quinta-feira, 22 de junho de 2017

BRASÍLIA: Izaías e Presidente da Aesga buscam convênios no MEC

Ontem, dia 21, presidente da Aesga esteve com o prefeito Izaías, em audiência com o
Ministro da Educação, Mendonça Filho. (Com informações e imagens da Aesga).

A presidente da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns – AESGA, Suianne Melo e a professora e vice-presidente da Associação das Instituições de Ensino Superior do Estado de Pernambuco – Assiespe, Giane Lira, estiveram na Capital do País, aonde seguiram em visitas e reuniões em prol de apoio e benefícios para a Autarquia.

Durante os dias em que estiveram em Brasília, as professoras visitaram o Ministério da Educação – MEC garantindo a atualização dos dados cadastrais das Unidades de Ensino e dos cursos mantidos pela Instituição e na Câmara dos Deputados, momento em que se reuniram com o deputado federal Augusto Coutinho (última foto), com o objetivo de conseguir emendas parlamentares para os projetos de laboratórios da Autarquia.

Na tarde de ontem, dia 21, as professoras estiveram com o prefeito Izaías Régis em audiência com o Ministro da Educação, Mendonça Filho. No Encontro, o Prefeito de Garanhuns e Presidente da AESGA, solicitaram a inclusão de instituições públicas de ensino superior municipais nas chamadas públicas para celebração de convênios de fomento abertas pelo MEC, possibilitando assim as Autarquias à submissão de propostas para recebimento de verbas do Ministério.
.

Além disso, o Gestor do Executivo Municipal solicitou ainda a inclusão das Autarquias na política do Fundo de Financiamento Estudantil – FIES, bem como a possibilidade de bolsas de oferta de estudo para doutorado e mestrado para professores das Autarquias Municipais. “Saímos gratos pela receptividade e atenção do Ministro para os pleitos de Garanhuns. Agora é aguardar que o ambiente político do País melhore, para que esses pedidos possam vir a se concretizar”, comentou o Prefeito.

Para a Presidente da AESGA, os dias em Brasília, além de repletos de atividades, foram de resultados positivos e esperança. “Conseguimos revolver questões administrativas e, além de pleitear apoios para Autarquia, conseguimos ampliar o relacionamento com o MEC e o apoio incondicional do prefeito Izaías durante a audiência com o Ministro da Educação foi fundamental. Estamos esperançosas que de, em breve, conseguiremos promover ainda mais o crescimento da nossa Autarquia”, afirmou Suianne Melo.
.

Prefeitura vai expulsar empresas irregulares, do Simples Nacional

Empresas terão prazo de 30 dias para realizar a regularização cadastral junto ao
setor de atendimento ao contribuinte. (Com informações da Secom/PMG).

A Secretaria de Finanças de Garanhuns, através do Núcleo de Inteligência Fiscal, deu início ao processo de exclusão de empresas do Simples Nacional que estão com irregularidade cadastral na Inscrição Municipal. Até o momento, 377 empresas foram notificadas da exclusão via Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional (DTE-SN)  no portal do Simples Nacional via e-CAC. As empresas terão o prazo de 30 dias para realizar a regularização cadastral junto ao setor de atendimento ao contribuinte. A listagem de empresas pode ser acessada no link:  www.garanhuns.pe.gov.br/secretarias-e-orgaos/secretaria-da-fazenda/

Após a notificação, o prazo final para a regularização, após ciência, será o dia 20 de julho. Os representantes das empresas devem solicitar abertura de processo de inscrição municipal e pagamento das taxas. Isso possibilitará o retorno da empresa como optante pelo Simples Nacional de imediato. A coordenação do Núcleo de Inteligência Fiscal ressalta que caso a empresa seja excluída do Simples Nacional, a matriz ou quaisquer de suas filiais, e todos os demais estabelecimentos são excluídos do regime, inclusive aquelas localizadas em outros municípios. Por esse motivo, é imprescindível o comparecimento do contribuinte ou do responsável legal para providenciar a regularização.

         O contribuinte poderá tirar dúvidas no setor de atendimento ao contribuinte ou por telefone: (87) 3762-7016 ou por e-mail: tributacao.fazenda@garanhuns.pe.gov.br
.

Agricultor colhe macaxeira de 3 metros, na cidade de São João

Genivaldo Lopes da Silva, de 54 anos, ficou surpreso com o tamanho do alimento que colheu. 
(Com informações do Portal G1 Caruaru e Região e fotos de arquivo Pessoal/Gessyane Barreto Lopes).

No período junino, Caruaru, no Agreste de Pernambuco, é marcado pela tradição das comidas gigantes. Mas o município ganhou um forte concorrente, já que em São João, também no Agreste, um agricultor colheu uma "macaxeira gigante", de aproximadamente 3 metros. Ao G1, a professora Gessyane Barreto Lopes, de 22 anos, que é filha do agricultor, contou que foi a primeira vez que a família colheu uma macaxeira tão grande. "De tão surpresas, muitas pessoas foram olhar", destacou a professora.

O agricultor Genivaldo Lopes da Silva, de 54 anos, ficou surpreso com o tamanho do alimento que colheu. A macaxeira tinha 1,5 metro de cumprimento, mas com a raiz chegava a 3. "Ele não imaginava que a macaxeira teria esse tamanho", ressaltou a professora.

Sobre o destino da "macaxeira gigante", Gessyane falou que a mãe dela aproveitou para preparar outros alimentos. "Minha mãe fez massa de mandioca para preparar bolo", afirmou a filha do agricultor. O técnico agrícola Alvaro de Morais explicou ao G1 que "a macaxeira fica gigante quando é deixada por muito tempo no solo, e sua raiz não se espalha em ramificações pela terra".
.