sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Nova Frente de Oposição a Paulo Câmara se reúne em Canhotinho

Raul Jungman, Armando, FBC, Fernando Filho e Bruno Araújo, estarão juntos, prestigiando
a tradicional Missa do Vaqueiro, realizada há 16 anos na cidade. (Josué Nogueira).

A 16ª edição da Missa do Vaqueiro de Canhotinho, que acontecerá neste domingo (10.09), promete ser palco para demonstração pública de unidade do bloco de oposição que começa a se articular para a disputa eleitoral de 2018. Foram convidados e devem comparecer os senadores Fernando Bezerra Coelho (na primeira aparição após ter deixado o PSB e ter se filiado à nova legenda) e Armando Monteiro (PTB), o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), o ministro das Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho (PSB), e o ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS). O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), está em missão fora do país.

O evento também deve contar com as presenças do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB) e de São Lourenço, Bruno Pereira (PTB). A missa deste ano deve, portanto, se tornar um momento de reafirmação da frente que começou a ser gestada há duas semanas em Caruaru, quando FBC, diante dos citados ministros, de Armando e do ex-governador João Lyra (PSDB), externou o desejo de unir as lideranças de oposição contra a reeleição do governador Paulo Câmara (PSB).

Idealizada pelo deputado estadual Álvaro Porto (PSD), quando ainda não tinha ligação com a política, a missa é organizada pela Prefeitura de Canhotinho e integra o calendário oficial de eventos de Pernambuco. A concentração se inicia por volta das 9h no distrito Olho D'água. De lá, vaqueiros e cavaleiros seguem para a sede do município em cavalgada e se reúnem no centro da cidade, onde, por volta do meio dia, acontece a missa.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário