sexta-feira, 13 de outubro de 2017

MEC libera R$ 3,78 milhões para escolas atingidas por chuvas

Além desse montante, outros R$ 22 milhões de reais poderão chegar a cidades afetadas na Mata
Sul. Para isso, municípios devem apresentar projetos a serem executados. (JC Online / Foto: Wilson Dias)

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), autorizou na última quarta-feira (11) o início das reformas de 24 escolas distribuídas entre os municípios pernambucanos de Amaraji, Caruaru e Quipapá, atingidos pelas chuvas no mês de maio deste ano. Ao todo, o Ministério vai liberar R$ 3,78 milhões para as obras de reestruturação dos prédios.

Segundo Mendonça, foram prometidos cerca de R$ 22 milhões para atender os municípios afetados da Mata Sul. Mas para que o governo federal libere recursos, os municípios pernambucanos deverão apresentar os projetos a serem executados. “Todos os municípios que apresentarem e tiverem adequação do ponto de vista de recursos para serem liberados serão atendidos pelo MEC”, contou o ministro.

Primavera - O ministro também visitou na quarta (11) a Escola Municipal José Joaquim de Santana, em Primavera, que fz parte do pacote de obras emergenciais de reconstruções de prédios educacionais nos municípios atingidos pelas enchentes de 2010. O governo federal autorizou a obra, no valor de R$ 997.307,04, repassado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em parceria com o governo estadual e a prefeitura, na Operação Reconstrução. Mas apenas em 2014 foi dada a ordem de serviço para início da obra, concluída em março de 2016. O MEC vai liberar cerca de R$ 4 milhões para a construção de uma nova escola estadual no município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário