quarta-feira, 13 de setembro de 2017

De FBC pra Jarbas: “Ninguém pode se considerar dono de partido”

Ida de Bezerra para o PMDB, fará com que o partido se torne oposição ao atual governo estadual.
O entrave fica no fato de Jarbas pertencer a legenda e apoiar Paulo Câmara. (Blog do Jamildo).

Em mais um capítulo da briga no PMDB de Pernambuco, o senador Fernando Bezerra Coelho usou nesta quarta-feira (13) o tempo de liderança do partido no Senado para rebater as críticas feitas pelo deputado Jarbas Vasconcelos em discurso na Câmara nessa terça-feira (12). “Ninguém pode se considerar dono de partido”, respondeu.

Acusado por Jarbas de querer fazer do PMDB uma extensão dos seus interesses familiares, Fernando Bezerra afirmou que partido nenhum pode se prestar a atender às família para alfinetar o deputado, que não conseguiu eleger o filho, Jarbinhas, a vereador do Recife em 2012. “Não basta ter sobrenome para vencer na política. É preciso vocação, proposta, preparo, muito trabalho e, mais do que tudo, voto. Alguns políticos falham ao tentar eleger seus filhos”, disse na tribuna do Senado.

FBC migrou do PSB para o PMDB com a promessa do presidente nacional da legenda, Romero Jucá, de conseguir o comando local da sigla, que historicamente é do grupo de Jarbas e hoje está com o vice-governador Raul Henry, seu afilhado político. Com isso, o senador pode colocar o filho, o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (que deve se filiar em março para não perder o mandato de deputado federal), como cabeça da chapa majoritária em 2018, na frente de oposição ao governador Paulo Câmara (PSB).

A mudança para a oposição ao PMDB foi um dos motivos que levaram à irritação do grupo de Jarbas, que hoje tem três secretarias no governo socialista. O presidente estadual ocupa uma delas, a de Desenvolvimento Econômico, e afirma que não há fato político que justifique o rompimento com Paulo Câmara. Nesta quarta-feira (13), Raul Henry está em Brasília com a missão de tentar convencer Jucá a desistir de intervir na direção local do partido para entregá-lo a FBC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário