segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Promotor de Garanhuns assume Procuradoria de Justiça na sexta

Cerimônia que dará posse a Dirceu Barros como novo chefe do MP, 
será realizada pelo Colégio de Procuradores de Justiça do órgão, na capital, Recife. 

Na próxima sexta-feira, dia 13 de janeiro, o Ministério Público de Pernambuco passa a ter um novo chefe no âmbito estadual. Trata-se, do Dr. Francisco Dirceu Barros, que aqui em Garanhuns atua como Promotor de Justiça Criminal. Dirceu, que será empossado através de sessão solene realizada pelo Colégio de Procuradores de Justiça, ocupará a partir da sexta, o posto de novo Procurador Geral de Justiça do Estado, cargo até então, ocupado pelo seu colega, também Promotor, Carlos Guerra. A cerimônia, marcada para iniciar a partir das 15 horas, ocorrerá no Salão dos Órgãos Colegiados, que na capital, Recife, fica nas dependências do Edifício Roberto Lyra, localizado na rua Dom Pedro II, 473, Santo Antônio.

No último dia 3 de janeiro, Dirceu ficou entre os três membros do Ministério Público de Pernambuco mais votados na eleição para procurador-geral. No dia seguinte, após apreciação da lista, ele foi escolhido pelo governador Paulo Câmara, para ser o novo chefe do MPPE durante o biênio 2017-2018. A época do anúncio oficial de Dirceu como novo Procurador de Justiça do Estado, o Governador Paulo Câmara falou da relação do MP com o Pacto Pela Vida, destacando a importância do órgão para a sociedade pernambucana. "O Ministério Público Estadual tem um papel fundamental na defesa dos interesses da sociedade e do Estado. Cito, por exemplo, a participação do MPPE no Programa Pacto Pela Vida, no apoio ao combate à violência e à criminalidade", disse Câmara.

Francisco Dirceu, que na sexta, assumirá o posto de Procurador Geral de Justiça do Estado é mestre em Direito e especialista em Direito Penal e Processo Penal. Natural da cidade do Crato, Ceará, tomou posse como promotor de Justiça em 30 de setembro de 1999, na Comarca de Exu, sertão pernambucano. Durante sua carreira no MP, passou como titular ou por cumulação por diversos municípios pernambucanos, entre eles: Correntes, Moreilândia, Ouricuri, Trindade, Bodocó, Panelas, Águas Belas, Lagoa do Ouro, Angelim, Jurema, Bom Conselho e Garanhuns, onde atualmente é o 2º promotor de Justiça Criminal, coordenando a sede das Promotorias de Justiça da cidade. Aos 50 anos de idade, 17 de carreira no MP estadual, Francisco ocupará o posto pela primeira vez.