sábado, 21 de outubro de 2017

Marília Arraes tem liderança questionada na Câmara do Recife

Vereadora tem rodado o estado cumprindo agenda política. Apesar de estar presente nas 
sessões ordinárias, ela vem sendo criticada por seu pouco destaque. (Ana Tenório/Blog da Folha).

A atuação da líder da oposição na Câmara dos Vereadores, Marília Arraes (PT), tem sido questionada por seus pares. A ausência da vereadora nas reuniões de comissão e debates na sessão plenária tem sido notada e comentada pelos corredores da Casa José Mariano entre integrantes do governo e da própria base. Em reserva, um dos aliados da petista afirmou que a parlamentar “tem mostrado certo desleixo a seu mandato e tem se poupado das discussões porque está focando em outros projetos pessoais”.

Na base do governo Geraldo Júlio na Câmara, o pensamento é compartilhado e até comemorado pelos governistas. A boca miúda, um vereador governista alfinetou a atuação da líder afirmando que “nunca esteve tão fácil os trâmites entre o legislativo e o executivo municipal. Muito disso é porque a liderança não propõe muitas discussões”. A parlamentar, que já está em seu terceiro mandato, apesar de se fazer presente nas sessões ordinárias, é criticada por seu pouco destaque.

Apesar disso, vereadores de oposição minimizam as críticas e saem em defesa da liderança. Um dos vice-líderes da oposição na casa, vereador Rinaldo Júnior, afirmou que a vereadora “tem cumprido seu papel. Eu só posso responder por meu mandato, a vereadora tem consciência do dela”. O vereador Ivan Moraes, que também é aliado de Marília, afirmou que a “oposição ao governo na câmara é composta por poucos vereadores, mas a gente consegue sim dar conta de tudo”.

Cumprindo agenda política no interior do Estado, a vereadora não pôde se fazer presente durante essa semana. Mas antes da partida chegou a participar da discussão em torno da Frente LGBT, proposta de sua autoria. A vereadora afirmou que as críticas não são cabíveis a sua atuação e que são “levianas, porque fazemos uma oposição responsável na casa. Não brigamos por brigar”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário