terça-feira, 19 de setembro de 2017

Secretário de Defesa Social sai em defesa do Pacto pela Vida

Na Amupe, Antônio de Pádua defendeu: “O Pacto é um modelo para o Brasil, e os 
colegas secretários da área de segurança têm o Pacto como uma inspiração.”

O secretário de Defesa Social do Estado de Pernambuco, Antônio de Pádua, fez uma defesa dos resultados do Programa de Segurança "Pacto pela Vida" durante evento voltado aos gestores municipais do Estado. Nesta terça-feira (19/09), ele ministrou palestra durante a Assembleia Extraordinária da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), no Recife, com o tema “O papel dos municípios na segurança pública”.

Criado há 10 anos, o Pacto pela Vida é uma política pública que integra poder público e sociedade civil na criação, execução e monitoramento de estratégias de combate à criminalidade. No evento da Amupe, o titular da SDS destacou que, ao longo da última década, 11 mil vidas foram poupadas como resultado dessa atuação.

“O Pacto é um modelo para o Brasil, e os colegas secretários da área de segurança têm o Pacto como uma inspiração. No entanto, hoje não há uma política nacional que integre os estados e isso tem repercussão no combate à criminalidade”, considerou o secretário, diante da plateia que acompanhava sua fala na Amupe.

Antônio de Pádua frisou que o engajamento dos municípios, estados e da União, de maneira integrada, é parte essencial do Pacto pela Vida. Depois de apresentar o modelo de gestão da segurança do Governo de Pernambuco na Assembleia da Amupe, ele detalhou ações importantes a serem desenvolvidas no âmbito dos municípios, que podem ter papel fundamental na segurança da população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário