segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Bruno Araújo almeja disputa pelo Governo de Pernambuco

Em convenção dos tucanos na capital, Recife, Ministro destacou: “No momento em que for definido o
tamanho da participação do partido no espaço majoritário, eu aceito a missão”. (Camila Souza).

Após ser convocado para presidência do PSDB aqui no estado de Pernambuco, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, disse está preparado para receber o comando da legenda e para assumir uma eleição majoritária em 2018. As declarações do tucano foram dadas no último sábado (7), durante a convenção em que Durval Lins foi reconduzido por unanimidade à presidência da sigla, na capital pernambucana, Recife.

“Acho que estou pronto para receber o comando do PSDB para que, no momento em que for definido o tamanho da participação do partido no espaço majoritário, eu aceito esta missão”, afirmou o ministro pernambucano. Bruno, aceitou na última quarta-feira (4) a convocação dos tucanos que pediram em carta a candidatura dele à presidência do partido em Pernambuco. A eleição da direção estadual do PSDB é em novembro.

Nomes como os ex-governadores Joaquim Francisco e João Lyra Neto, além do atual presidente estadual da legenda, Antônio Moraes, querem desfazer a confusão provocada pelas cobranças do ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes Elias Gomes que lançou o nome do deputado federal Daniel Coelho para a vaga.

Na carta, os tucanos afirmam estar convocando o ministro para se candidatar, pensando nas eleições de 2018. O texto ainda enfatiza que o cenário político no Estado vai mudar nos próximos meses. Bruno Araújo tem interlocução com a executiva nacional. Ainda no sábado, o ministro pernambucano também destacou que está sendo construído uma aliança e que as divergências dentro do PSDB faz parte do processo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário