quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Programa bolsas universitárias é aprovado em Comissão da Alepe

De acordo com o texto do PL, estão aptos a participar do programa estudantes com renda familiar de até dois
salários mínimos, que tenham cursado todo o Ensino Médio em escola pública da rede estadual. (Alepe)

Menos da metade dos alunos da rede pública do Estado realizam inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Sistema Seriado de Avaliação da Universidade de Pernambuco (SSA/UPE). Nesta quarta (29), a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), concedeu parecer favorável a proposta que pode mudar esse quadro e estimular o ingresso dos jovens ao Ensino Superior. De iniciativa do Poder Executivo, o PL nº 1684/2017 cria bolsas de apoio financeiro na universidade para estudantes de baixa renda egressos da Rede Pública.

Levantamento do próprio Governo do Estado de Pernambuco, apontou que a maioria desses estudantes sequer tenta entrar em universidades. Assim, a proposta ­– intitulada Programa de Acesso ao Ensino Superior – prevê duas modalidades de bolsas mensais. Com duração de dois anos, a Bolsa de Manutenção tem valor de R$ 400, enquanto a Bolsa de Apoio à Permanência é de R$ 550, concedida durante o primeiro ano da graduação. O relatório foi do deputado Eduíno Brito, do Partido Progressista (PP).

Estão aptos a participar do programa, estudantes com renda familiar de até dois salários mínimos, que tenham cursado todo o Ensino Médio em escola pública da rede estadual há no máximo cinco anos (prazo contabilizado a partir do ano de realização do Enem ou do SSA). Entre as obrigações dos beneficiários estão o fornecimento bimestral de informações relativas à frequência no curso de graduação e a atualização, junto à Secretaria Estadual de Educação, das informações socioeconômicas.
.

Edilson Silva propõe criação de CPI sobre Operação Torrentes

Na avaliação do parlamentar, há “fortes suspeitas de irregularidades e de condutas corruptas 
por parte de membros do Governo”, motivo pelo qual, ele solicita abertura de CPI. (Alepe)

O deputado Edilson Silva (PSOL) leu, na Reunião Plenária desta quarta (29), requerimento de sua autoria para criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar fatos da Operação Torrentes, da Polícia Federal. Deflagrada no último dia 9, a ação policial investiga supostos desvios de verbas repassadas pela União para assistência às vítimas das enchentes na Mata Sul, em 2010, por meio da Operação Reconstrução.

As fraudes teriam sido cometidas, supostamente, por servidores vinculados à Secretaria da Casa Militar do Governo do Estado de Pernambuco. De acordo com a Polícia Federal, foram encontrados indícios de direcionamento de contratos em troca de contrapartidas financeiras. As denúncias também mencionam possível superfaturamento em contratos firmados pela Casa Militar na Operação Prontidão, que objetivou a reestruturação dos municípios atingidos pelas cheias de maio de 2017.

Na avaliação do parlamentar, há “fortes suspeitas de irregularidades e de condutas corruptas por parte de membros do Governo”, ao longo das operações Reconstrução e Prontidão. Ele citou estimativa da Polícia Federal de que as fraudes podem ter chegado a até 30% do valor dos contratos, que totalizam R$ 450 milhões. “A PF afirma haver indícios de utilização de parte dos recursos em campanha eleitoral”, acrescentou Silva.

Porto sobre Paulo no auxílio a PC: “falhou no seu compromisso”

Nesta quarta, na Alepe, deputado cobrou do Governador, o atraso e a falta de reajuste na bolsa-auxílio a
Polícia Civil, que de acordo com ele, comprometem a dignidade dos alunos do curso de formação

Após apresentar indicação solicitando ao Governo do Estado a regularização do pagamento do Bolsa-auxílio de Formação aos alunos que estão fazendo o curso preparatório para as carreiras da Polícia Civil de Pernambuco, o deputado estadual Álvaro Porto (PSD) ocupou a tribuna na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (29) para denunciar o que classificou de situação constrangedora para os 1.283 alunos.

Além do atraso de mais de três semanas corridas (pago esta semana), o pagamento correspondente ao primeiro mês de atividade para esses alunos, revela Álvaro, veio sem o reajuste prometido. "O mais grave é que o Projeto de Lei anunciado pelo governador Paulo Câmara (PSB) para corrigir o valor da Bolsa só chegou à Assembleia Legislativa no dia 16 deste mês, após 45 dias do início das aulas", disse Porto na Alepe.

De acordo com Porto, a promessa do Governador foi feita no discurso de solenidade de abertura do curso, no último dia 02 de outubro deste ano; há cerca de dois meses. "Ou seja, o projeto de lei levou 44 dias para chegar a esta Casa". Com a morosidade no envio do projeto, o valor ficou em R$ 600,00, que é a quantia prevista originalmente na Lei nº 13.354, de 2007. "Isso significa que a bolsa paga com atraso corresponde a um total calculado há dez anos, estando, inclusive, abaixo do salário-mínimo", frisou.

Pelo Projeto de Lei, a bolsa será ampliada para R$ 1,1 mil, para os alunos dos cargos de agente, escrivão, perito papiloscopista, auxiliar de perito e auxiliar de legista. Já para os cargos de delegado, perito criminal e médico legista o valor será elevado para R$ 2,2 mil. 

"O governo falhou no seu compromisso, demonstrou descompasso entre discurso e execução do que prometeu e criou uma situação que comprometeu a dignidade e a honra dos alunos. Curiosamente, o mesmo governo que deixa de pagar os valores devidos da Bolsa-Auxílio tem caixa para assediar prefeitos ligados a deputados de oposição e muitos milhões para bancar propaganda para se auto-elogiar", afirmou.

Marcos Loreto é eleito novo presidente do Tribunal de Contas de PE

Marcos e sua gestão no TCE: “devemos caminhar no sentido de sermos
intransigentes no combate à corrupção. É isto o que a sociedade espera de nós”.

O conselheiro Marcos Loreto foi eleito nesta quarta-feira (29), por aclamação, presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco para o biênio 2018-2019. Ele tomará posse no dia 10 de janeiro próximo em substituição ao conselheiro Carlos Porto. Também foram eleitos o conselheiro Dirceu Rodolfo para a vice-presidência, o conselheiro João Carneiro Campos para a Corregedoria, o conselheiro Ranilson Ramos para a diretoria da Escola de Contas, a conselheira Teresa Duere para a Ouvidoria, o conselheiro Valdecir Pascoal para a presidência da Primeira Câmara e o conselheiro Carlos Porto para a presidência da Segunda turma. Todos foram eleitos por unanimidade.

Loreto (foto acima), em sua primeira manifestação no Pleno após a eleição, agradeceu a confiança dos colegas, prometeu realizar uma “gestão de continuidade” pautada no planejamento estratégico do órgão, e por fim, disse ainda, que sua principal prioridade à frente do Tribunal, será a “intransigência” no combate à corrupção. “Temos vários instrumentos de orientação aos gestores públicos, como o site ‘Tome conta’, por exemplo, e agora devemos caminhar no sentido de sermos intransigentes no combate à corrupção. É isto o que a sociedade espera de nós”, disse o presidente eleito.

Parabenizaram-no por sua eleição, desejando-lhe sucesso na presidência, todos os outros conselheiros além, dos substitutos, Marcos Nóbrega, Ruy Ricardo e Carlos Pimentel, e o procurador geral do Ministério Público de Contas, Cristiano Pimentel. Eles também parabenizaram o presidente Carlos Porto pelo encerramento de sua gestão, enaltecendo o seu espírito democrático e a autonomia que deu aos subordinados para o desempenho de suas funções. Porto agradeceu os elogios, frisando, no entanto, que só fará sua despedida oficial na última sessão do pleno marcada para a segunda semana de dezembro.

Zeca é eleito o melhor deputado em defesa dos municípios de PE

Escolha, ocorreu através do Observatório Político, que classifica os deputados e senadores federais, com o
maior perfil Municipalista; ou seja, os que atuam em consonância com os interesses dos Municípios.

A Confederação Nacional de Município – CNM, através do Observatório Político, escolheu o Deputado Federal Zeca Cavalcanti (PTB), como o melhor parlamentar em defesa dos municípios em Pernambuco. O parlamentar trabalhista ficou com o 1º lugar do ranking com 92 pontos. O Observatório Político objetiva identificar e classificar os deputados federais e senadores com o perfil Municipalista, ou seja, os que atuam em consonância com os interesses dos Municípios e nesse item o deputado arcoverdense lidera segundo os critérios de avaliação da CNM. No País, o deputado Zeca Cavalcanti ocupa a 34º posição. 

A atuação dos parlamentares federais Brasileiros, é avaliada por meio de dois parâmetros, sendo um deles, as votações de proposições de alta relevância para os Municípios; enquanto que o outro: as ações realizadas pelo parlamentar que impactem, de forma positiva ou negativa, o andamento ou o resultado dessas votações.

Entre as votações do Deputado Zeca Cavalcanti que lhe garantiram o primeiro lugar no Ranking da CNM estão os votos favoráveis aos municípios no Parcelamento de Débitos Previdenciários, Veto do ISS, Veto da Repatriação, Aplicação anualmente de valor mínimo pela União em ações e serviços públicos de saúde e a alteração do simples nacional.

Entre os parlamentares pernambucanos que compõem a bancada federal, ficou em último lugar o deputado Luciano Bivar, com 8 pontos. Fernando Monteiro (PP) vem em 23º com 40 pontos ao lado de Danilo Cabral (PSB), também com 40 pontos no 22º. João Fernando Coutinho ficou em 7º com 72 pontos e em 2º lugar está Tadeu Alencar (PSB) com 90 pontos. No País, Fernando Monteiro ocupa a 422º colocação, Danilo Cabral a 419º e João Fernando Coutinho a 125º.

Hoje (30), no Sesc: Nivaldo Tenório lança novo livro em Garanhuns

Assim como na obra anterior, narrativas curtas circundam temas existenciais pelos quais Nivaldo demonstra
obsessão. O fim da vida, é a principal delas. (Portal UAI / Foto: Ricardo Fernandes/DP/D.A Press).

Um dos mais prestigiados escritores da safra garanhuense, Nivaldo Tenório (foto acima), lança seu mais novo livro nesta quinta-feira (30), às 19:30h, no SESC local. É a primeira publicação do autor, nascido em Garanhuns (PE), desde o aclamado "Dias de febre na cabeça" (2012), que chamou a atenção do país para Tenório.

Assim como na obra anterior, narrativas curtas circundam temas existenciais pelos quais Nivaldo demonstra obsessão; o fim da vida é a principal delas. A reboque vêm a decadência do corpo, doenças de toda espécie, fraquezas da alma, falhas de caráter.

Não se trata, todavia, de pessimismo gratuito. A escrita labiríntica e, ao mesmo tempo, simples aproxima o leitor e o força a vislumbrar questões demasiado humanas. ''Penso na imprevisibilidade, no azar, no que a qualquer momento pode acontecer. A sondagem do humano e sua fragilidade me interessam'', comenta o escritor pernambucano.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

MP sugere rejeição ao PL de Audálio, sobre gênero e sexualidade

Originada na 2ª Promotoria de Defesa de Justiça da Cidadania, recomendação do Ministério 
Público é direcionada ao prefeito Izaías, assim como aos vereadores de Garanhuns.

Proteger o objetivo constitucional de construir uma sociedade livre, justa e solidária; o direito à igualdade; a vedação à censura em atividades culturais; a laicidade do Estado; a competência privativa da União para legislar sobre diretrizes e bases da educação; o pluralismo de ideias e concepções pedagógicas; e a liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber.

Todos esses princípios fundamentaram a atuação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) ao recomendar aos vereadores de Garanhuns, que rejeitem Projeto de Lei de autoria do Vereador Audálio Filho, ou substitutivo de semelhante teor que proponha a “proibição, na grade curricular de ensino da rede municipal, da disciplina denominada ideologia de gênero, bem como toda e qualquer disciplina que tente orientar a sexualidade dos alunos ou tente extinguir o gênero masculino e feminino como gênero humano”.

A recomendação do Ministério Público também é direcionada ao prefeito Izaías Régis, para que exerça, na hipótese de aprovação do referido projeto de lei, seu poder de veto integral. De forma semelhante, o MPPE recomendou à secretária de Educação, Eliane Vilar, e aos professores da rede de ensino municipal de Garanhuns que observem, nas suas atividades laborais, os referidos mandamentos constitucionais.
.

Segundo o promotor de Justiça Domingos Sávio Pereira Agra, o Ministério Público de Pernambuco, aqui em Garanhuns, foi informado sobre a apresentação de projeto de lei, que trouxe inquietação à categoria dos professores, além de contrariar as políticas públicas existentes para a população LGBT. No dia 21 de novembro, foi realizada audiência pública na Câmara de Vereadores de Garanhuns para debater o projeto. “O referido projeto de lei e seu substitutivo, ao pretenderem censurar abordagens sobre gênero nas escolas, que são ambientes naturalmente destinados ao debate no Estado democrático de Direito, reforçam estereótipos e preconceitos contra os que não se enquadram nos padrões ditos dominantes”, alertou Domingos Sávio Pereira Agra, no texto da recomendação.

O promotor de Justiça ressaltou ainda que o Supremo Tribunal Federal (STF), no desempenho de sua jurisdição constitucional, vem proferindo decisões de caráter contramajoritário, ou seja, favoráveis ao entendimento de que os direitos, interesses e valores dos grupos minoritários expostos a situações de vulnerabilidade e que se tornam objeto de intolerância, perseguição ou discriminação são intangíveis.

Lei suspensa – um projeto de lei semelhante ao que tramita em Garanhuns chegou a ser aprovado na cidade de Paranaguá, no Paraná. A lei municipal foi alvo de uma Arguição de Descumprimento de Preceito Federal (ADPF) por parte da Procuradoria Geral da República. No texto da decisão liminar concedida em 19 de junho de 2017, que suspendeu a lei municipal, o ministro do STF Luís Roberto Barros aponta que a norma impugnada “compromete o acesso imediato das crianças, adolescentes e jovens a conteúdos pertinentes à sua vida íntima e social”.
.

Nesta quarta-feira (29), o Projeto de autoria do Vereador Audálio Filho, foi aprovado em primeira votação no plenário da Câmara de Vereadores. O PL foi subscrito por 11 votos a 1. A segunda votação ocorre já na próxima sexta, 01 de dezembro, e a julgar pelas informações colhidas pelo Blog do Gidi Santos, nem os vereadores, tão pouco o Prefeito Izaías, devem acatar a recomendação do Promotor Domingos Sávio. Vale dizer, o PL de Audálio conta com ampla aprovação por parte da sociedade garanhuense.

Campanha Novembro Azul chega ao Mercado Público 18 de Agosto

Ações realizadas no mercado, que foram desde aferição de pressão arterial, a testes de HIV, foram
viabilizadas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico junto ao Senac. (Aquiles Soares/Secom/PMG).

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico realizou, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e a Unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) em Garanhuns, nesta quarta-feira (29), no Mercado 18 de Agosto, uma ação em alusão a Campanha Novembro Azul, tendo como foco das atividades os comerciantes do local. No local, o público presente foi beneficiado por meio de ações de aferição de pressão arterial, testes de glicemia, sífilis e HIV, corte de cabelo, cálculo de Índice de Massa Corporal (IMC) e orientações nutricionais.

Todas as atividades foram executadas pelos alunos das turmas dos cursos de técnico em enfermagem e do curso de cabeleireiro. “Viemos com uma ação de caráter preventivo, que integra também o Novembro Azul, além de abranger a intenção da Secretaria de priorizar as questões voltadas para o cuidado desses trabalhadores”, afirmou a coordenadora pedagógica do Senac, Ana Karenina.

Ao todo, foram realizadas 184 aferições de pressão arterial, mais de 170 testes rápidos, entre sífilis e HIV, e 45 testes de glicemia capilar, que beneficiaram os comerciantes e demais pessoas que passaram pelo mercado. Adelmo Siqueira, de 50 anos, atua como marchante e aproveitou a oportunidade para realizar exames e cuidar da saúde.

De acordo com a titular da pasta de Desenvolvimento Econômico, aqui de Garanhuns, a professora, Janecélia Marins, "a ação social veio em benefício daquelas pessoas que trabalham diariamente, promovendo a movimentação da economia no município no Mercado 18 de Agosto, que também completou 50 anos de inauguração neste mês".
.

.

LCSA Científico: Projeto da AESGA rende publicações em Livros

De caráter multidisciplinar e coordenado pelos professores Gustavo Santos e Virginia Spinassé, projeto tem
como objetivo gerar a descoberta de novos conhecimentos e comportamentos de aprendizagem.

O Projeto Luz, Câmera, Som e Administração (LCSA), que envolve docentes e discentes, da Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (AESGA), acaba de render novos e bons frutos. Além de ser marcado pela brilhante atuação dos alunos dos cursos de Administração, Direito, Recursos Humanos e Engenharia Civil, que tem se destacado em atividades acadêmicas, o ano de 2017 chega ao fim com a publicação de três artigos científicos em dois e-Books de conceituadas editoras nacionais.

O artigo “A competitividade entre os colaboradores e sua influência no clima organizacional. Um estudo de caso com a equipe de vendas de duas empresas em Garanhuns-PE”, de autoria de Virginia Spinassé de Melo, Gustavo de Lira Santos, Admilson Junio dos Santos Duarte e Túlio Rodrigues Valença, foi publicado na Obra em formato digital pela Editora Poisson em: “TÓPICOS EM GESTÃO DE PESSOAS - Volume 2”.

Os artigos “A percepção dos discentes do curso de Administração da FAGA sobre o ensino de criatividade e inovação”, dos autores Gustavo de Lira Santos, Amanda Morais da Silva, Guilherme Henrique Santos, Jéssica Martins Gama e Tulio Rodrigues Valença e “Uma investigação sobre o ensino da criatividade e inovação nos cursos de graduação em Administração em Garanhuns-PE”,  produzido por Gustavo de Lira Santos, Virginia Spinassé de Melo, Abdon Cordeiro de Lima Neto e Vanessa Matias Ferreira, foram publicados no e-Book GESTÃO ESTRATÉGICA DA ADMINISTRAÇÃO, da Editora Atena.

O LCSA é um projeto caráter multidisciplinar coordenado pelos professores Gustavo Santos e Virginia Spinassé que tem como objetivo desenvolver ações que gerem a descoberta de novos conhecimentos e comportamentos de aprendizagem, além de realizar atividades de Extensão Universitária com os alunos, promover atividades gerar o desenvolvimento da pesquisa científica dentro da Instituição.

Para conhecer um pouco mais dos Artigos Científicos, clique aqui.

Reitor da UPE vai a China, e na volta, irá difundir o mandarim em PE

Viagem reafirma a política de ampliação das relações internacionais da UPE, que visa 
estabelecer cooperação acadêmica, científica e cultural entre instituições distintas.

O reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Prof. Pedro Falcão, e o diretor do Instituto Confúcio na UPE, Prof. Heldio Villar, vão participar da 12ª Conferência Global do Instituto Confúcio, entre os dias 11 e 19 de dezembro deste ano, em Pequim, na China.

A Conferência Global, que conta com a presença de centenas de diretores dos institutos, receberá ainda diversos reitores das universidades dos países onde estão instaladas. No encontro, os representantes irão apresentar, em fóruns específicos, suas atividades e as estratégias para o futuro, já que o governo chinês, pretende aumentar significativamente o número de institutos nos próximos anos.

A, viagem reafirma a política de ampliação das relações internacionais da UPE, que visa estabelecer cooperação acadêmica, científica e cultural entre as instituições acordadas. Acompanham o reitor na viagem, o assessor de Relações Internacionais da Universidade, Prof. José Guido Corrêa de Araújo, e o diretor chinês do instituto, Prof. Wang Hongliang. A volta do Reitor ao Estado, está marcado para o dia 19 de dezembro.
.

INSTITUTO CONFÚCIO: o Instituto na UPE, inaugurado em novembro de 2013, é o primeiro do Nordeste e tem objetivo de estreitar ainda mais o relacionamento de Pernambuco com a China para ensino do mandarim (chinês), disseminar a cultura asiática para os pernambucanos e melhorar a compreensão bilateral e a amizade entre os povos.

Seu diferencial está na exigência de que ele fique sediado numa universidade conveniada com uma universidade chinesa. No caso da Universidade de Pernambuco, a iniciativa foi autorizada pelo do convênio assinado com a Universidade Central de Finanças e Economia de Pequim (CUFE). Existem atualmente mais de 430 institutos Confúcio em mais de 100 países que realizam um papel estratégico, pois possibilitam um maior entendimento sobre a cultura milenar da China.

Os cursos de chinês já tiveram início e são abertos ao público. Os estudantes que se destacarem terão a oportunidade de estudar na China. Paralelamente, o Instituto promoverá exposições e mostras e o intercâmbio cultural e acadêmico com a China.
.

SAIBA SOBRE O ESCRITÓRIO – O Instituto, entidade sem fins lucrativos com sede central localizada em Pequim, na China (foto acima), é um órgão ligado ao Ministério da Educação, representado pelo Escritório Nacional da China para o Ensino da Língua Chinesa como Língua Estrangeira e pelo Departamento para Assuntos do Instituto Confúcio, órgão do Conselho Internacional da Língua Chinesa, criado ainda no ano de 2004 nos moldes do Conselho Britânico, da Aliança Francesa, dentre outros.

Tem como missão promover o idioma mandarim e o ensino na língua e da cultura chinesas e tem como objetivo promover o intercâmbio cultural com o Brasil, fomentar o ensino do mandarim e ajudar a compreender a China contemporânea. Além de incrementar o conhecimento e o diálogo entre os países, o projeto possibilita novas formas de cooperação acadêmica e científica, estimulando inclusive a integração econômica, pois o conhecimento mútuo da língua e da cultura cria um ambiente mais favorável para o intercâmbio em todos os campos da atividade humana, inclusive o econômico e empresarial.

Confúcio, ou Kung-Fu-Tze (mestre kong, foto abaixo), é uma das figuras históricas chinesas mais conhecidas em todo o mundo. Filósofo moralista e teórico político que viveu entre 551 A.C. – 479 A.C, desenhou uma doutrina – o confucionismo – que ainda hoje exerce forte influência em toda a Ásia oriental.

Seu sistema de governo, criado a partir de uma visão nostálgica das virtudes humanas, busca o bem-estar geral, além de colocar em pauta questões bastante específicas, dentre elas, o abrandamento das penas. Em sua visão, os critérios para uma vida social humana harmoniosa estavam ligados a qualidades como o altruísmo, a sabedoria, a cortesia, a integridade, a fidelidade e a justiça.
.

Almeida de Melo: Garanhuns ganha novo Escritório de Advocacia

Aqui em Garanhuns, advogadas associadas, Débora Almeida e Lígia Melo, estarão afrente dos trabalhos.
Ambas, somam experiências de atuação em áreas diversas na capital pernambucana, Recife.

Só quem já precisou de um defensor ou de uma correta assessoria jurídica sabe o quanto um bom profissional no âmbito do direito é indispensável. Aqui em Garanhuns, você que busca serviços dessa natureza, fique atento, e antes de se decidir por qualquer profissional, siga ao Escritório de Adovacia Almeida de Melo.

Lá, as advogadas Débora Almeida e Lígia Melo, que contam com experiência de atuação em vários escritórios de áreas diversas na capital pernambucana, Recife, estão iniciando suas atividades na cidade de Garanhuns; a Suíça pernambucana.

Com quase uma década de atuação, aliada a vasta experiência acumulada, elas atuarão nas áreas cível, familiar, trabalhista e previdenciária. Em todos os casos, você cliente, perceberá, as profissionais do direito tem extrema habilidade, que somada ao conhecimento acadêmico, resultam num trabalho vitorioso.

Por tudo isso: indicamos o Escritório Almeida de Melo Advogados, localizado aqui em Garanhuns, na Av. Rui Barbosa, 408, sala 08, 2º andar, Heliópolis. Competência, experiência e credibilidade; você encontra em um só lugar: Almeida de Melo Advogados.

Mais informações, através dos telefones:
(87) 9.8145 5985 e/ou 99102 0644/ 99811 3140

.

Pesquisa aponta Câmara em 1º e crescimento de Marília Arraes

Como em outros levantamentos feitos recentemente, o Senador Armando Monteiro segue mantendo a 2ª
colocação, neste caso específico com 13,5%. Paulo tem 18,7% e Arraes 10%. (Inaldo Sampaio).

Pesquisa realizada pelo Instituto Múltipla (Arcoverde) com 600 questionários, em 65 dos 184 municípios pernambucanos, entre os dias 21 e 24 deste mês de novembro, revela que o governador Paulo Câmara (PSB) lidera a corrida eleitoral de 2018 com 18,7% das intenções de voto. Em segundo lugar aparece o senador Armando Monteiro Neto (PTB) com 13,5%, seguido pelo ministro Mendonça Filho (DEM) com 10% e a vereadora Marília Arraes (PT) com 9,6%, o que significa, na prática, um empate técnico.

O senador Fernando Bezerra Coelho, que hoje integra os quadros do PMDB, do Presidente Michel Temer, está na quarta colocação com 2,8%, seguido pelo deputado Bruno Araújo (PSDB) com 1,8%. Brancos e nulos somam 30%, indecisos 8,3% e não souberam ou não quiseram responder a pesquisa, 6%. O instituto fez uma simulação com diversos cenários e na maioria deles o governador Paulo Câmara tem cerca de 30% de intenções de voto. Num cenário sem Armando e sem Mendonça Filho, a vereadora Marília Arraes atinge seu melhor percentual: 19,3%. Num confronto direto com Paulo Câmara, a neta de Miguel Arraes teria 25% de intenções de voto, ante 32% do governador.


.

O Múlplica aferiu também o índice de rejeição de todos os candidatos apresentados na pesquisa . O mais rejeitado é o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB) com 27%, seguido por Bruno Araújo com 26%, Armando Monteiro com 24%, Paulo Câmara com 20%, Mendonça Filho com 20% e Marília Arraes com 18%.

O instituto perguntou também aos entrevistados se o apoio do ex-presidente Lula aumentaria ou diminuiria o desejo de votar neste candidato: 41% responderam que aumentaria, 34,5% que diminuiria e 22% que dependeria do nome do candidato.
Com relação ao atual Presidente Michel Temer, do PMD, o apoio dele a um candidato faria com que 88% dos pernambucanos o rejeitasse, ante 4,7% que o abraçaria.

SENADO EM PERNAMBUCO - Na pesquisa estimulada que serviu para aferir a preferência do eleitorado pernambucano ào Senado (com o auxílio de cartão), o 1º colocado é Jarbas Vasconcelos (PMDB) com 20,5%, seguido por Ana Arraes (TCU) com 13%, João Paulo (PT) e Armando Monteiro (PTB) com 11,5%, Mendonça Filho com 10,5%, Humberto Costa (PT) com 9%, José Queiroz (PDT) com 6%, André Ferreira (PR) com 4,8%, Sílvio Costa (Avante) com 4,5%, Bruno Araújo com 4% e Antonio Campos (Podemos) com 3,8%.

ELEIÇÃO PARA PRESIDENTE EM PE - Para presidente da República, segundo apontam os números do Mútipla, Lula tem 50% das intenções de voto, ante 8% de Bolsonaro (PSC), 2,6% de Marina Silva (Rede), 2,8% de Luciano Huck (sem partido), 1,8% de Geraldo Alckmin (PSDB) e João Dória (PSDB) e 1,6% de Ciro Gomes (PDT).
.

Daniel Coelho sobre disputa pelo Senado: "Estou analisando"

Afirmação do Tucano, encontra apoio, após pesquisa realizada a seu pedido, que demonstra que uma
candidatura sua, teria espaço e grande aceitação em PE.  (JC / Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem).

O deputado federal Daniel Coelho (PSDB) afirmou, nesta terça-feira (28), que não descarta a possibilidade de disponibilizar seu nome para concorrer a uma vaga no Senado Federal. Segundo o tucano, o momento ainda é de análise, mas a ideia tem sido bem recebida. "Estou analisando essa possibilidade, ainda não decidi. Fiz uma pesquisa, vi que (a ideia) tem espaço, que tem uma grande aceitação e vejo que a chance seria grande", revelou o parlamentar ao Jornal do Commercio, versão Online.

PSDB - Na última segunda-feira (27), os dois postulantes à presidência do PSDB, Marconi Perillo e Tasso Jeireissati, abriram mão da disputa e abriram caminho para Geraldo Alckimin ocupar o cargo. Na ocasião, Daniel disse achar que a melhor alternativa para o partido seria resolver as divergências internas nas urnas.

Ontem, terça-feira (28), porém, o parlamentar pernambucano amenizou o tom das críticas. "Eu não tenho posicionamento contra a chapa única, eu acho que a melhor chapa, o melhor caminho era com Tasso, mas não tenho posicionamento contra nem vou deixar de votar em uma chapa com ele (Alckmin) não. Se não tem caminho com Tasso, eu vou apoiar Geraldo", afirmou o pernambucano.

Silvio acredita que PT irá se unir ao PTB em PE nas eleições de 18

Além disso, de acordo com deputado, petistas só unificaram uma junção ao PSB, na eleição estadual do 
ano que vem, se forem “forçados”, a partir de uma aliança nacional. (Daniel Leite / Foto: Divulgação).

Após o senador Armando Monteiro, do PTB de Pernambuco, afirmar que busca assumir o protagonismo da oposição ao atual governo Paulo Câmara (PSB) e criticar a aproximação entre PT e PSB, o deputado federal pernambucano, pelo Avante Silvio Costa afirmou que os petistas só irão marchar junto aos socialistas, na eleição estadual do ano que vem, se forem “forçados”, a partir de uma aliança nacional.

Segundo Silvio, “o candidato natural da oposição ao governo de Pernambuco é Armando Monteiro”. “Eu vou defender até o ultimo segundo do ultimo dia da convenção que a gente forme uma frente de esquerda em Pernambuco e que Armando seja o candidato apoiado pelo PT”, afirmou Costa, em entrevista à Rádio Folha 96,7 FM.

“Armando está junto com o PT em Pernambuco desde 2006. No processo de impeachment foi um dos baluartes no Senado, votou contra. Trabalhou diariamente contra isso, ajudou muito Dilma, de quem foi ministro, diferente desses caras do PSB de Pernambuco. Esses caras são uns golpistas”, cravou.

Para Silvio, “é evidente que o PSB de Pernambuco está fazendo acenos ao PT. Mas tenho certeza que o PT de Pernambuco vai continuar na oposição e vai fazer oposição aos socialistas”. “Agora pode ser que o PT-PE seja forçado a votar no PSB”, pontuou.

Essa aliança, segundo o deputado, só será possível acaso seja feito um acordo com o PT nacional. “O PSB tem pesquisa e sabe da força de Lula em Pernambuco. Então estão lutando para ter o apoio do PT no estado. Por outro lado, o PT nacional precisa do tempo de televisão do PSB para ampliar o tempo de Lula. Então, no pragmatismo, pode ser que venha ocorrer um cenário desses. Mas sabendo que majoritariamente o PT-PE, que conheço e converso, não quer marchar com o PSB”, destacou.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Presidente Carlos Porto, divulga TCE em rádios e TV do interior

Aqui em Garanhuns, presidente esteve na rádio Marano FM, onde na ocasião, foi entrevistado 
pelo radialista Marcos Cardoso, dentro do programa ancorado por ele, o “Manhã Total”.

Durante as visitas realizadas às Inspetorias Regionais no interior do Estado de Pernambuco, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Carlos Porto, concedeu entrevistas a diversos programas de rádio e TV, onde falou sobre as ações do Tribunal no combate à corrupção e na fiscalização da correta aplicação dos recursos públicos.

Na cidade de Petrolina, que fica distante mais de 700 quilômetros da capital pernambucana, Recife, onde está sediado o Tribunal, o presidente participou do GRTV 1° e 2° edição, na TV Grande Rio, falando sobre o papel do Tribunal de Contas e a importância da participação do cidadão no controle dos gastos públicos, destacando a Ouvidoria do TCE e o Portal Tome Contas como ferramentas que ajudam na fiscalização.

Carlos Porto também esteve nas rádios Marano FM, aqui em Garanhuns, onde na ocasião, ele foi entrevistado pelo radialista Marcos Cardoso, dentro do programa que ele ancora, o "Manhã Total", - e ainda esteve na Grande Rio FM e AM, ambas emissoras de rádio situadas na cidade de Petrolina, além da Globo FM de Caruaru, sempre enfatizando o trabalho prestado pelo TCE e os seus resultados.

          Abaixo, você confere a entrevista concedida pelo Presidente do TCE, Carlos Porto, ao Jornal GRTV, da TV Grande Rio de Petrolina, emissora filiada a Rede Globo de Televisão.

Fóruns discutirão sobre economia solidária em Itaíba e Petrolândia

Entre os principais objetivos do Fórum, estão a discussão das leis referentes ao assunto 
bem como a comercialização de produtos por parte dos grupos e associações. (Foto: City Brasil)

O sucesso da caravana da Comissão Estadual de Cadastro, Informação e Comércio Justo e Solidário (CADSOL) realizada em Petrolândia, Itaíba e Pesqueira no final de outubro já rendeu bons resultados. No dia 12 de dezembro será constituído o Fórum de Economia Solidária na cidade de Itaíba, situada na região Agreste de Pernambuco. O evento acontecerá no Sindicato dos Agricultores, às 14h. Já Petrolândia, no sertão, reativará o Fórum no dia 13 de dezembro, na Câmara de Vereadores, às 9h.

Entre os principais objetivos do Fórum de Economia Solidária estão a discussão das leis referentes ao assunto bem como a comercialização de produtos por parte dos grupos e associações. Em Itaíba, a expectativa é da participação de coletivos nas áreas de artesanato e agricultura familiar. Já em Petrolândia, a maior parte dos empreendedores é de piscicultura, caprinocultura, agricultura familiar e artesanato. O Fórum é constituído por representantes da gestão municipal, empreendedores, entidades de fomento e assistência.

A caravana do CADSOL contou com a participação de representantes da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação do Governo do Estado de Pernambuco (Sempetq), da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Pernambuco (SRTE/MTE), Universidade Federal de Pernambuco, Campus do Agreste (CAA - UFPE), do Comitê do CADSOL e do Pró-Rural e IPA.

Na ocasião, no município de Petrolândia, foi realizada uma oficina com grupos, associações e cooperativas do sertão pernambucano, sobre as políticas públicas de economia solidária e inclusão no CADSOL. O cadastro tem como objetivo o reconhecimento público dos empreendimentos de modo a permitir o acesso às políticas públicas e programas de crédito e de fomento à economia solidária.

Eriberto quer investigação contra grupos criminosos no Interior

Medeiros na Alepe: “O Governo está focado em coibir crimes contra a vida, mas é preciso investir  
também, no investigativo, porque a população rural está cada vez mais aterrorizada”. (Alepe).

Em pronunciamento na Reunião Plenária desta segunda (27), o deputado estadual, Eriberto Medeiros (PTC) repercutiu assalto sofrido por um comerciante em Cumaru, no Agreste Setentrional, na madrugada de hoje. Segundo o parlamentar, enquanto a investida acontecia, outros homens do mesmo grupo isolavam o destacamento policial da localidade e disparavam contra um vigia particular que tentava acionar a corporação.

Eriberto avalia que a população da zona rural e de municípios de menor porte tem sido, constantemente, vítima de organizações criminosas de outras regiões, que são abastecidas com informações repassadas por grupos locais. “Um pequeno agricultor vende um bezerro num dia e, no seguinte, é abordado por um marginal; um aposentado saca seu benefício e é assaltado logo em seguida”, exemplificou.

Diante disso, o deputado solicitou reforço nas investigações da Polícia Civil. “O Governo do Estado está focado em coibir os crimes contra a vida, mas é preciso investir, também, no trabalho investigativo, porque a população rural está cada vez mais aterrorizada”, cobrou. O pedido foi corroborado pelo deputado Eduíno Brito (PP).

Águas Belas recebe programa da Compesa de capacitação florestal

Projeto “Florestar vai à escola” é um dos braços do “Florestar”; principal programa ambiental desenvolvido
pela companhia. Desde que foi criado, em 2016, ele já capacitou 500 alunos de escolas  públicas.

O Município de Águas Belas, situado na Região Agreste Meridional do Estado de Pernambuco, foi no âmbito estadual, contemplado com o projeto “Florestar vai à escola” desenvolvido pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Na última sexta-feira (24), a companhia entregou os certificados para 100 alunos da rede pública de ensino que foram capacitados como viveiristas florestais e poderão contribuir com a arborização de sua cidade. Nesta semana, os jovens participaram de diversas atividades e puderam vivenciar na prática o conhecimento adquirido durante visita realizada no Viveiro Florestal Educador mantido pela Compesa na cidade de Poção.

A entrega dos certificados contou com a presença do prefeito do município, Luiz Aroldo, e de gestores e representantes do poder público local, que junto com os estudantes fizeram o plantio de 100 mudas de espécies florestais nativas na área do Parque de Exposição de Águas Belas, nas nascentes de Brejo dos Martins e Serra das Antas.

O projeto “Florestar vai à escola” é um dos braços do “Florestar”, o principal programa ambiental desenvolvido pela companhia. O diretor de Articulação e Meio Ambiente da Compesa, Aldo Santos, informa que, por meio do “Florestar Vai à Escola”, é feita a sensibilização dos estudantes que passam a ser viveiristas e multiplicadores das questões ambientais. “Nesse sentido, a parceria com as prefeituras municipais são essenciais, pois isso permite com que o programa chegue a diversas áreas do nosso Estado pernambucano, fortalecendo e ampliando a nossa atuação”, assegura Aldo.

Desde que foi criado, ainda no ano de 2016, o projeto “Florestar vai à escola” já capacitou 500 alunos de escolas da rede pública de ensino como viveiristas florestais nos municípios de Arcoverde, Venturosa, Riacho das Almas, Sairé e, agora, em Águas Belas. A cada edição do projeto, 100 estudantes da rede estadual de ensino são capacitados para atuar como viveiristas, contribuindo com a implantação dos planos de arborização urbana e/ou de recuperação de nascentes e áreas degradadas de suas cidades.

Terezinha, Iati e Paranatama irão emitir documentos gratuitamente

Para solicitar a documentação é preciso apresentar a certidão antiga ou xerox, ou até
mesmo o Registro Geral (RG). O atendimento será realizado das 8h às 12h. (Fotos: Divulgação)

O Governo do Estado de Pernambuco, através da iniciativa "Balcão de Direitos", realiza durante esta semana, mais um mutirão de cidadania com emissão gratuita de documentos em seis cidades pernambucanas, a partir desta terça-feira (28/11) até o próximo sábado (02/12). As ações acontecem nas seguintes cidades: Terezinha (28), Iati (29), Paranatama (30), Itamaracá (01/12), Vicência (02/12) e Recife (02/12). A população poderá solicitar 2ª vias de registros de nascimento, casamento e óbito.

Para solicitar a documentação, vale destacar, de acordo com o Governo do Estado, é preciso apresentar a certidão antiga ou xerox, ou até mesmo o Registro Geral (RG). O atendimento será realizado das 8h às 12h (ver endereços abaixo). A ação é da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), executada através da Executiva de Direitos Humanos (SEDH), mas em alguns municípios é realizada em parceria com a Secretaria da Mulher, Projeto Colmeia e Programa É Meu Direito, com seus respectivos serviços.

“Além de prestarmos o serviço, que é uma política de direitos humanos, nosso objetivo é aproximar cada vez mais o governo da comunidade, garantindo assim uma integração que possa também contribuir para o enfrentamento e combate a violência”, explica Adriano Lopes, gerente de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, da SEDH.

Abaixo, você confere o cronograma da instalação do Mutirão, 
          onde ele oferecerá a emissão gratuita de 2ª via de documentos.

Balcão de Direitos - emissão gratuita de 2ª via de
documentos - Dia: Terça (28/11), das 8h às 12h
Local: Quadra Poliesportiva Ademário Gomes.
Rua Agamenon Magalhães, s/nº, Centro Terezinha.

Dia: Quarta (29/11), das 8h às 12h
Local: Centro Cultural. Avenida Sete de Setembro, s/nº,
centro – Iati. Em frente a Prefeitura

Dia: Quinta (30/11)
Horário: 8h às 12h
Local: Casa da Cultura. Praça João Correia
de Assis, Centro, Paranatama
.