quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Lula: “Se preparem, se necessário, serei candidato à Presidência”

“Se eu for candidato, é para a gente ganhar as eleições desse país'', também disse Lula, durante 
Encontro Estadual do MST na Bahia. (Diário de Pernambuco /  Fotos: Ricardo Stuckert).

Em seu primeiro ato público do ano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que se necessário vai ser candidato a presidente da República. A declaração foi dada durante o 29º Encontro Estadual do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), em Salvador, na Bahia.''Se preparem, porque, se necessário, eu serei candidato à Presidência. Se eu for candidato, é para a gente ganhar as eleições desse país'', disse Lula, a uma plateia que usava bonés vermelhos com a inscrição ''Estamos com Lula''. 

Mais cedo, no mesmo evento, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou que o partido ainda não tomou a decisão sobre uma eventual candidatura do ex-presidente, mas que ele é ''aspiração nacional''. Durante o discurso, Lula era interrompido pelo público com o grito ''Brasil pra frente, Lula presidente''. O ex-presidente da República disse ainda que durante este ano vai andar pelo País para recuperar a imagem do PT e sua própria imagem. Ele voltou a afirmar que a legenda está sendo criminalizada pela mídia e pela Justiça.

Lula defendeu que todos que queiram ser candidatos tenham esse direito. ''Se o Temer quer ser, ótimo, se o Serra quer ser, ótimo, se o Moro quer ser, ótimo, se os delegados querem ser, todo mudo que quer ser candidato tem direito, entre num partido e vá para as ruas'', afirmou.  O ex-presidente fez um discurso defendendo que o País volte a crescer através de investimentos do governo. ''O único jeito desse país voltar a crescer é o Estado investir, pode mexer no compulsório, pode aumentar a dívida. A melhor forma de diminui a dívida com proporção do PIB, é fazer o PIB crescer'', afirmou.  Lula destacou que o Brasil precisa fazer a reforma agrária e voltar a usar os bancos públicos para financiar a agricultura familiar, os pequenos empresários e os consumidores.
.

Sesc Garanhuns oferece ensinos do Fundamental e Médio gratuítos

Unidade do Sesc instalada aqui no município é a única no estado que oferece gratuitamente as 
três modalidades de ensino; Alfabetização, Fundamental e Médio. (G1 Portal de Notícias).

As escolas do Sesc em Pernambuco, uma delas instaladas aqui em Garanhuns, estão com inscrições abertas para turmas de Alfabetização, Ensino Fundamental e Ensino Médio para a modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) até o dia 31 de janeiro. Para a Alfabetização e os anos iniciais do Ensino Fundamental, o curso é gratuito. Ao total, as vagas estão distribuídas entre 11 unidades em todo o estado. No caso do Sesc Garanhuns, a gratuidade é oferecida para todas as turmas, da Alfabetização ao Ensino médio.

Para se inscrever, é necessário levar cópias do RG, CPF, uma foto 3x4, comprovante de residência e a transferência definitiva de uma instituição de ensino ou declaração provisória de escolaridade. Para os candidatos que não têm a comprovação escolar devem ser submetidos a uma avaliação do nível de conhecimento e de necessidade de aprendizado, feita por uma banca examinadora numa das unidades do Sesc. As aulas têm início já no próximo dia 6 de fevereiro deste ano.

Para ter direito ao benefício da gratuidade, é preciso ser comerciário ou dependente e ter renda familiar bruta de até três salários mínimos. Caso não haja vínculo com o comércio, é possível apenas comprovar a renda familiar bruta no mesmo valor. Para os outros níveis de ensino, a matrícula e as mensalidades custam R$ 50 reais para comerciários e dependentes e R$ 100 reais para o público em geral.

Mendonça Filho destina quase R$ 1 milhão de reais para Garanhuns

Recursos estão sendo utilizados em obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), 
assim como no Plano de Ações Articuladas (PAR), que prevê a construção de creches.

O ministro da Educação, Mendonça Filho destinou, desde que assumiu o Ministério da Educação, até hoje, R$ 996.678,75 para obras no município de Garanhuns. Esses valores, no entanto, são referente as obras do Programa de Aceleração do Crescimento(PAC 2) e do Plano de Ações Articuladas (PAR), que preveem a construção de creches e aquisição de ônibus para o transporte escolar e equipamentos e mobila para as escolas. “São recursos relevantes, que mostram nossa disposição no investimento na educação básica e que nos motiva a cada vez mais seguir nesse caminho”, destaca o Ministro.

Além desses valores, a cidade de Garanhuns recebeu R$ 27,9 mil do Programa Dinheiro Direto na Escola. Esse montante é a soma de todos os repasses feitos desde que o ministro assumiu o ministério. “Esses recursos são essenciais para a gestão escolar, com eles os gestores conseguem adquirir materiais de uso diário, realizar projetos pedagógicos e realizar pequenos reparos nas unidades educacionais”, detalha Mendonça.

        No início do mês de janeiro, o Ministro da Educação liberou outra ordem de recursos para suíça pernambucana, sendo que daquela vez, os subsídios foram destinados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb). Para Garanhuns Mendonça remeteu R$ 533.621,63. A quantia se destina a complementar o piso dos professores. Esse adicional do Fundeb vinha sendo pago com atraso em quase todo o país. Com o trabalho do ministro Mendonça Filho junto ao Ministério da Fazenda, o Governo decidiu antecipar o pagamento referente a 2016. Para 2017 os valores da complementação do Fundeb serão pagos mensalmente.
.