quarta-feira, 30 de agosto de 2017

SERTÃO NÃO PARTICIPARÁ: Sem estádio, times de Petrolina estão fora do Campeonato Pernambucano de Futebol da Série A2

Laudos do estádio Paulo Coelho não foram entregues na FPF. Com isso, Petrolina e 1º de Maio 
estão fora da segundona do estadual em 2017. (Com informações e imagens do globoesporte.com).

Pelo segundo ano consecutivo, a cidade de Petrolina, no sertão de Pernambuco, ficará sem representantes na Série A2 do Campeonato Estadual. A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) divulgou no final da noite da segunda-feira, a lista dos dez clubes que vão participar da disputa. Para a surpresa dos torcedores, o Petrolina e o 1º de Maio não estão entre os postulantes ao acesso à elite do futebol estadual.

Diferente do ano passado, quando o Petrolina, por motivos financeiros, desistiu da Série A2, e o 1º de Maio estava sem a mínima estrutura, o que tirou as equipes da segundona de 2017 foi o estádio Paulo de Souza Coelho. De acordo com o diretor de competições da FPF, Murilo Falcão, os clubes não apresentaram os laudos necessários para que a praça esportiva fosse utilizada durante a segundona.

– O estádio é primordial. Se você não tiver o estádio, não tem onde jogar. Se o clube indicou o estádio e não apresentou nem dois laudos dos quatro que são exigidos, até para jogar de portão fechado, não tem como jogar. Os clubes estão regulares perante a Federação, mas não têm onde jogar - afirma o dirigente. Segundo Falcão, mesmo o estádio sendo do município, a responsabilidade por apresentar os laudos na FPF é dos clubes.

A Competição, começa em setembro com 10 equipes: Vera Cruz, Sete de Setembro, Íbis, Cabense, Centro Limoeirense, Porto, Chã Grande, Decisão, Pesqueira e Ferroviário do Cabo. Devido a tentativa da FPF em enxugar a primeira divisão, apenas um time vai conseguir o acesso para a elite do pernambucano em 2018. A primeira fase será regionalizada e dividida em dois grupos com cinco times cada. Os quatro melhores classificados passarão para a segunda fase e jogarão no sistema mata-mata.

Os vencedores das partidas irão garantir vaga para a disputa do título que será definido em jogos de ida e volta. No grupo A estão: Cabense (Cabo), Ferroviário (Cabo), Centro Limoeirense (Limoeiro), Vera Cruz (Feira Nova), Íbis (Carpina). Já o o grupo B será formado por: Sete de Setembro (Garanhuns), Pesqueira (Pesqueira), Decisão (Bonito), Porto (Caruaru), Chã Grande (Chã Grande).
.

Álvaro Porto sobre Paulo Câmara: “O governo de gestão fraca está se despedaçando a cada dia”

Porto: "A notícia é boa para oposição, que reforça sua musculatura, e é excelente para 
povo pernambucano, que vem sofrendo diariamente com a violência”. (Fonte: Assessoria).

A frente de oposição gestada em evento do Ministério das Cidades, segunda-feira (28.08), em Caruaru, evidenciou a pulverização do governo Paulo Câmara. A avaliação foi feita pelo deputado estadual Álvaro Porto (PSD) em discurso proferido na Assembleia nesta terça-feira (29.08). "A notícia é boa para oposição, que reforça sua musculatura, e é excelente para o povo pernambucano, que vem sofrendo diariamente com a violência, com a precariedade de hospitais e dos transportes públicos. No Recife, na Região Metropolitana e no interior a insatisfação e a falta de esperança das pessoas é gritante. Nas redes sociais, críticas de manifestações de descontentamento são vistas a todo momento", disse.

De acordo com o deputado, "por isso tudo, o caminho que começou a ser construído no dia de ontem  (anteontem) está perfeitamente sintonizado com a realidade que aflige os cidadãos pernambucanos". Ele destacou que não por acaso o discurso mais claro e mais forte em favor da formação da frente tenha partido do senador socialista Fernando Bezerra Coelho. "Isso atesta que se as ruas evidenciam a falta prestígio do governo comandado pelo PSB, internamente a escassez de unidade é óbvia no Palácio do Campo das Princesas. Ou seja, o governo de gestão fraca está se despedaçando a cada dia", frisou.

Nas suas declarações, FBC fez questão de lembrar que em 2006, na campanha em favor do então candidato Eduardo Campos, Caruaru e Petrolina se uniram para apoiar uma candidatura considerada impossível de ser vitoriosa. E, sem fazer arrodeio, arrematou: “Em 2018, oxalá teremos de novo, mais uma vez, a união de Caruaru e Petrolina para que Pernambuco possa voltar a entrar nos rumos do desenvolvimento”. O senador se referia ao fato de ele e do ex-governador João Lyra (presente no evento), líder político de Caruaru, terem se unido lá atrás e agora estarem dialogando sobre a sucessão estadual em 2018.
.

A fala cresceu em simbolismo porque aconteceu diante do senador Armando Monteiro (PTB), dos ministros da Educação, Mendonça Filho (DEM); das Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho (PSB); da Defesa, Raul Jungmann (PPS); e das Cidades, Bruno Araújo (PSDB). Também estavam presentes o ex-governador Joaquim Francisco, 50 prefeitos de diversas regiões do estado, com destaque para Raquel Lyra (PSDB), prefeita de Caruaru, maior colégio eleitoral do interior.

"O governador Paulo Câmara, que no domingo tinha dado como desculpa para ausência de Fernando Filho ao congresso do PSB os preparativos do ministro para uma viagem a China, viu que a realidade é outra. Fernando Filho esteve no evento e mostrou que o caminho da China tinha Caruaru no meio. Aliás, o caminho da oposição para 2018 começou a ser trilhado e também passa por Caruaru", arrematou Álvaro Porto. 

O encontro que culminou com o ensaio de aliança da oposição se deu no Alto do Moura, durante a entrega de 2.404 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal. Mas de 9.600 pessoas passaram a contar com um teto próprio e a dispor da estrutura de uma pequena cidade, com área de lazer, parque infantil, quadra de esporte, salão de festas, centro comunitário e ciclovia. Isso sem falar no fato de que todas as unidades são adaptadas para pessoas com deficiência. Os residenciais Luiz Bezerra Torres I e II custaram cerca de R$ 151 milhões.
.

Assembleia Legislativa cria frente contra privatização da Chesf

Criação da frente ocorre no momento em que Fernando Bezerra e o ministro Fernando Filho 
ensaiam deixar o PSB para reforçar o palanque de oposição no Estado. (Paulo Veras – JC Online)

Uma frente parlamentar contrária à privatização da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) pelo governo federal será criada na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O grupo será coordenado pelo deputado estadual Lucas Ramos (PSB-foto, abaixo), adversário em Petrolina do grupo político do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), pai do ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (PSB), que está a frente da venda da Eletrobras, estatal que controla a Chesf.

De acordo com Lucas, as principais preocupações são com a função estratégica da energia para o desenvolvimento do País, com a possível dilapidação do patrimônio público e com o papel central que a empresa tem na gestão das águas do Rio São Francisco. “O rio tem um uso múltiplo no que diz respeito ao consumo de água para uso humano, para a produção agrícola através da irrigação ou da agricultura familiar, da pesca artesanal e o objetivo fim da Chesf que é a exploração para a geração de energia elétrica”, lembra.

A criação da frente ocorre no momento em que Fernando Bezerra Coelho e o ministro Fernando Filho ensaiam deixar o Partido Socialista Brasileiro (PSB) para reforçar o palanque de oposição no Estado, mirando numa candidatura majoritária ao lado de outros ministros do governo Michel Temer. Após a aprovação da frente, Lucas criticou a privatização como uma medida tomada pelo “desgoverno” federal.

MINISTRO DO PSB - “Do ponto de vista partidário, o ministro Fernando Filho, parlamentar eleito pelo PSB, feriu gravemente o estatuto do partido quando prevê a privatização de uma estatal, enquanto nós socialistas pregamos o fortalecimento das empresas públicas de forma que o Estado possa oferecer oportunidade para todos os brasileiros. O que nos entristece é saber que um deputado do PSB foi o porta-voz dessa notícia de venda do Rio São Francisco”, disparou Lucas Ramos. Na Alepe, já há uma audiência pública marcada para o próximo mês para debater a privatização da Chesf, para a qual Fernando Filho foi convidado.

Além dele, integram o colegiado os deputados Odacy Amorim (PT), Rodrigo Novaes (PSD), Laura Gomes (PSB) e Zé Maurício (PP). Em entrevista à TV JC no início da semana, Novaes disse não querer acreditar que a privatização vá incluir as usinas hidrelétricas que existem no Rio São Francisco e cuja vazão interfere na disponibilidade de água. “Acho um pecado, um crime com quem precisa da água do rio”, descreveu. “O ministro conhece o Rio São Francisco e me causa estranheza que ele tome uma medida assim sem ouvir as pessoas envolvidas”, ponderou ainda.
.

Gestão Previdenciária de Garanhuns é considerada a 3ª melhor

Ao todo, 27 outros municípios concorreram à premiação, reconhecida em todo território.
Prêmio será entregue no dia 19 de setembro, em Curitiba (PR). (Cloves Teodorico/Secom/PMG).

A cidade de Garanhuns, situada na Região Agreste Meridional do Estado de Pernambuco, foi eleito o terceiro melhor município no quesito gestão previdenciária. O reconhecimento é da oitava edição do Prêmio de Boas Práticas de Gestão Previdenciária da Associação Nacional de Entidades de Previdência dos Estados e Municípios (Aneprem), que teve seu resultado divulgado nesta segunda-feira (28). Essa é a quarta vez consecutiva que o município concorre e terceira sendo premiado. A última vez foi na edição do ano passado (2016), quando também obteve o terceiro lugar.

Ao todo, 27 outros municípios concorreram à premiação, reconhecida em todo território. Garanhuns, com o Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Garanhuns (IPSG), disputou na categoria de médio porte e foi o único município pernambucano na concorrência. O prêmio analisa práticas de transparência, equidade, ética, e responsabilidade corporativa e social.

O prêmio será entregue no dia 19 de setembro, em Curitiba (PR), durante o 17º Congresso Nacional de Previdência da Aneprem, em conjunto com o 11º Seminário Paranaense de Previdência da Apeprev. “Esse reconhecimento é resultado de um trabalho em conjunto, então é gratificante, principalmente num cenário como o do país atualmente, estarmos nesse ranking. Mostramos que é possível, com comprometimento de todos, realizar um trabalho de excelência”, ressalta o presidente do IPSG, Marcelo Marçal.

A Anaprem analisou diversas práticas, entre elas estão a publicação de atas do comitê de investimento, a disponibilização do extrato previdenciário individualizado do segurado e dos demonstrativos das aplicações financeiras das receitas e despesas empenhadas e realizadas nas despesas administrativas e da folha de pagamento da unidade gestora e dos beneficiados.  A capacitação dos conselheiros administrativo fiscal ou equivalentes também foi analisada, bem como a disposição do código de ética, a regularidade quanto às obrigações fiscais, o recadastramento dos ativos nos últimos 4 anos e dos inativos.
.

Escola de Garanhuns é a 2ª melhor em Índice de Desenvolvimento

Resultado do IDEPE, ainda colocou o município de Jupi, como aquele que 
tem a 1ª posição no Estado nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental.

O clima era de expectativa entre gestores, professores e prefeitos de alguns municípios do Estado para o anúncio dos destaques do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (IDEPE) no ano de 2016. Os resultados foram divulgados na manhã da segunda-feira (28) pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estadual de Educação. A solenidade de premiação aconteceu na Sala das Bandeiras, no Palácio do Campo das Princesas; sede do Governo de Pernambuco.

Considerado o evento mais importante do calendário da educação pública de Pernambuco, o IDEPE visa valorizar o trabalho das escolas, Gerências Regionais de Educação (GRE) e municípios que obtiveram bons desempenhos educacionais no Estado. Divulgado anualmente, a realização da solenidade de premiação do IDEPE entrou no calendário do Governo do Estado em 2015, e desde então, é um momento esperado por todos os gestores estaduais e municipais de Pernambuco. O IDEPE 2016 premiou seis municípios, seis Gerências Regionais de Educação (GRE) e doze escolas. 

Dentre elas, a Escola de Aplicação Professora Ivonita Alves Guerra, de Garanhuns. A unidade de ensino conquistou a 2º colocação nos IDEPEs dos Anos Finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio entre as escolas estaduais em parceria. Também do Agreste Meridional, o município de Jupi é o primeiro colocado no Estado nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. De Canhotinho, a Escola Padre Callou de Alencar foi citada entre as melhores do Ensino Fundamental Anos Finais de Pernambuco. 

Prefeita de Itaíba busca recursos com senador Armando Monteiro

Em viagem a Brasília, além do encontro com o senador, Regina também 
esteve visitando o FNDE, onde busca destravar recursos para novas creches.

Com uma aprovação de 84,1% segundo pesquisa do Instituto Múltipla, a prefeita de Itaíba, Regina Cunha (PTB), está em Brasília (DF), em busca de garantir a liberação e destravar emendas e recursos para obras nas áreas de infraestrutura, saúde e educação. 

Na terça (29), a prefeita esteve no escritório do senador Armando Monteiro, juntamente com o Secretário de Finanças do Município, Wherbson Alves; o engenheiro César Augusto e o assessor jurídico Pedro Melchior. Em pauta recursos para obras no município de Itaíba, entre elas a nova entrada da cidade que está orçada em R$ 2 milhões. 

Além do encontro com o senador Armando Monteiro, a prefeita Regina Cunha também esteve visitando o Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação – FNDE, onde busca destravar recursos para novas creches e conclusão das unidades abandonadas pela gestão passada, como também projeto para a construção de uma escola modelo com 12 salas de aula na cidade de Itaíba.

O município vem organizando a casa após herdar uma prefeitura endividada e com salário atrasado. “Somente de débitos passados foram pagos nos primeiros quatro meses de governo, mais de R$ 1 milhão de reais, ao mesmo tempo em que recuperamos toda a rede de saúde do município, garantimos a volta às aulas com transporte, merenda e professores em todas as escolas e retomamos todos os programas sociais”, revela o Secretário Wherbson Alves. 

“Além de promovermos a melhoria da Educação, Saúde, da Ação Social e da infraestrutura do município, estamos trabalhando para alocar verbas e emendas que vão se transformar em obras e projetos para que possamos retomar o desenvolvimento de Itaíba”, defende a Prefeita Regina.

Armando Monteiro: "Minha Casa Minha Vida merece ser ampliado"

Na segunda-feira (28), em Caruaru, Agreste de Pernambuco, senador participou da
entrega de conjuntos residenciais erguidos pelo programa do Governo Federal.

O senador pernambucano pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) Armando Monteiro participou, na última segunda-feira (28), da cerimônia de inauguração e entrega dos conjuntos residenciais Luiz Bezerra Torres I e II, em Caruaru. Na solenidade, Armando destacou o grande impacto social que o empreendimento vai gerar no município e frisou que o programa Minha Casa Minha Vida deve ser mantido e ampliado em todo o País.

O evento reuniu a prefeita Raquel Lyra (PSDB), os ministros Bruno Araújo (Cidades), Mendonça Filho (Educação), Fernando Bezerra Filho (Minas e Energia) e Raul Jungmann (Defesa), o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), os ex-governadores João Lyra Neto (PSDB) e Joaquim Francisco (PSDB), além de deputados federais e estaduais e mais de 50 prefeitos pernambucanos.

Durante a solenidade, Armando Monteiro, ao lado de Fernando Bezerra Coelho, entregou as chaves da nova casa de Silene Maria dos Santos. Ela e sua família foram uma das beneficiadas do Minha Casa Minha Vida faixa 1. Ao todo, foram investidos nos residenciais cerca de R$ 150 milhões na construção de 2.404 moradias, que vão abrigar cerca de 9,6 mil pessoas. Além dos apartamentos, os residenciais possuem creche, escola, área de lazer, entre outros equipamentos públicos.

“Essa é uma obra de grande alcance social, que revela que o programa Minha Casa Minha Vida, idealizado nos governos dos ex-presidentes Lula e Dilma, merece ser aperfeiçoado e fortalecido. O Minha Casa Minha Vida é um programa exitoso e que precisa ser continuado para que o Brasil possa responder a esse déficit habitacional que ainda temos”, afirmou Armando Monteiro. “Fico muito satisfeito de verificar que o governo vem mantendo a prioridade no programa, sobretudo porque vem contando com a sensibilidade e a competência do ministro Bruno Araújo. Ele tem valorizado e levado adiante esse projeto”, completou o petebista.

Em seu discurso, o senador Armando Monteiro destacou a capacidade de articulação da prefeita Raquel Lyra à frente da gestão municipal. “É uma satisfação verificar que isso tudo acontece em Caruaru, que é tão importante nos cenários econômico e social de Pernambuco, e que no momento, sob a liderança da prefeita Raquel Lyra, de forma articulada com o governo federal e a classe política pernambucana, procura levar projetos e investimentos para o município”, disse.

Armando também assinalou que os demais ministros pernambucanos têm dado importantes contribuições ao País. “Cada um em sua área, os ministros de Pernambuco têm dado demonstrações de competência. Eles têm tido a capacidade de dar continuidade a programas criados em gestões anteriores, mas que pelo alcance social merecem continuidade, sob uma perspectiva do aperfeiçoamento”, concluiu o petebista.
.