo. França, que havia entrado na segunda etapa, sofreu falta próxima à grande área. Josy bateu de perna esquerda e fez um golaço. "Sempre treino faltas. Depois do treino eu sempre fico trabalhando isso. A gente conta com a torcida para que sempre nos apoie, principalmente nos jogos em casa. Com o apoio deles vamos subir para a primeira divisão", afirmou Josy.

NÚMEROS - O público total foi de 1.434 torcedores, sendo 1.184 pagantes, 200 cortesias e 50 crianças. A renda global foi de R$5.920,00. O Sete de Setembro estreia na Série A2 do Campeonato Pernambucano no dia 17 de setembro contra o Porto-PE, no Gigante do Agreste. O Guará está no grupo B da competição, ao lado do Decisão Bonito, Pesqueira, Chã Grande, além do próprio Porto-PE.

Desfile de Sete de Setembro em Garanhuns reuniu 8 mil pessoas

Izaías: “O que vimos hoje foi uma bela demonstração de patriotismo em Garanhuns. 
As pessoas foram para as ruas e participaram dos desfiles ativamente.” (Fotos: Secom/PMG).

O Dia da Independência, em Garanhuns, começou com música da Orquestra Manoel Rabelo. Durante toda a manhã, escolas da rede municipal de ensino esiveram desfilando na Avenida Santo Antônio. Lojas Maçônicas de Garanhuns, AABB Comunidade, Polícia Rodoviária Federal, 71° Batalhão de Infantaria Motorizado e 9º Batalhão da Polícia Militar, entre outros também estiveram participando do Sete de Setembro aqui em Garanhuns. Segundo a Polícia Militar, aproximadamente 8 mil pessoas foram prestigiar o evento.

Pela manhã, em frente ao Palácio Celso Galvão, o Prefeito Izaías Régis se encarregou do hasteamento da bandeira de Garanhuns, enquanto que o comandante do 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM), Ten. Cel. Paulo César, a de Pernambuco e o comandante do 71º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz), Ten. Cel. Duarte, a do Brasil.  Após o hasteamento, os três seguiram para a revista da tropa, num passeio em carro aberto. 

“O que vimos hoje foi uma bela demonstração de patriotismo em Garanhuns. As pessoas foram para as ruas, participaram dos desfiles ativamente. Ficamos realmente emocionados com toda a demonstração de carinho pela pátria e por Garanhuns, que nós vimos hoje nas ruas de nossa cidade”, enfatizou o Prefeito durante o desfile.

DESFILE DE SÃO PEDRO – À tarde, foi a vez do distrito de São Pedro comemorar o 7 de Setembro. Por volta das 15h, a Orquestra Manoel Rabelo também iniciou os desfiles em homenagem ao Dia da Independência, seguida pela banda da Escola Municipal Professora Gabriela Mistral.
.

.

Jucá: "FBC será candidato do PMDB ao Governo de Pernambuco"

Romero: “O PMDB terá candidatos fortes nos estados e fará coligações fortes. Começamos 
com Pernambuco mas vamos anunciar outros nomes em vários Estados”. (Fonte: Blog do Jamildo).

O senador pernambucano Fernando Bezerra Coelho assinou na última quarta-feira, dia 6 de setembro, sua filiação ao PMDB, oficializando a saída do PSB após 12 anos no partido. O presidente nacional do PMDB, Romero Jucá (RR), que articulou a ida do parlamentar para a sigla, confirmou durante o ato em Brasília que FBC será o candidato da legenda ao Governo de Pernambuco em 2018. Os peemedebistas são os principais aliados do governador Paulo Câmara (PSB) na atual gestão. “O PMDB terá candidatos fortes nos estados e fará coligações fortes. Começamos com Pernambuco mas vamos anunciar outros nomes em vários Estados”, disse Jucá.

FBC quis ser candidato a governador pelo PSB em 2014, mas Eduardo Campos priorizou Paulo Câmara. Depois, já eleito, o senador quis indicar o secretário de Desenvolvimento Econômico, cargo que ocupou no governo Eduardo e o levou a ser investigado na Operação Lava Jato, porém foi limado pelo governador.

Hoje, está à frente da pasta o vice-governador, Raul Henry, presidente do PMDB em Pernambuco. Após reunião nessa terça-feira (6) com Fernando Bezerra Coelho, Jucá afirmou à imprensa que “alguns nomes” do partido localmente pediram a destituição do diretório estadual, o que pode tirá-lo da vaga se for aceito na próxima reunião da executiva nacional, ainda sem data.
.

Raul Henry está em viagem oficial à China e ainda não quis comentar publicamente as possíveis mudanças no partido. Quando voltar, ainda deverá se reunir com o aliado Jarbas Vasconcelos, que tem tradicionalmente o comando da sigla no Estado, e possivelmente com Fernando Bezerra Coelho. O PMDB local ainda não informou como fica a relação com o PSB nem se vai recorrer judicialmente caso o diretório seja dissolvido.

Antecipando o palanque de 2018, FBC esteve com o filho, o ministro Fernando Filho (Minas e Energia) em Caruaru, no Agreste, na semana passada. Com nomes da oposição como os ministros Bruno Araújo (Cidades, em vaga do PSDB) e Mendonça Filho (Educação/DEM), além do senador Armando Monteiro Neto (PTB), anunciou a formação de uma frente de oposição contra o PSB, que está voltando a buscar uma aliança com o PT.
No PSB, a troca de FBC foi minimizada. “A saída do senador já era esperada, desde que decidiu se aliar a um governo com o qual não concordamos. Desejamos sorte a ele e o PSB segue seu caminho”, afirmou o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira.

Apoio a FBC no Agreste - O presidente do PMDB de Canhotinho, Álvaro Porto Filho, comemorou a filiação do senador Fernando Bezerra Coelho aos quadros do partido. “A chegada de um quadro do peso de FBC reforça a legenda e indica que a oposição marchará unida contra a reeleição do governador Paulo Câmara em 2018”.

Administração de PE realiza seleção com salários de até R$ 4,5 mil

Inscrições são gratuitas e podem ser feitas a partir da segunda (11). Seleção será para a Perpart, órgão
vinculado à Secretaria de Administração do Estado. (Com informações do G1 Pernambuco).

Foi publicado nesta quinta-feira (7), no Diário Oficial do Estado, o edital de uma seleção simplificada para 60 vagas para níveis médio e superior na Pernambuco Participações e Investimentos (Perpart); órgão vinculado à Secretaria de Administração do Estado. Os salários variam de R$ 1.800 a R$ 4.590.

Há vagas para advogados, assistentes sociais, analistas de gestão da informação, fiscais de topografia, auxiliares operacionais, atendentes cadistas, técnicos em gestão da informação, arquiteto e engenheiro cartógrafo. Do total de oportunidades, nove são destinadas a pessoas com deficiência. O concurso tem validade de 12 meses e pode ser prorrogado pelo mesmo período.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas a partir da segunda (11), por meio de um formulário no site da Perpart. A inscrição deve ser encaminhada à comissão executora do certame junto com documentos como RG, CPF, comprovante de residência, comprovante de quitação com a Justiça Eleitoral, comprovação de grau de escolaridade para a vaga desejada, registro nos órgãos fiscalizadores de exercício profissional e comprovante de quitação com o serviço militar, no caso de participantes do sexo masculino.

Os documentos devem ser enviados pelos Correios para a sede da Perpart, localizada na Rua Doutor João Lacerda, 395, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. A postagem pode ser feita até o dia 27 de setembro.

De acordo com o edital, a classificação será feita a partir da pontuação do candidato na avaliação curricular. Serão levados em conta critérios como experiência profissional na área referente à especialidade a qual o candidato concorre, participação em congressos, seminários e simpósios, trabalhos editados em periódicos especializados, cursos de capacitação em áreas ligadas às atividades exercidas pela função pleiteada pelo candidato e certificado de conclusão de cursos de mestrado ou doutorado.
.

Chegada de FBC ao PMDB faz Júlio Lóssio se licenciar do partido

Adversário histórico de Fernando Bezerra, Júlio, que foi Prefeito de Petrolina por duas 
ocasiões, afirmou que está de licença do partido. (Reportagem: Marcela Balbino/JC Online).

Não só os caciques do PMDB em Pernambuco ficaram exasperados com as movimentações do senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB) ao ingressar na legenda. A filiação do ex-socialista aconteceu nessa quarta (6), em Brasília, com a presença das principais lideranças da sigla do País, e causou mal-estar no reduto pernambucano. Em Petrolina, o ex-prefeito Júlio Lóssio (PMDB) é adversário histórico dos Coelhos e afirmou que está de licença do partido.

Lóssio se elegeu duas vezes prefeito e derrotou os Coelhos. Com o ingresso de FBC, Lóssio vive uma espécie de limbo partidário. Semelhante aos deputados estaduais do partido, o ex-prefeito de Petrolina afirma que a maior liderança do PMDB de Pernambuco é o deputado Jarbas Vasconcelos e Raul Henry. “Doutor Osvaldo Coelho (ex-deputado) era torcedor do Santa Cruz e quando FBC assumiu a presidência do Santa Cruz ele disse: estou de licença do Santa Cruz. Eu estou como Osvaldo e diria: estou licenciado do Partido”, afirmou o ex-prefeito.

A crítica de Lóssio se estende às decisões do PMDB nacional. Desde o episódio de destituição da Presidente Dilma que considero anti democrático já não me sinto mais integrante do PMDB. Em meio ao desgaste com o partido, surgiram especulações que Lóssio poderia engrossar as fileiras petistas. O ex-prefeito mira uma disputa para a Câmara dos Deputados.
.

FBC MIRA DISPUTA EM 2018 - O senador Fernando Bezerra Coelho filiou-se ao PMDB na terça-feira (6), na sede do partido, em Brasília. Ele afirmou que a Executiva nacional quer que o PMDB pernambucano tenha candidato próprio em 2018, desembarcando da Frente Popular.

No Twitter, o presidente da sigla, o senador Romero Jucá (PMDB), disse que o próprio FBC seria candidato a governador. A direção estadual do PMDB emitiu uma nota garantindo apoio ao governador Paulo Câmara (PSB) e criticando Fernando; sinal de que o deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB) pretende resistir à entrada de FBC.

"A proposta que foi apoiada pelo PMDB nacional que é colocar o PMDB para liderar uma frente politica que possa permitir o
PMDB disputar cargos majoritários ao governo de pernambuco, ao senado da república nas eleições no ano de 2018", disse Fernando Bezerra.

Entre os presentes no ato de filiação estavam os ministros Fernando Filho (PSB), de Minas e energia e Bruno Araújo (PSDB), das Cidades, Eliseu Padilha (PMDB), da Casa Civil, Moreira Franco, da secretaria-Geral da Presidência, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), os senadores Armando Monteiro (PTB) e Edison Lobão (PMDB) e o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB).
.

BRASÍLIA: Fernando Bezerra oficializa troca do PSB pelo PMDB

Ida de Bezerra Coelho para o partido faz parte de uma busca do PMDB por 
parlamentares insatisfeitos no PSB. (Com informações do Portal G1 Caruaru e Região).

O senador pernambucano Fernando Bezerra Coelho oficializou, ontem, quarta-feira (6), a troca do PSB pelo PMDB. O parlamentar assinou sua filiação em cerimônia no Congresso Nacional que contou com a presença de caciques peemedebistas. Entre os presentes estavam o presidente da legenda, senador Romero Jucá (RR), os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), e o presidente do Senado, Eunício Oliveira, que é do Ceará.

A ida de Bezerra Coelho para o partido faz parte de uma busca do PMDBpor parlamentares insatisfeitos no PSB. Além dele, também deve fazer a troca o filho do senador, o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho. Desde que o PSB se declarou oposição ao governo Michel Temer, em maio, integrantes da sigla alinhados ao Palácio do Planalto vêm tratando da possibilidade de migração para outros partidos.

Um dos mais interessados em atrair os descontentes é o DEM, do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ). O partido abriu conversas para filiar cerca dez deputados do PSB, mas o PMDB entrou na negociação, o que tem gerado um clima de disputa. Na cerimônia de filiação do senador Fernando Bezerra Coelho, Eunício, que foi um dos articuladores da migração, afirmou que o PMDB é um partido "plural".

“Sempre dizem que nas próximas eleições o PMDB vai diminuir, mas o partido sempre vem maior, porque é um partido plural, aberto e, verdadeiramente, democrático”, afirmou o presidente do Senado.  Bezerra Coelho agradeceu o apoio dos colegas e disse que chega para "somar". "Espero que os companheiros de Pernambuco possam aceitar a nossa proposta”, declarou.

Crítica do diretório estadual - A filiação de Fernando Bezerra, porém, desagradou ao diretório estadual do PMDB em Pernambuco. Em nota, o diretório, que é presidido pelo vice-governador do estado, Raul Henry, disse que o PMDB pernambucano não foi consultado sobre a filiação de Bezerra. “Foi com surpresa que a direção estadual do PMDB tomou conhecimento da filiação do senador Fernando Bezerra Coelho sem sequer uma conversa preliminar com essa instância partidária. Pelo elevado cargo que ocupa, o gesto do senador demonstra, no mínimo, falta de consideração e de respeito com as lideranças partidárias no Estado”, diz trecho da nota.
.

Mais dois reforços são apresentados no Sete de Setembro

Atacantes Diogo Capela e Renato Maceió foram apresentados nesta quarta no Estádio 
Gigante do Agreste, em Garanhuns. (Fonte: Assessoria Sete de Setembro).

O elenco do Sete de Setembro ganhou mais dois reforços para a disputa da Série A2 do Campeonato Pernambucano. Os atacantes Diogo Capela (foto acima) e Renato Maceió (foto abaixo) foram apresentados na quarta-feira (6) no Estádio Gigante do Agreste. Após a apresentação, os dois já participaram do treinamento. 

Diogo tem 31 anos - completados nesta quinta, 7 de setembro - e o último clube dele foi o Patrocinense-MG. Ele tem passagens por clubes como CRB, Campinense e Remo e, apesar de ser atacante, também tem facilidade de jogar no meio de campo. Já Renato tem 22 anos e começou a carreira no Internacional-RS.

Apesar da pouca idade, tem no currículo passagens por clubes como Flamengo e Santos, além do próprio Inter. Renato também é atacante e o último clube foi o União Barbarense, pelo qual disputou a Série A2 do Campeonato Paulista.
.