quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Deputada Terezinha Nunes é contra municipalização do FIG

Terezinha: “Como um município do Interior poderia bancar um evento desses em tempos de crise? 
Se o festival ficasse por conta da Prefeitura, faltariam recursos para gastos mais essenciais”.

A proposta de municipalizar o Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), sugerida por alguns parlamentares em Reunião Plenária na Assembleia Legislativa de Pernambuco no início do mês, assim como pelo Prefeito Izaías, foi considerada um “equívoco” pela deputada Terezinha Nunes (PSDB), em pronunciamento realizado no Pequeno Expediente desta quarta-feira, 23 na Alepe. Para a tucana, apenas o Governo do Estado tem condições de fazer um festival do porte do FIG, no Agreste Meridional. “Como um município do Interior poderia bancar um evento desses em tempos de crise? Se o festival ficasse por conta da Prefeitura, faltariam recursos para gastos mais essenciais, o que a população de Garanhuns não poderia permitir”, avaliou a parlamentar.

“Já se passaram diversas gestões nos 27 anos de história do FIG, e todos os anos há críticas sobre o atraso na programação. Mas isso nunca impediu que o festival seja o grande sucesso que é – a maior atração turística do Interior na época do frio”, opinou Nunes, que considerou as críticas à edição deste ano “descabidas”.

A deputada explicou que ainda não tinha se manifestado sobre o assunto porque estava esperando o pronunciamento do ex-prefeito de Garanhuns Ivo Amaral – um dos criadores do FIG. A parlamentar leu no Plenário um texto feito por Amaral, em que o ex-gestor afirma que a participação do Governo do Estado foi essencial para a manutenção do festival em Garanhuns e que a municipalização “seria o começo do fim do evento”.

Além do Prefeito Izaías, outras correntes políticas, a exemplo do Deputado Federal, Daniel Coelho, do PSDB e o Estadual, Álvaro Porto, divergem da opinião da Parlamentar, defendendo entre outros aspectos, que o governo do estado se mantenha como maior investidor em aporte de recursos, mas que todavia, coloque a gestão do evento, a cargo do governo municipal. Para Izaías, Daniel e Porto, a população de Garanhuns deve ter maior participação na formatação do Festival.
.

Izaías pode apoiar candidatura de Álvaro Porto ano que vem

No FIG desse ano, Porto e Régis estiveram juntos nos camarotes do evento. 
Quem esteve acompanhando os dois, é unânime em dizer que a união está se consolidando.

Ainda não é nada oficial, mas corre a informação nos bastidores políticos de Garanhuns, que o Prefeito Izaías, tem considerado a possibilidade de apoiar a candidatura a reeleição, ano que vem, do deputado estadual Álvaro Porto (PSD). Embora Porto esteja num partido base de apoio ao Governador Paulo Câmara, é de conhecimento de todos, que o parlamentar tem se mostrado um ferrenho crítico da gestão estadual.
         
      Quando se elegeu em 2014 para seu primeiro mandato parlamentar, Porto estava ao lado do Senador Armando Monteiro no PTB. Logo após ascender ao parlamento estadual, o deputado de Canhotinho chegou a ensaiar uma aproximação a Paulo – algo que não se concretizou, já que o Governador não abriu seu governo, às demandas do deputado.
        
       Nessa perspectiva, onde o Governador não atende o deputado, Porto pode contar outra vez, com o apoio do Senador Armando Monteiro. Além de Monteiro, de quebra, ele ainda pode somar a sua candidatura, nada menos que o apoio do Prefeito melhor avaliado da Região Agreste Meridional: o de Garanhuns, Izaías Régis.

No Festival de Inverno desse ano, Porto e Izaías estiveram juntos nos camarotes do evento. Quem esteve acompanhando os dois, é unânime em dizer que a união, está se consolidando. Méwitton Araújo, atual Secretário de Governo de Garanhuns, é um dos favoráveis a essa união. Em algumas conversas com pessoas ligadas a gestão do governo local, o secretário tem defendido o apoio à Porto.

JANDUHY BEZZERA ESTARÁ COM ÁLVARO - Enquanto nada está definido pelo lado de Izaías, numa outra perspectiva, a da vizinha cidade de Brejão, Álvaro já conta com o apoio do empresário do ramo de seguros, Janduhy Bezerra (foto abaixo), proprietário da Marca JM Seguros Gerais, instalada aqui em Garanhuns.

Ano passado, Janduhy disputou a eleição para Prefeito; perdeu, mas arrebatou 2.957 votos. Naquela época, Porto estava do lado dele, e ano que vem, numa recíproca, Bezerra estará no palanque do deputado. Além de Brejão, Janduhy deve costurar a conquista de votos também por Garanhuns,  já que o empresário é bem relacionado no município.
.

Caravana de Lula chega a Pernambuco nesta quinta-feira

Agenda, que começa amanhã (24), se encerra no sábado (26), sendo que o ex-presidente 
retorna ao estado de Pernambuco, no dia 31 de agosto. (Fonte: Blog do Jamildo / Fotos: Divulgação).

A Caravana Lula pelo Brasil chega em Recife nesta quinta-feira, dia 24, permanecendo no estado até o dia 26, quando segue para João Pessoa. Algumas atividades estão programadas na agenda de Lula, entre elas dois atos abertos ao público, sendo um em Ipojuca e o outro no Recife.A primeira atividade do ex-presidente é uma visita ao Museu do Cais do Sertão, no bairro do Recife, às 15 horas.

Já no dia 25, sexta-feira, às 10h, o ex-presidente participa de ato “em defesa da indústria petrolífera e naval’, na Faculdade Fajolca, em Ipojuca. A tarde, também na sexta, às 16h, o ex-presidente participa de um novo ato, organizado pela Frente Brasil Popular PE, nome da CUT, que será realizado no Pátio do Carmo, centro do Recife.

No sábado (26), pela manhã, às 10h, Lula visita Brasília Teimosa, onde se encontra com pescadores, marisqueiras. De acordo com o PT, a comunidade foi revitalizada em um dos primeiros atos de seu governo, com a retirada das palafitas e construção da orla. No sábado, o presidente dá por encerrada sua agenda no estado pernambucano, sendo que no dia 31, ele retorna à Pernambuco, para visitar o sertão, vindo pelo interior do Ceará.

“Lula é muito querido pelo povo pernambucano, que reconhece a prioridade que os seus governos asseguraram para as pessoas e regiões mais pobres. Temos certeza que, quando souberem da vinda dele ao nosso Estado, as pessoas vão querer comparecer e externar o carinho e a confiança que sentem por ele”, afirma Bruno Ribeiro, presidente do PT estadual, ao comentar a expectativa.
.

Daniel Coelho estará na comissão que visa limitar supersalários

Daniel: “Temos casos de remunerações que ultrapassam os 100 mil reais mensais, muito acima 
do limite imposto pela Constituição. O país não pode mais continuar com essa farra”. (Blog do Jamildo)

O deputado federal Daniel Coelho foi indicado pelo PSDB para fazer parte da Comissão Especial que vai dar parecer ao Projeto de Lei 6.726/16, que limita o teto salarial dos servidores públicos. O tucano é um dos parlamentares que vêm lutando pelo corte de gastos do governo federal. O texto redefine o que deve e o que não deve ser submetido ao limite remuneratório imposto pela Constituição para todo o funcionalismo público e foi proposto no Senado, que debateu o fim dos “supersalários”.

De acordo com o texto constitucional, o limite remuneratório na administração pública é o subsídio mensal dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), atualmente em R$ 33,7 mil. No entanto, como alguns rendimentos não são submetidos à regra do teto, há casos de servidores que recebem, por mês, mais do que os ministros do STF.

“Temos casos de remunerações que ultrapassam os 100 mil reais mensais, muito acima do limite imposto pela Constituição. O país não pode mais continuar com essa farra de supersalários, de privilégios, especialmente num momento de crise tão grande, onde quem mais tem sofrido é a maior parte da população brasileira, que ganha até dois salários mínimos. Esperamos mudar essa situação”, disse Daniel Coelho, nesta terça-feira.
.