quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Mendonça Filho antecipa R$ 45 mil para professores de Garanhuns

Recurso é referente ao repasse do Fundeb, destinado a complementar o piso salarial dos 
professores, nos estados e municípios. (Fonte: Assessoria Ministro Mendonça Filho).

Como garantido no final de 2016, o ministro da Educação, Mendonça Filho pagou a primeira parcela referente ao repasse de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) para complementar o piso salarial dos professores, nos estados e municípios. Para Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco, foi liberado o montante de R$ 45.568,89 para complementar o piso dos professores no dia 30 de janeiro.“Com isso, asseguramos o pagamento do piso nacional, evitando atrasos nos contracheques, especialmente nas cidades com maior dificuldade financeira,” destacou Mendonça Filho.

A complementação do Fundeb era paga com atraso. Com o trabalho do ministro Mendonça Filho junto ao Ministério da Fazenda, o Governo decidiu pagar em 13 parcelas o que só seria pago em abril de  2018. Criado em 2006, por emenda constitucional, o Fundeb é um fundo especial de natureza contábil e de âmbito estadual (um por unidade da Federação, num total de 27), formado, na quase totalidade, por recursos provenientes dos impostos e transferências dos estados, Distrito Federal e municípios vinculados à educação.

O aporte de recursos do governo federal ao Fundeb, a partir de 2010, passou a corresponder a 10% da contribuição total dos estados e municípios. Os investimentos realizados por eles e o cumprimento dos limites legais da aplicação dos recursos do Fundeb são monitorados por meio das informações declaradas no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope). A Portaria Interministerial nº 8/2016, dos ministérios da Educação e da Fazenda, que estabelece parâmetros operacionais para o Fundeb em 2017, foi publicada no Diário Oficial da União de 27 de dezembro de 2016.

Presidente da AESGA é empossada como Conselheira do CREA/PE

No último final de semana, Giane Lira foi empossada como Conselheira suplente do órgão, na condição de
representante da Faculdade de Ciências Exatas de Garanhuns – FACEG. (Fonte: Ascom AESGA).

A presidente da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns – AESGA, professora Giane Lira e a coordenadora do curso de Engenharia Civil, Suianne Melo, participaram no último final de semana da 3ª edição do Seminário de Lideranças Regionais, promovido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (CREA-PE), no Palace Hotel. Durante os três dias, palestras, debates e reuniões temáticas nortearam o Evento, que teve como objetivo reunir conselheiros – novos e veteranos, inspetores regionais e presidentes de entidades de classe para discutir os procedimentos do Conselho e o futuro das profissões da área tecnológica. 

No último dia de atividades, a programação do Seminário de Lideranças Regionais foi marcada pela realização da primeira Plenária de 2017, onde foram empossados novos conselheiros do Crea-PE, momento em que Presidente da AESGA, Giane Lira (foto acima), foi empossada como Conselheira suplente, na condição de representante da Faculdade de Ciências Exatas de Garanhuns – FACEG.  

“Desde que participamos da primeira Colação de Grau do curso de Engenharia Civil já vínhamos conversando sobre a importância da parceria entre a Instituição e o CREA, o que logo em seguida concretizamos. Agora, além de parceiros, a presidente Giane é empossada como conselheira suplente do CREA, o que é muito bom para nós e para a Faculdade também”, destacou o presidente do CREA Pernambuco, Evandro Alencar.

Para a Gestora o momento é de comemoração e agradecimento. “Sinto-me muito lisonjeada com o apoio e confiança de todos que fazem o Conselho e animada por estarmos representando a nossa Faculdade em ações e discussões que são essenciais no que diz respeito a regulamentação e atuação dos profissionais de engenharia, incluindo normas técnicas e éticas. Fazer parte do CREA é um passo importante para o desenvolvimento e fortalecimento dos cursos da FACEG”, afirmou Giane Lira.   

Novo Líder do Governo Izaías na Câmara será Daniel ou Alcindo

Embora o prefeito não tenha confirmado a indicação de seu novo líder durante a primeira Reunião 
Ordinária da Câmara, o Blog do Gidi Santos conseguiu obter a informação com exclusividade.

Apesar de não ter sido confirmada pelo Prefeito Izaías, circula a informação nos bastidores da Câmara de Vereadores de Garanhuns, que o posto de líder do Governo na Casa Raimundo de Moraes deve ficar entre os vereadores Daniel da Saúde (PSC) e Alcindo Correia (PcdoB). Na manhã desta quarta-feira, 1 de fevereiro, o Prefeito participou da abertura dos trabalhos do Legislativo garanhuense. O anúncio oficial era esperado, mas Régis preferiu protelar. Embora o Prefeito não tenha aberto a público a indicação de seu novo líder na Câmara, o Blog do Gidi Santos, atento as articulações da casa, conseguiu furar o bloqueio imposto por Régis e obteve a informação com exclusividade.

Alcindo e Daniel, ainda que informal e rapidamente, registraram sua fala ao Blog do Gidi Santos, embora ambos não tenham assinalado sobre o ombro de qual, ficará essa responsabilidade. Mesmo contando com os 13 vereadores em sua base, também circula na Câmara, informações ainda que extraoficiais, que muito em breve, um bloco oposicionista deve ser articulado. Embora não detenha mais assento no Legislativo de Garanhuns, o ex-vereador e ex-líder da oposição na Câmara, Sivaldo Albino do PPS, junto ao seu irmão Johny Albino, foram vistos circulando nos corredores do parlamento. Alguns acreditam, que Sivaldo pode estar sondando alguns vereadores no intuito de estabelecer esse grupo.

Ao falar ao público presente a primeira reunião ordinária da Câmara, Izaías assegurou que sua relação com os vereadores deve ser alinhada. Aos parlamentares, Régis fez questão de assegurar que somente esse ano, ele irá liberar uma emenda de R$ 500 mil reais para cada um. Esse valor, de acordo com o Próprio Izaías, será revertido em obras de infraestrutura por toda a cidade por indicação dos vereadores.
.

SEGURANÇA EM GARANHUNS E NO ESTADO - Também durante a reunião, Izaías voltou a criticar a segurança Pública em Garanhuns e em todo o Estado de Pernambuco. Para ele, os números alarmantes de crimes de pequeno e grande porte são reflexo da gestão desastrosa do atual Governador Paulo Câmara, ao não considerar as ações necessárias à cidade de Garanhuns e à todo Pernambuco. Izaías tem sempre que oportuno tocado no assunto, já que os índices tem aumentado gradativamente tanto aqui na cidade das Flores quanto no âmbito do estado.

Na Câmara, Régis bateu: “Nós estamos entregues as baratas na situação de segurança pública! Só esse final de semana foram cinquenta homicídios no estado de Pernambuco e ainda tem gente falando em Pacto pela Vida. Nós estamos vivendo no estado uma guerra civil! Uma guerra que o Governador simplesmente deu as costas para a segurança da população. Os coletes das Polícias de Pernambuco com uma peteca você fura eles! Quase todas as escolas de Garanhuns foram arrombadas. Levaram tudo. Mais de R$ 4 milhões de reais foram roubados e o pior, os nossos secretários vão denunciar e a polícia diz o seguinte: nós não temos ninguém para investigar!”.

         A Câmara de Vereadores volta a se reunir na próxima quarta-feira (8). Semana que vem, de acordo com a Presidente, Carla de Zé de Vilaço, o Poder Legislativo colocará em teste um novo horário para os encontros. Segundo Carla, os debates devem iniciar já no período da tarde, com horário específico a ser definido.
.

Assembleia Legislativa de PE retoma os trabalhos parlamentares

Cerimônia que deu início as atividades na Alepe, também empossou a Mesa Diretora, responsável 
pela condução das atividades administrativas da Casa até 31 de janeiro de 2019. (Fonte: Alepe).

Com a presença de autoridades no Museu Palácio Joaquim Nabuco, a Assembleia Legislativa realizou, na tarde desta quarta (1º), a abertura dos trabalhos do segundo biênio da 18ª Legislatura. A cerimônia também marcou a posse da Mesa Diretora eleita em dezembro, que conduzirá as atividades administrativas e legislativas da Casa até 31 de janeiro de 2019. Conforme prevê a Constituição Estadual, a reunião contou com a leitura da mensagem do governador Paulo Câmara, representado na solenidade pelo secretário da Casa Civil do Governo de Pernambuco, Antônio Figueira.

Após ser empossado, o presidente da Alepe, Guilherme Uchoa (PDT), afirmou que a Mesa vai atuar para que os mandatos sejam desempenhados da melhor forma possível. Na sequência, Antônio Figueira leu a mensagem do governador sobre a situação de Pernambuco. Entre outros aspectos, o texto destacou as medidas adotadas para buscar o equilíbrio das contas, e o avanço em indicadores nacionais na área da educação. “Nosso Governo tem consciência de que o preço dessa crise, que não foi criada por nós, não poderia comprometer o futuro de toda uma geração de pernambucanos”, afirmou.

OPOSIÇÃO – Em seu discurso na reunião, o líder da Bancada de Oposição, Sílvio Costa Filho (PRB), sustentou que “as conquistas dos últimos anos estão ficando para trás, ao contrário do que mostram as peças publicitárias do Governo”. Ainda segundo ele, “Pernambuco é um Estado sem rumo, sem direção e sem liderança”. Como exemplo, ele citou a existência, segundo dados do Tribunal de Contas da União, de 950 obras paradas, que afetam áreas como mobilidade, sistema prisional e saneamento. Outra crítica foi com relação ao aumento da dívida com restos a pagar aos fornecedores do Estado.

GOVERNO - Líder do Governo, Isaltino Nascimento cumprimentou os novos deputados e registrou agradecimentos ao trabalho de Waldemar Borges (PSB), que ocupava a liderança da base aliada até o início do ano. Nascimento apontou para a necessidade de diálogo na apreciação de pautas importantes e comemorou os resultados da economia e das contas públicas do Estado. Em referência às críticas da Oposição, considerou que a sessão de abertura dos trabalhos não era o momento adequado para abrir a discussão. “Faremos o bom debate e responderemos, item a item, a tudo aquilo que for trazido aqui”, disse.

Além de Uchôa (Presidente), tomaram posse na Alepe, o primeiro secretário da casa, Diogo Moraes (PSB); o 1° vice-presidente, Pastor Cleiton Collins (PP); o 2º vice-presidente, Romário Dias (PSD); o 2º secretário, Vinícius Labanca (PSB); o 3º secretário, Júlio Cavalcanti (PTB), e o 4º secretário, Eriberto Medeiros (PTC).
.